Viúva do triatleta viu angolanos matarem o marido e foi de férias com o cúmplice

(dr)

Luís Grilo, triatleta de 50 anos, residente em Vila Franca de Xira, desapareceu a 16 de julho sem deixar rasto

Rosa Grilo, a viúva do triatleta Luís Grilo, que está detida por suspeitas de envolvimento na sua morte, assegura que foram indivíduos angolanos que o mataram, por causa de diamantes. Ela garante que assistiu ao crime, e dias depois foi de férias com o amante.

A viúva do triatleta Luís Grilo, que esteve desaparecido durante cerca de um mês, e foi depois encontrado morto, com um tiro na cabeça, culpou três indivíduos angolanos pelo crime, revelando no depoimento em tribunal que assistiu a tudo.

Apesar disso, e do trauma que um momento desses teria na vida de qualquer pessoa, ela manteve as rotinas do dia-a-dia e até aproveitou para ir de férias, passando três fins-de-semana fora com o amante, António Félix Joaquim, um oficial de justiça.

Estes dados foram apurados pelo Correio da Manhã (CM) que salienta que Rosa Grilo esteve em Porto Covo, em Grândola e em Caminha, onde aproveitou para ir ao Festival de Paredes de Coura. Durante esse período, a GNR, bombeiros e amigos procuravam o triatleta.

O CM destaca que a Polícia Judiciária reuniu provas sobre essas movimentações de Rosa Grilo e do amante, nomeadamente “pagamentos de hotéis, passagens de Via Verde, localizações de telemóveis”.

Rosa Grilo e António Félix Joaquim estão em prisão preventiva, indiciados pelos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e detenção de arma proibida.

António Pedro Santos / Lusa

Rosa Grilo (D), mulher e suspeita no envolvimento na morte do triatleta Luís Grilo

Diamantes de Angola

No seu depoimento em tribunal, conforme transcreve o CM, Rosa Grilo alegou que “há 7 ou 8 anos”, o marido “trouxe alguns diamantes” de Angola.

“Mais tarde, há coisa de 4, 5 anos”, o marido “começou a receber encomendas” com “pequenas quantidades de diamantes” que depois “entregava”, defendeu ainda a viúva.

“Há 6 meses mais ou menos, começou a ficar muito inquieto e preocupado, deixou de dormir, deixou de treinar, estava realmente muito desorientado”, disse também, frisando que o triatleta lhe revelou que se tinha “metido num sarilho” porque “não tinha entregue em condições o que tinha recebido”.

Rosa Grilo contou que o marido “falava dos angolanos“, que “tinha feito o negócio com os angolanos”.

Nessa altura, e por medo, trouxe a arma da casa do amante, com quem assumiu ter um caso extra-conjugal há cerca de três anos, e deu-a ao marido que a escondeu na garagem da casa de ambos, relatou no tribunal.

No dia 16 de Julho, a data em que Luís Grilo desapareceu, a viúva referiu que apareceram “três fulanos”, um “branco” e “um individuo mais negro e outro mais clarinho”, com idades entre os 20 e os 50 anos, na sua casa.

Rosa Grilo contou os relatos das supostas agressões que diz que ambos sofreram e como se deslocou, com dois dos angolanos, à casa da avó, em Benavila, onde teriam guardado os diamantes trazidos por Luís Grilo de Angola.

Mas como não encontraram os diamantes, regressaram de novo à moradia do casal, onde um dos supostos agressores matou então Luís Grilo com um tiro na cabeça, à frente de Rosa Grilo e usando a arma do seu amante, conforme o relato feito por ela em tribunal.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Que histórica linda, esta tipa esta a fazer-se de louca, mas de louca NADA tem. É um verme sem princípios nenhuns. É nestes casos que defendo a pena de morte. Vermes como este deviam ser esmagados.

  2. Os diamantes de Angola explicam muita coisa…

    E esta passagem é magnífica
    “Apesar disso, e do trauma que um momento desses teria na vida de qualquer pessoa, ela manteve as rotinas do dia-a-dia e até aproveitou para ir de férias, passando três fins-de-semana fora com o amante, António Félix Joaquim, um oficial de justiça.”

    É o que qualquer ser humano faz quando o seu cônjuge morre.

    E também gostei desta:
    “…a viúva referiu que apareceram “três fulanos”, um “branco” e “um individuo mais negro e outro mais clarinho”,…”
    Aposto que o clarinho é que era mau como as cobras

  3. O Costa também foi de férias quando morreram 60 e tal pessoas queimadas.
    E a Rosa só porque morreu um é considerada culpada?
    Rei morto Rei posto, viva o Amor.

    PS: Alguém a viu nos lugares que dizem ou são suposições ao estilo do Gonçalo Amaral?

  4. Essa história não pega nem que o juiz seja um orangotango.
    Qu’a g’anda lata!!!
    Há gente que não tem um ‘pingo’ de dignidade.

  5. Não sei se esta Rosa Grilo está a tentar atirar o barro à parede ou atirar areia aos olhos da procuradora… de qualquer forma, a empreitada vai acabar por implodir…

Responder a paulo Cancelar resposta

Estamos a viver um "apartheid climático" (e quem tem menos dinheiro vai sofrer ainda mais)

O mundo está a viver um "apartheid climático" e no futuro, serão os mais pobres os que mais vão sofrer as consequências das alterações climáticas. O alerta é do cientista Alexandre Quintanilha. "Estamos a viver um …

Catalunha. Manifestações provocam 199 detidos e 289 polícias feridos numa semana

Quase 200 pessoas foram detidas e 289 agentes da polícia ficaram feridos desde a passada segunda-feira nos protestos na Catalunha contra a sentença que condenou 12 dirigentes políticos catalães, segundo fontes policiais. Desde a passada segunda-feira, …

Quase metade do rendimento das famílias na Grande Lisboa é para pagar renda

A prestação derivada da compra de uma casa na Área Metropolitana de Lisboa (AML) representa uma taxa de esforço de 28% para as famílias. Contudo, arrendar é ainda mais dispendioso, com as rendas a representarem …

Portugal conquista ouro no basquetebol nos INAS Global Games

Portugal conquistou hoje quatro medalhas no último dia dos INAS Global Games, competição mundial para atletas com deficiência intelectual, através da seleção de basquetebol (ouro) e do ciclista Carlos Carvalho (três medalhas de prata). A equipa …

Benfica e FC Porto doam receitas ao Cova da Piedade e Coimbrões

O Benfica e o FC Porto decidiram entregar a sua receita, correspondente à bilheteira e à transmissão televisiva, aos seus adversários da terceira eliminatória da Taça de Portugal. Na semana passada, jogou-se a terceira eliminatória da Taça …

Nova lei de registo dos animais vai levar freguesias a perderem receita

O objetivo da nova lei é criar uma base única de dados nacional de registo dos animais e acaba com a obrigatoriedade da licença para os cães. O presidente da maior freguesia do distrito de Bragança, …

Vem aí um novo ecoponto (e vai ser castanho)

A partir de janeiro de 2024, todos os Estados-membros da União Europeia vão ser obrigados a ter um quarto contentor para a recolha seletiva do lixo. Desta vez, será castanho e passará a estar nas ilhas …

Federação Portuguesa de Futebol condena jogadores por viciação de resultados

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol condenou dois futebolistas e dois treinadores por manipulação de resultados no âmbito do caso "Jogo Duplo". O Público chama-lhe "uma decisão histórica". No âmbito do caso "Jogo …

Diferendo entre Galp/REN e ERSE pode custar 179 milhões de euros aos consumidores

As empresas de gás da Galp e da REN Portgás voltaram a impugnar as tarifas reguladas publicadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) e avançaram com o décimo processo judicial. Caso vençam, os clientes …

Salário mínimo de 700 euros "é perfeitamente razoável", diz líder da CIP

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, considerou que é "perfeitamente razoável" que o salário mínimo nacional (SMN) alcance os 700 euros durante a próxima legislatura. “Parece-me tão razoável como pode parecer outro …