Vírus duplica incidência em Espanha. Já provocou quase 2.500 mortos em 2021

Alberto Morante / EPA

Nos primeiros 15 dias de 2021, o número de infeções por covid-19 duplicaram em Espanha, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias.

Espanha começou o ano de 2021 com o pé esquerdo. Segundo números do Ministério da Saúde, a terceira vaga da pandemia é já responsável por meio milhão de casos positivos em apenas um mês, desde 14 de dezembro, tendo passado de 193 casos por cada 100 mil habitantes para os 575, o triplo.

No entanto, os dados, citados pela EFE, não refletem na totalidade, o impacto das reuniões sociais e da mobilidade provocada pelas festas natalícias, que segundo o Governo foram responsáveis pelo aumento sem precedentes do número de infetados, que aumentou na sexta-feira 40.000 casos em apenas um dia.

As autoridades sanitárias espanholas estimam que a subida do número de infetados se prolongue por mais três semanas, esperando que a população seja “consciente” e “suficientemente sensata” para aplicar as medidas de confinamento e controle adotadas pois, caso contrário, a subida irá prolongar-se por mais duas semanas.

A subida do número de infetados está também a pressionar os hospitais, o que preocupa as autoridades e faz adiar o número de cirurgias consideradas não urgentes, com mais oito mil pacientes infetados hospitalizados num total de 19.657, representando uma ocupação de 15,69%.

Nas unidades de cuidados intensivos, os infetados representam 30% da ocupação, sendo já quase três mil doentes (2.953).

Neste contexto, Espanha inicia na próxima semana a administração da segunda dose da vacina contra a covid-19, havendo neste momento registo de 768.950 pessoas vacinadas desde o início do programa de vacinação que arrancou em 5 de janeiro.

A saúde é um setor que está descentralizado em Espanha e o aumento da taxa de contágio levou praticamente todas as comunidades autónomas a anunciar nas últimas horas novas medidas de luta contra a pandemia de covid-19. Várias regiões pediram mesmo ao Governo central que estude a possibilidade de voltar a impor o confinamento.

A maior parte dos dirigentes nacionais e regionais têm apelado à população para ficar em casa e só sair se for mesmo necessário. A região de Madrid, por exemplo, anunciou que, a partir da próxima segunda-feira, vai endurecer as medidas de luta contra a covid-19, antecipando para as 23:00 o recolher obrigatório e pedindo que só entrem em casa as pessoas do agregado familiar.

Na comunidade autónoma em que se encontra a capital espanhola, o recolher obrigatório será assim antecipado das 24:00 para as 23:00 horas e a hora de encerramento do setor da restauração e similares é antecipada para as 22:00. As medidas, que afetam esta região espanhola, vão estar em vigor, pelo menos, durante 14 dias.

Além disso, a região de Madrid decidiu alargar o cordão sanitário a mais seis zonas básicas de saúde e cinco localidades, que juntamente com as já em vigor – 41 zonas e 14 localidades – perfazem um total de 47 zonas básicas e 19 municípios.

Nestas áreas vivem mais de 1.367.000 habitantes, 20% da população da capital, e são responsáveis por 25% dos casos de infeção por covid-19 na região.

A progressão da pandemia também levou o Governo e partidos regionais catalães a chegarem na sexta-feira a acordo para adiar para 30 de maio próximo as eleições nesta região espanhola.

A consulta eleitoral tinha sido inicialmente marcadas para 14 de fevereiro, devido à inabilitação, decretada pelo poder judicial em setembro passado, do último presidente regional, o independentista Quim Torra, condenado por se ter recusado a retirar uma faixa com conteúdo separatista da fachada da sede do governo regional durante a campanha para as eleições parlamentares nacionais de abril de 2019.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …