30 anos depois, violador urinou num vaso (e foi apanhado)

Northumbria Police

Dois casos de violação no norte da Inglaterra que ficaram sem resolução por trinta anos foram solucionados depois de um homem ter urinado no vaso de plantas de uma vizinha – e um teste de ADN mostrado que o material genético era compatível com o sémen encontrado nas vítimas.

Eric McKenna, de 59 anos, foi condenado este ano pela Justiça britânica a 23 anos de prisão por ter violado duas mulheres em dois ataques, em 1983 e em 1988. Na época, a polícia não conseguiu capturar o agressor, nem descobrir quem era, segundo a BBC.

Em 2016, no entanto, um teste mostrou que o ADN de McKenna tinha compatibilidade total com o do violador foragido nos anos 1980. O exame foi feito após McKenna urinar no vaso de plantas da vizinha, em Newcastle.

A vizinha morava há 20 anos no mesmo bloco de apartamentos que McKenna. Ela disse à polícia que tinha o hábito de tentar alegrar o bloco com vasos de plantas e flores, mas que o vizinho perturbava-a repetidamente. Segundo ela, McKenna mexia nos vasos, atirava as plantas escada abaixo e inclusive urinava nelas – o que levou a vizinha a chamar a polícia.

O exame de ADN feito para se certificar que a urina era dele acabou por levar à reabertura dos casos de violação, já que o banco de dados apontou que o ADN era o mesmo do criminoso dos anos 1980.

Em abril de 1983, McKenna atacou uma jovem de 21 anos numa ponte, quando voltava para casa. Alguns anos depois, em 1988, ele violou uma estudante de 18 anos.

Segundo a polícia, o homem aproximou-se das vítimas por trás enquanto caminhavam na rua e ameaçou-as com uma faca. O detetive Mick Wilson, que reabriu o caso, disse que ele foi “muito incomum” e que McKenna “não mostrou um pingo de remorso“.

“Os crimes foram calculados e planeados. Foram experiências horríveis para as duas vítimas. Nos anos 1980 não tínhamos as mesmas técnicas forenses que temos agora. Conseguimos uma condenação graças ao desenvolvimento dessa tecnologia“, afirma Wilson.

“McKenna achou que sairia impune, mas uma discussão de vizinhos e um momento de estupidez acabaram por o colocar na prisão por 23 anos”, explicou.

A polícia pediu desculpas às duas mulheres depois de admitir que não tiveram o apoio que deveriam ter tido quando denunciaram os crimes. Jackie Wilkinson, da promotoria, disse que McKenna tinha “se esquivado da Justiça por duas violações brutais por 30 anos” até que um “caso esmagador” foi construído contra ele.

“Os crimes tiveram um impacto forte e duradouro na vida das vítimas e as duas falaram sobre o quanto sofreram durante as investigações iniciais”, disse.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Construtiva" e "sem animosidades". Cimeira entre Biden e Putin termina mais cedo do que previsto

A cimeira entre Vladimir Putin e Joe Biden chegou ao fim mais cedo do que se previa. Os presidentes optaram por conferências de imprensa em separado, e o primeiro a falar foi o Presidente russo. Os …

Euro 2020: seleções da casa em desvantagem na primeira jornada

Nove seleções jogaram no seu país, até agora. Mas somente três ganharam o respetivo jogo. Portugal contribuiu para estragar as festas caseiras. Num Europeu estranho e inédito, que decorre em muitos países, muitas seleções jogam em …

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …

Nove militares da GNR acusados de tortura

O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR dos crimes de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos e sequestro agravado. O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR, …

Costa garante que Lisboa terá o mesmo tratamento que os outros concelhos

Esta quarta-feira, num dia em que Portugal registou 1.350 novos casos ( 928 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo), o primeiro-ministro afirmou que a capital terá o mesmo tratamento que os …

Salgado disposto a pagar à massa falida do GES para ficar isento de cumprir pena

Ricardo Salgado está disposto a pagar à massa falida do GES para ser dispensado de cumprir pena no processo que o irá julgar por três crimes de abuso de confiança, segundo a contestação da defesa …