Europa dividida. Os Vinte e Oito regressam hoje à mesa de negociações

Álvaro Millán / Flickr

Os líderes europeus voltam a reunir-se esta terça-feira em Bruxelas, numa tentativa de resolver o impasse da distribuição dos cargos de topo. Se falharem, são os grupos parlamentares a determinar sozinhos quem fica como presidente do Parlamento Europeu.

Depois de uma maratona que expôs as divisões e as dificuldades, os Vinte e Oito regressam esta terça-feira à mesa de negociações. O desafio é fechar um acordo entre as 10h e as 21h (hora de Portugal Continental), antes do prazo limite para que a apresentação de candidaturas à presidência do Parlamento Europeu.

Se os chefes de Estados e de governo não se entenderem, os eurodeputados avançam com a eleição do seu presidente, sem ter em conta qualquer pacote forjado para a liderança das restantes instituições. Aí seriam os grupos parlamentares dos liberais, socialistas e centro-direita a pôr nomes em cima mesa, a decidir e a encaixar a primeira peça deste puzzle negocial, explica o Expresso.

Acordo à vista. Frans Timmermans perto de ser o próximo presidente da Comissão Europeia

A eleição do presidente do Parlamento Europeu cabe aos eurodeputados, mas os líderes têm batalhado para alcançar um compromisso alargado, distribuindo os postos de maior poder da União Europeia entre as famílias políticas mais votadas nas eleições europeias, numa aliança que permita também à UE funcionar de forma pacífica nos próximos 5 anos.

Mas este acordo não tem sido fácil.

PPEs contra Merkel

Vários líderes da sua família política democrata-cristã viraram-se contra Angela Merkel, nomeadamente os primeiros-ministros da Croácia e Letónia – Andrej Plenković e Arturs Kariņš – que rejeitaram um acordo que dizem ter sido forjado em Osaka sem que fossem tidos em conta e que dava a presidência da Comissão Europeia aos socialistas.

“Estivemos muito perto. O PPE não respeitou o acordo que fecharam Timmermans e Weber, depois da última cimeira, para que os socialistas dirigissem a Comissão e Weber o Parlamento”, disse Pedro Sánchez, chefe do Governo espanhol. Segundo o governante, foram estes dois candidatos ao lugar de Juncker que estiveram na base da solução para tentarem salvar o chamado “processo de Spitzencandidaten”.

O entendimento seria depois assegurado em Osaka, à margem da cimeira do G20, por Merkel, Sánchez, Emmanuel Macron, e Mark Rutte (primeiro-ministro holandês). Nesta lógica, o primeiro-ministro Charles Michel (liberal) ficava com a presidência do Conselho Europeu e a búlgara Marija Gabriel (PPE) ficava como alta representante para a Política Externa.

No entanto, Plenković e Kariņš, que eram até então os negociadores do PPE, não gostaram de ter sido deixados de lado, nem da solução em que o Partido Popular Europeu perdia a Comissão. Mas não foram os únicos: o presidente romeno e o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, também não gostaram da ideia.

A luta continuou até a família ter sido dividida, culminando no desfecho conflituoso desta segunda-feira. Algumas fontes, segundo o semanário, apontam também o dedo a Merkel por não ter comunicado melhor antecipadamente com os parceiros da família política.  António Costa, no entanto, teceu-lhe elogios no final do encontro pela forma “determinada” para “procurar sucessivos acordos”.

O primeiro-ministro português foi duro nas críticas aos quatro países (Polónia, Hungria, República Checa e Eslováquia) pelas divisões que criaram. “É claro que este fracasso e as divisões que evoquei, em alguns casos motivadas por ambições pessoais que não deveriam estar sobre a mesa, terão de ser resolvidas amanhã“, disse o Presidente francês, Emmanuel Macron.

Tudo parece ter voltado à estaca zero. Ao que o Expresso apurou, o nome de Frans Timmermans não está 100% descartado e há ainda algum espaço para negociar. O candidato dos socialistas sai fragilizado, e o próprio António Costa disse não haver “plano nenhum”, numa posição mais pessimista.

Mas agora não há mais adiamentos. Sem um acordo esta terça-feira para os restantes cargos de topo, a eleição do presidente do Parlamento Europeu pode depois condicionar e influenciar as escolhas dos líderes, ou mesmo dificultar essas escolhas, face ao equilíbrio difícil entre regiões, famílias políticas e até de género.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da luz não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …

"Alguma vez foi fácil?" Catarina Martins diz que Governo "tem pouca vontade" de discutir temas concretos

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira que o Governo socialista “tem pouca vontade” de discutir questões concretas nas negociações do Orçamento do Estado para 2022, insistindo na necessidade de debater …

Fisco vai devolver 82 milhões no IVAucher

O programa IVAucher irá devolver aos contribuintes 82 milhões de euros, anunciou, esta terça-feira, António Mendonça Mendes. O secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, anunciou esta terça-feira que os contribuintes acumularam …

Creches passam a ser gratuitas para todas as crianças do 2.º escalão

Esta terça-feira, o Governo anunciou o alargamento da gratuitidade das creches a todas as crianças dos agregados do 2.º escalão de rendimentos da comparticipação familiar.  A creche passa a ser gratuita para todas as crianças de …

Bissouma disse que é o melhor médio na Premier League. O que dizem os números?

O jogador do Brighton & Hove Albion apresenta dados importantes, numa equipa que está no quarto lugar da Premier League. As declarações causaram algum impacto e também foram reproduzidas pelo ZAP: “Não quero ser arrogante, mas …

Governo britânico expôs acidentalmente identidade de mais de 250 tradutores afegãos

Os endereços eletrónicos de mais de 250 afegãos que colaboraram com as forças britânicas e procuram realocação no Reino Unido foram divulgados por engano pelo Ministério da defesa britânico. O Ministério da Defesa britânico expôs as …

Etna volta a entrar em erupção. É a segunda vez em menos de um mês

O vulcão Etna, em Itália, voltou a entrar erupção, espalhando rapidamente uma nuvem de fumo na parte oriental da ilha italiana da Sicília. O vulcão mais ativo da Europa entrou em erupção esta terça-feira. Segundo o …

CNE recebeu queixas de cidadãos contra Costa por usar PRR em campanha

A Comissão Nacional de Eleições já recebeu queixas de cidadãos contra António Costa pela utilização do PRR nos discursos de campanha. A Comissão Nacional de Eleições (CNE) já recebeu cerca de meia dúzia de queixas de …

Joe Biden afirma que EUA estão "de volta" às Nações Unidas

"Os Estados Unidos estão de volta" às Nações Unidas, afirmou, na segunda-feira, o Presidente dos Estados Unidos. "Os Estados Unidos estão de volta. Acreditamos nas Nações Unidas e nos seus valores", disse Joe Biden após …