Portugal tem uma resposta às mudanças climáticas: Vinho do Porto

CC BY-NC-ND - Associação de Turismo do Porto e Norte, AR

“O vinho do Porto será sempre a primeira resposta do Douro à questão das mudanças climáticas”, disse António Magalhães, diretor da Viticultura do grupo The Fladgate Partnership, durante a conferência Climate Change Leaderhsip.

António Magalhães seguiu os trabalhos desta conferência internacional que tem lugar na Alfândega do Porto e é dedicada às alterações climáticas e às soluções para a indústria do vinho, tendo apreciado o que disse ali o catalão Miguel Torres, da empresa vinícola Bodegas Torres.

“Miguel Torres indicou caminhos que eu partilho, como a altura do tronco de uma videira, o espaço entre as videiras e a denúncia do paradoxo da viticultura orgânica. Um vinho orgânico é melhor para a nossa saúde, mas não para a do planeta porque tem uma emissão de dióxido de carbono muito maior”, afirma António Magalhães.

O responsável considera que “muitas das respostas aos problemas das mudanças climáticas foram abandonadas” há algumas décadas e, “à cabeça”, indica “a densidade de plantação e a diversidade das castas”.

“Temos algumas regiões vitícolas extraordinárias, mas a mais extraordinária, aquela onde cabe o mundo inteiro, é a do Douro, pela diversidade de localização das suas vinhas e diferenças de altitude e de exposição. O Douro é, sem dúvida, o maior laboratório vivo para as mudanças climáticas”, enfatiza.

“Não é por caso que na mesma região, sem forçar a natureza, conseguimos produzir vinhos espumantes, tranquilos e fortificados. Há uma vocação, a do Douro é o vinho do Porto e o vinho do Porto será sempre a primeira resposta do Douro à questão das mudanças climáticas. Sempre”, reforçou.

António Magalhães afirma que “o vinho do Porto precisa de um clima árido e o problema, no futuro, é que os anos áridos não serão irregulares mas mais constantes”.

A sub-região do Douro mais vulnerável às alterações climáticas, segundo António Magalhães, é a do Douro Superior, que “sempre foi uma região descontínua e o que traçou a descontinuidade foi a fertilidade da terra e as benesses pontuais de microclimas”.

“O que está a trazer a continuidade da vinha ao Douro Superior não é a força do homem, mas a força de bulldozers, não é a água da chuva, mas a água da rega. Tudo isto é pouco natural”, avaliou, concluindo que, “a região que mais preocupa é o Douro Superior”.

A conferência Climate Change Leadership encerra na quinta-feira, na Alfândega do Porto, com uma intervenção do antigo vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Reaberto ao público o primeiro palácio de Nero, construído há 2.000 anos

O primeiro palácio do imperador Nero, localizado no Monte Palatino, em Roma, foi reaberto ao público na passada semana. Depois de uma década de reformas, o monumento construído há 2.000 anos volta a poder ser …

Cria de lobo-marinho voltou a aparecer no areal do Porto Santo

A cria de lobo-marinho que tem feito do areal da ilha do Porto Santo o seu local de descanso voltou a aparecer hoje, depois de ter desaparecido desde terça-feira à noite. A bióloga Rosa Pires, do …

Há um fóssil único de tiranossauro bebé à venda no eBay (e os cientistas estão indignados)

O esqueleto "único" de um filhote de tiranossauto (Tyrannosaurus rex) com mais de 60 milhões de anos foi posto à venda na plataforma eBay nos Estados Unidos. O vendedor pede quase 3 milhões de dólares …

Agência francesa adverte: troque ibuprofeno por paracetamol

A agência francesa do medicamento ANSM fez uma advertência a médicos e pacientes sobre riscos decorrentes do uso do ibuprofeno e do cetoprofeno, que podem agravar infeções em tratamento, e pediu uma investigação a nível …

"Lendária" e misteriosa espécie de orca avistada por cientistas

Cientistas admitem o possível avistamento de uma das espécies de orca mais misteriosas da natureza. A orca é conhecida como o "Tipo D", mas muito raramente foi vista ou ouvida. A orca foi avistada no Cabo …

Nacional vs Sporting | Triunfo curto para tanto domínio

O Sporting foi à Madeira somar a sua sétima vitória consecutiva na Liga NOS. No terreno do Nacional, os “leões” ganharam por 1-0, num jogo em que o resultado não espelha a grande superioridade da …

Titã pode ter "lagos fantasmas" e cavernas

Titã, a lua e Saturno, é surpreendentemente semelhante à Terra. Tem lagos, rios e oceanos profundos (e possivelmente cavernas) que poderiam sustentar vida. Em Titã, a chuva não é água, mas sim metano líquido. Duas …

As barbas podem ter mais bactérias do que o pêlo dos cães

Uma equipa de investigadores suíços descobriu que as barbas podem ter mais micróbios prejudiciais à saúde humana do que o pêlo dos cães. Uma recente investigação realizada pela clínica Hirslanden, na Suíça, descobriu que as barbas …

Há uma cidade onde é proibido morrer

Longyearbyen, capital do arquipélago de Svalbard, na Noruega, deu o passo muito incomum de proibir a morte naquela região. Desde 1950, ninguém está legalmente autorizado a morrer na cidade. Até uma pessoa que lá tenha vivido …

Este ano já morreram 129 pessoas na estrada. O telemóvel leva as culpas

A Secretaria de Estado da Proteção Civil informou hoje que morreram 129 pessoas nas estradas portuguesas, menos uma morte do que em período homólogo de 2018 e o telemóvel ao volante tem contribuído para aumento …