Venezuelanos ricos constroem resorts de luxo em parques protegidos

Um lote de venezuelanos ricos, afetados a Nicolás Maduro, está a construir resorts e casas de luxo em parques protegidos do país. A lei não permite este tipo de empreendimentos.

A elite venezuelana está a construir resorts e casas de luxo em parques protegidos do país. Muitos deles são acusados de corrupção nos Estados Unidos e viram as suas propriedades no estrangeiro serem-lhes confiscadas, escreve o The Wall Street Journal. Nem com a pandemia de coronavírus, o espírito capitalista destes indivíduos parece abrandar.

Mansões privadas estão a ser construídas sob a guarda de soldados venezuelanos em Galipán, uma pequena vila perto de Caracas. Além disso, estão também a ser construídos uma nova linha de teleférico e um casino no renovado Humboldt Hotel.

Os apoiantes ricos de Nicolás Maduro são os principais responsáveis por estes investimentos em áreas protegidas como a de Galipán, que fica no Parque Nacional de Avila. Algumas das propriedades a serem construídas têm três vezes o tamanho permitido por lei.

Maduro justifica a construção da nova linha de teleférico e do casino como uma aposta para atrair turistas. No entanto, a Venezuela não é propriamente reconhecida como um destino de férias de eleição, recebendo menos turistas do que, por exemplo, o Haiti.

“Estas pessoas não podem deixar a Venezuela, por isso estão a tentar criar o seu próprio paraíso”, disse Marlene Sifontes, que trabalha no sistema de parques há mais de duas décadas. Há pouca supervisão ambiental para as pessoas próximas ao Governo, explicou.

A Venezuela conta com 43 parques nacionais, que ocupam um quinto do seu território. Ainda assim, vários empreendimentos continuam a ser feitos nestas áreas protegidas, embora a legislação o proíba.

Em Los Roques, por exemplo, novos hotéis estão a ser construídos nas praias. Ainda no ano passado, o Ministério do Turismo publicou no seu site um apelo a investidores internacionais para que investissem na construção de “pousadas turísticas de alta qualidade” no arquipélago. Mais uma vez, a lei proíbe novas construções na área.

“O que temos é uma grande luta com estes ecologistas negacionistas”, disse o governador estatal afeto a Maduro, Rafael Lacava. O político está a planear a sua própria atração turística numa pequena ilha do Parque Nacional de San Esteban, em que supostamente só é permitida a entrada a investigadores de tartarugas.

Andres Izarra, ex-ministro do Turismo que cortou laços com Maduro e abandonou o país, tem uma opinião forte em relação ao assunto: “O que eles estão a tentar fazer agora é totalmente ilegal”.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Otamendi e Vertonghen disputam a bola com Lewandowski

Benfica 0-4 Bayern | Primeiro a ilusão, depois o rolo bávaro

A ilusão durou 70 minutos. Ao longo de toda a partida, o Bayern foi melhor, criou inúmeros lances de golo, viu dois anulados, acertou no ferro, Vlachodimos fez defesas importantes, mas o Benfica deu luta, …

China quer punir pais de crianças mal-educadas

O regime chinês está a analisar um projeto de lei que prevê que os pais possam ser punidos se os seus filhos exibirem um mau comportamento ou cometerem crimes. De acordo com a agência Reuters, o …

Rui Moreira com Francisco Rodrigues dos Santos e Carlos Moedas

Rui Moreira promete manter a "identidade do Porto" e concluir os projetos que a pandemia atrasou

O presidente da Câmara Municipal do Porto tomou posse, esta quarta-feira, e comprometeu-se a "tudo fazer" para manter a identidade do Porto e a concluir os projetos que a pandemia atrasou. "Quero concluir os projetos que …

Já há um medicamento para tratar a covid-19 em casa (e vários países assinaram acordos de compra)

Países asiáticos já estão na luta pelo novo comprimido antiviral, cujo uso ainda nem sequer foi autorizado, contra a covid-19. Países da região asiática estão já a fazer encomendas da mais recente arma contra a covid-19: …

A Facebook vai implementar uma nova estratégia e o nome vai ser das primeiras coisas a mudar

As últimas semanas têm sido tumultuosas para a empresa de Mark Zuckerberg, que se viu confrontada com os testemunhos de antigos trabalhadores no Senado norte-americano. As notícias da última semana que resultaram do testemunho, no Senado …

Cadetes da Escola Naval investigados por alegados comportamentos abusivos

A Marinha está a investigar uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos entre cadetes da Escola Naval. "A Marinha informa que hoje, 19 de outubro, teve conhecimento de uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos praticados entre cadetes …

Índia. "Montanha de lixo" que garante sobrevivência de pobres será substituída por estação de tratamento

As "montanhas de lixo" das cidades da Índia em breve serão substituídas por estações de tratamento de detritos. A maior de todas — equivalente a um prédio de 18 andares — garante a sobrevivência de …

Candidatura de Nuno Melo acusa direção de não facultar cadernos eleitorais e de sanear senadores

A candidatura de Nuno Melo à liderança do CDS-PP acusou, esta quarta-feira, os opositores de não facultarem os cadernos eleitorais nem possibilitarem a fiscalização da eleição de delegados ao congresso, apontando também a substituição de …

Bolsonaro acusado de nove crimes pela comissão de inquérito sobre gestão da pandemia

O relatório apresentado, esta quarta-feira, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado brasileiro pede o indiciamento do Presidente por nove crimes durante a pandemia de covid-19. No texto, com mais de 1200 páginas, pede-se que …

Duas vendedoras num mercado japonês

Da noite para o dia, Japão tornou-se uma história "covidiana" de sucesso

Em meados de agosto, o Japão atingiu o pico de 6.000 casos diários de covid-19. Quase do dia para a noite, o país asiático observou, espantosa e inesperadamente, uma queda acentuada no número de infeções. …