Venezuela acusa Portugal de pôr em risco a vida dos seus cidadãos

Cristian Hernandez / Lusa

Caracas acusou esta quinta-feira a Espanha, Portugal e Alemanha de pôr em perigo os seus cidadãos ao reconhecerem Juan Guaidó como presidente interino do país e ao apoiarem os planos dos EUA de “invadir militarmente” a Venezuela.

“Condenamos o comportamento do imperialismo norte-americano, mas também condenamos e rejeitamos energicamente a atitude de alguns países da Europa, que pensam que podem vir meter as suas unhas na Venezuela. A Venezuela é livre, soberana, é respeitada”, disse o presidente da Assembleia Constituinte.

Diosdado Cabello, tido como o segundo homem mais forte do chavismo, falava no Estado venezuelano de Arágua (100 quilómetros a oeste de Caracas), durante um ato de recolha de assinaturas condenando as sanções e ameaças norte-americanas contra o Governo do Presidente Nicolás Maduro.

“Devo dizer-lhes queridos irmãos e irmãs, que Governos como os de Espanha, governos como o de Portugal que chamam abertamente a uma intervenção militar na Venezuela, e que são capazes de reconhecer a um indivíduo, segundo eles, como presidente, que chamam a reconhece-lo e que pensam que podem dar-nos um ultimato a Venezuela, estão pondo em perigo a vida dos nacionais, portugueses e espanhóis”, disse.

O também dirigente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido do Governo) frisou ainda que “os alemães estão a ser postos em perigo, porque assim como não há uma bomba que só mata chavistas, tampouco há uma bomba que só mata venezuelanos. Não existe isso”.

“Eles estão a expor a vida dos seus nacionais aqui. São mais de 600 mil que vivem na Venezuela. Não lhes importa para nada (os seus nacionais)”, disse.

Por outro lado, questionou: “o que aconteceria se esses nacionais espanhóis, portugueses e alemãs, decidirem deixar a Venezuela e regressar aos seus países? Que aconteceria? Quais seriam as consequências para a economia deles lá?”. “Abrir-se-ia um buraco com toda a certeza. Mas eles preferem chamar uma intervenção militar e pôr em perigo a vida dos seus nacionais aqui na Venezuela”, frisou, vincando que os venezuelanos querem paz.

Pouco antes, Diosdado Cabello, advertiu os simpatizantes do Governo venezuelano que “hoje, o império mais poderoso do mundo chama os seus aliados europeus para que o acompanhem numa loucura de invadir militarmente a Venezuela“.

“Hoje o nosso povo, em perfeita união cívico militar, exige respeito, exige que a Venezuela (porque) é livre e que respeitem o direito à autodeterminação dos povos e de exercer a nossa soberania”, disse. Segundo o presidente da Assembleia Constituinte (composta unicamente por simpatizantes do regime) “estes ataques transcendem” os partidos políticos “porque afetam não só os chavistas mas todos os que vivem na nossa pátria. Sejam ou não chavistas”.

“Os que hoje, como opositores, observam com indiferença, sem dizer nada, aos que pedem a invasão da Venezuela, bombardear a Venezuela, estão a pôr em perigo a sua própria vida. Não puderam desenvolver uma bomba que só mata chavistas. Não há balas que dizem: balas só para chavistas. Não há mísseis que digam: míssil antichavista. Não, não há nada disso”, disse.

Segundo o dirigente socialista “quando os Estados Unidos decidem bombardear os povos, as bombas caem nas escolas, em hospitais, em urbanizações, em bairros. Quando os Estados Unidos decidem bombardear povos não tem nenhum tipo de escrúpulos com isso. E os seus aliados de Europa o aplaudem, o acompanham, nas suas mentiras, como as do Iraque, Líbia, de Síria, como as mentiras da Venezuela”, disse.

// Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Este tipo é perigoso, o discurso típico de um usurpador ditador!
    Convoca mas é eleições livres no país e vais ver o apoio que tens… besta madura!

  2. este sr para além de criminoso colectivista ainda é burro que nem uma porta.

    pobres venezuelanos.

    e o fantoche que se segue nada de novo trará!

"Huawei das infraestruturas" compra 23% da Mota-Engil por 169,4 milhões

A construtora portuguesa Mota-Engil anuncia que chegou a acordo com a chinesa Communications Construction Company (CCCC) para a venda de 23% das suas acções por 169,4 milhões de euros. A CCCC é considerada a "Huawei …

PSD confiante num plano de vacinação "a tempo e horas". CDS diz que se anda a "correr atrás do prejuízo"

O presidente do PSD considerou que o plano de vacinação para a covid-19 vai ser "polémico", mas disse acreditar que o Governo vai conseguir concluí-lo "a tempo e horas". Já o presidente do CDS-PP pediu …

Altice escreve a Costa a criticar leilão do 5G (e a informar sobre suspensão de projeto)

Os acionistas do grupo Altice Patrick Drahi (presidente) e Armando Pereira escreveram ao primeiro-ministro a criticar as regras do leilão do 5G, informando que, perante o atual panorama regulatório, veem-se forçados a suspender projetos. "Lamentamos que, …

Anulação de transferência para o Novo Banco foi um "percalço"

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, considerou hoje que a anulação, pelo parlamento, da transferência de 476 milhões de euros do Fundo de Resolução para o banco foi um "percalço". "O percalço que aconteceu …

Videojogos podem estar a ser usados para espalhar ideologia extremista e preparar ataques

Os videojogos 'online' podem estar a ser usados ​​para propagar ideologias extremistas e para preparar ataques terroristas, afirmou o coordenador antiterrorista da União Europeia (UE), Gilles de Kerchove. A 09 de novembro, Gilles de Kerchove já …

Ex-ministro grego Yanis Varoufakis pede boicote à "black friday" da Amazon

O economista e ex-ministro das Finanças grego Yanis Varoufakis pediu um boicote de um dia à Amazon, na 'black friday', enquanto sindicalistas, ativistas ambientais, defensores da privacidade e da justiça tributária planeiam ações coordenadas contra …

Bolsonaro nega ter chamado covid-19 de "gripezinha", mas fê-lo pelo menos duas vezes

O Presidente brasileiro negou na quinta-feira ter-se referido à covid-19 como "gripezinha", afirmando que não há nenhum registo que prove o oposto, apesar de a imprensa ter partilhado pelo menos dois vídeos com esse conteúdo. "Falei …

Cuba anuncia mais duas vacinas e já conta com quatro possíveis fármacos contra a covid-19

Cuba anunciou esta quinta-feira que vai começar os ensaios clínicos de dois projetos de vacinas contra a covid-19, que aumentam para quatro o número de possíveis fármacos deste tipo desenvolvidos na ilha para combater a …

Governo garante que não haverá limite de idade na vacinação. Marcelo fala em "ideia tonta"

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde garantiu, esta sexta-feira, que a vacinação para a covid-19 não terá qualquer limite de idade e que os idosos e doentes com comorbilidades serão uma prioridade. Numa conferência …

Descontos nas ex-SCUT poupam privados, mas é o Estado quem sai lesado

Os descontos nas ex-SCUT, aprovados em Parlamento esta quinta-feira, poupam os privados, mas geram perdas de 1.500 milhões de euros para o Estado. Uma maioria de deputados ditou a aprovação da parte de uma proposta do …