Venda de imóveis subiu 30% nos primeiros seis meses do ano

Simon Collison / Flickr

No primeiro semestre de 2017, a venda de imóveis aumentou cerca de 30%. Os investidores estrangeiros, o “boom” do alojamento local e a baixa remuneração dos depósitos bancários são alguns dos fatores que estão a ajudar esta subida.

Segundo o Diário de Notícias, a venda de imóveis aumentou 30% nos primeiros seis meses deste ano e, a manter-se este ritmo, 2017 será o melhor ano para o imobiliário desde 2010.

Os números finais só serão divulgados esta semana pela Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) mas o jornal apurou que serão à volta de 80 mil casas vendidas.

“Posso avançar que o primeiro semestre foi muito positivo, com um crescimento superior a 30%, acima daquilo que é a minha previsão para o total do ano – 25%-30%”, afirmou ao DN/Dinheiro Vivo o presidente da APEMIP, Luís Lima.

“Tenho algum receio em relação à segunda metade do ano, por causa do Orçamento, mas estou otimista, agora que foi criada uma nova Secretaria de Estado para a Habitação”, diz.

De acordo com o diário, esta subida pode ser explicada por uma maior procura de investidores estrangeiros (à boleia dos chamados vistos gold), pelo mais recente fenómeno provocado pelo “boom” do turismo – o alojamento local – e pela baixa remuneração dos depósitos bancários. Além disso, os bons números podem também ser explicados pelo aumento da concessão de crédito para comprar casa.

“O imobiliário é um setor que passa uma imagem de segurança. A compra de casa com capital próprio é um fenómeno a que já assistimos há cerca de um ano e que acredito que vai continuar a crescer a par do maior número de casas vendidas”, acrescenta Luís Lima.

Segundo o DN, outro dos fatores a destacar é que uma boa parte dos negócios está a ser feita a pronto, algo que só não tem mais dimensão, segundo o presidente da APEMIP, por “insegurança dos portugueses” mas que se vai intensificar nos próximos dois anos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …