Uma vacina que precisamos para ajudar a controlar a pandemia já existe

A vacina contra a gripe pode desempenhar um papel fundamental no controlo da pandemia de covid-19. Os ventiladores usados nos pacientes de covid-19 são também usados nos casos mais graves de gripe.

O mundo vai-se digladiando para encontrar uma vacina contra a covid-19, com várias equipas de cientistas de todo o mundo a tentarem encontrar uma solução em tempo recorde. Esta semana, a Rússia anunciou que já produziu o primeiro lote de vacinas contra o novo coronavírus, anunciadas por Vladimir Putin, mas olhadas com ceticismo pelo resto do mundo.

Enquanto se tenta perceber a veracidade ou viabilidade desta inovação, há uma vacina que já existe e que pode ter um papel fundamental no controlo da pandemia.

A vacina contra a gripe pode ajudar a reduzir os custos da atual pandemia de covid-19, explica Libby Richards, professora da Escola de Enfermagem da Universidade de Purdue, nos Estados Unidos.

“Infelizmente, a covid-19 ainda estará a circular durante a temporada da gripe, o que torna a vacinação contra a gripe mais importante do que nunca – especialmente porque as escolas e a nossa economia continuam a reabrir”, disse Richards à Inverse.

Face às complicações causadas pela pandemia, regista-se uma “diminuição do uso de serviços preventivos de saúde, incluindo vacinas”.

Se a vacina da gripe tem uma eficácia de cerca de 60%, precisaríamos de ter cerca de 83% da população vacinada para atingir a imunidade de grupo.

“O nosso serviço de saúde já está sobrecarregado; eu acho que se ele ficar muito mais estreito, poderemos estar num ponto de rutura”, avisou Richards.

Na temporada da gripe de 2019/20, calcula-se que tenha havido entre 18 e 26 milhões de visitas médicas, entre 410 mil e 740 mil hospitalizações e entre 24 mil e 62 mil mortes.

Tomar a vacina contra a gripe pode reduzir o número de casos graves de gripe que acontecem este ano e que exigem o mesmo equipamento que é usado para combater a forma mais grave de covid-19.

“Todos nós já ouvimos as histórias da covid-19 de unidades de cuidados intensivos lotadas e de escassez de equipamentos como ventiladores. Se adicionarmos uma temporada de gripe forte, não seremos capazes de lidar com isso”, alerta a especialista.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O pior parece estar ainda para vir, basta olharmos para os anos anteriores com os hospitais superlotados até aos corredores com pessoas engripadas e sem capacidade de resposta.

  2. Outono e Inverno vai ser uma incognita, ninguem pode prever a amplitude da gravidade. Deveria o governo, as familias e as instituicoes reunirem se frequentemete para chegarem a um amplo acordo e com muitas solucoes e deixarem se de teorias e ideias porque pessoas sao seres humanos e precisai de solucoes, respostas para proceguirem as suas vidas.

RESPONDER

Greve da Função Pública "não interfere" com negociações, diz Governo

A Frente Comum marcou para o dia 20 uma greve dos trabalhadores da Administração Pública para exigir um aumento dos salários, a valorização das carreiras e a revogação do sistema de avaliação de desempenho dos …

Estado recebeu 671 milhões do Banco de Portugal em 2020

Em ano de pandemia, o Banco de Portugal (BdP) deu 671 milhões de euros em dividendos ao Estado, segundo os dados divulgados, esta quinta-feira, pelo supervisor da banca. No Relatório do Conselho de Administração de 2020, …

Pedrógão Grande. Testemunha afirma que Câmara a aconselhou a mudar a morada fiscal

A proprietária de uma segunda habitação reconstruída após o incêndio de 2017, em Pedrógão Grande, disse esta quinta-feira que alterou a sua morada fiscal a conselho de um "senhor Bruno", da Câmara Municipal. O julgamento das …

Corrida aos combustíveis. Ciberataque a oleoduto provoca pânico nos EUA

Quase dois terços dos postos de gasolina do sudeste dos Estados Unidos registam escassez de combustível, depois de um ciberataque à maior rede de oleodutos do país ter obrigado a suspender as operações desde sexta-feira. A …

Cecília Meireles sente "enorme tristeza" por ver CDS com 1% nas sondagens

A deputada centrista abordou vários temas numa entrevista, publicada esta quinta-feira, desde a queda do CDS nas sondagens ao seu lugar de deputada na Assembleia da República. Numa entrevista à rádio Renascença e ao jornal Público, …

"Chernobyl do século XXI." Pandemia de covid-19 poderia ter sido evitada, dizem especialistas

A pandemia de covid-19 podia ter sido evitada e o mundo deve aprender com os erros que não permitiram travar a disseminação do vírus, conclui um novo relatório, divulgado esta quarta-feira. A pandemia de covid-19 poderia …

"Estamos a ver a patologia da banca. Uma patologia triste", diz CEO do Novo Banco

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, tem visto, nos últimos tempos, grandes devedores da instituição financeira a explicarem-se na comissão de inquérito, classificando o que assiste como "triste". "Estamos a ver a patologia da …

Maduro aceita conversar com Guaidó sobre "acordo de salvação" da Venezuela

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou estar disposto a reunir-se quando a oposição quiser, um dia depois de o líder opositor Juan Guaidó propor um "acordo de salvação" da Venezuela, entre as "forças democráticas" e …

No Brasil, os "velhos" goleadores estão em destaque (e na Europa, ainda dão cartas)

Os goleadores de quase metade das equipas brasileiras que disputam a Copa Libertadores e a Sul-Americana têm mais de 30 anos. Aos olhos do futebol podem ser "velhos", mas preenchem o vazio dos jovens que …

Morreu Maria João Abreu. Atriz tinha 57 anos

Maria João Abreu morreu esta quinta-feira, após ter sofrido dois aneurismas. A atriz tinha apenas 57 anos. Maria João Abreu estava internada no Hospital Garcia de Orta, em Almada. A atriz, de 57 anos, foi submetida …