//

Vacas russas estão a usar óculos de realidade virtual para pastar em campos imaginários

Ministério da Agricultura de Moscovo

Numa tentativa de conseguir mais e melhor leite, agricultores da Rússia começaram a colocar óculos de realidade virtual nas cabeças das suas vacas, para lhes proporcionar experiências relaxantes e agradáveis.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

À medida que nosso futuro parece cada vez mais distópico, os óculos de realidade virtual tornaram-se mais populares, permitindo que as pessoas mergulhem em jogos de vídeo, filmes e até mesmo no coração da Via Láctea. Ser transportado para outro lugar com realidade virtual, no entanto, já não é uma experiência exclusiva para humanos. As vacas na Rússia também estão a aproveitá-la.

Numa quinta perto de Moscovo, as vacas estão a usar óculos de realidade virtual especificamente concebidas para bovinos de forma a “melhorar as condições das vacas”.

Uma equipa de investigadores, veterinários e especialistas produziu simulações de campos de verão projetados especificamente para atrair as vacas. O objetivo é, de acordo com um comunicado, aumentar o bem-estar das vacas, cuidando do seu estado emocional e não apenas das suas necessidades físicas.

Tornar a tecnologia ideal para vacas não foi fácil, segundo explica o IFLScience. Os olhos das vacas localizam-se no lado das suas cabeças, o que lhes dá uma visão de 300 graus, mas limita a sua visão binocular a apenas 25 a 50 graus.

Além disso, as vacas têm sensibilidade a certas cores, por isso, a simulação teve de ser adaptada. As vacas conseguem distinguir a maioria das cores e são especialmente boas em reconhecer tons no extremo vermelho do espectro, como vermelho, laranja e amarelo, mas menos com verde, azul e violeta.

A ideia é baseada em estudos que mostram que vacas mais felizes produzem leite mais nutritivo. Os produtores de leite em todo o mundo desenvolveram uma variedade de abordagens para alcançar esse objetivo, desde tocar música clássica em estábulos até contratar quiropráticos para fazer massagens nas vacas.

A realidade virtual é mais um passo nesse sentido, usando tecnologia de ponta para ajudar os agricultores a extrair mais e melhor leite das suas vacas.

Durante o primeiro teste, realizado na fazenda RusMoloko, no distrito de Ramensky, em Moscovo, de acordo com o Ministério da Agricultura e Alimentação de Moscovo, os especialistas envolvidos registaram uma “diminuição da ansiedade e um aumento do humor emocional geral da manada”.

O teste ainda está em andamento e os investigadores esperam que um estudo abrangente de longo prazo mostre resultados claros do efeito da realidade virtual na produção de leite, tanto em quantidade como em qualidade.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.