Utilização de telemóveis para aceder à Internet duplicou entre os jovens

A utilização de telemóveis para acesso à Internet e às redes sociais pelos jovens duplicou nos últimos três anos e o tablet está entre os equipamentos mais utilizados em casa, concluiu um inquérito realizado pelo INOV-INESC.

As conclusões baseiam-se nas respostas a 6.500 inquéritos recolhidos ao longo de três anos, até 2013/14, em escolas secundárias de todo o país por uma equipa de investigação do FAQtos, projeto do INOV-INESC (Instituto Nacional de Engenharia de Sistemas e Computadores) com o Instituto Superior Técnico.

O objetivo era conhecer os hábitos e preocupações dos jovens a frequentar o ensino secundário em relação à utilização dos telemóveis e a questões relacionadas com as radiações eletromagnéticas emitidas pelos equipamentos domésticos.

“Não houve grandes novidades em relação àquilo que se passou nos últimos anos e a grande diferença em relação aos anos anteriores é que há mais estudantes a usar o telefone para aceder à Internet e às redes sociais, uma tendência a confirmar aquilo que já se estava à espera, ou seja, que a utilização dos telefones e também dos tablets tem vindo a aumentar”, disse hoje à agência Lusa Luís Correia, do INOV-INESC.

O acesso a dados “há uns anos atrás era muito caro, hoje é bastante mais barato, e também o facto de os smartphones se terem generalizado e serem muito mais baratos possibilita que os jovens passem a utilizar os telefones para aceder à Internet e às redes sociais”, realçou o investigador.

A utilização do telemóvel para aceder à Internet e às redes sociais reúne mais de 70% das respostas em ambas as opções de utilização, no último ano.

A grande maioria dos jovens afirm ter recebido o primeiro telemóvel durante o 2º ciclo do Ensino Básico (mais de 60%), e a idade média não sofreu alteração no triénio em análise, fixando-se nos 10,5 anos.

A partir dos 13/14 anos, a presença do telemóvel é regra entre praticamente todos os jovens inquiridos: apenas 0,4% indicou não usar o aparelho, e 15% detém mais do que um equipamento.

“Há uma diminuição do número de estudantes que têm mais do que um telemóvel, no primeiro ano havia uma percentagem razoável”, o que é explicado pelo facto de os operadores terem planos de comunicações que permitem falar para todas as redes sem penalização nos custos, explicou Luís Correia.

Em média, os jovens continuam a falar pouco mais de meia hora e a enviar cerca de 100 SMS (mensagens escritas) por dia, o que se mantém, acrescentou.

Luís Correia destacou como “um aspeto curioso” a atitude perante o tema radiações, em que “não houve grandes alterações em relação aos anos anteriores”.

“Cerca de 50% diz que estão preocupados com a questão das radiações, mas quando perguntamos quantos já foram procurar informação sobre o assunto, na Internet ou em outro local qualquer, só 15% o fizeram, o que significa que a questão das radiações acaba por não ser uma preocupação real” das pessoas, afimou.

No entanto, para o investigador, “as pessoas já estão mais esclarecidas em relação a este assunto”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …