Utilização de telemóveis para aceder à Internet duplicou entre os jovens

A utilização de telemóveis para acesso à Internet e às redes sociais pelos jovens duplicou nos últimos três anos e o tablet está entre os equipamentos mais utilizados em casa, concluiu um inquérito realizado pelo INOV-INESC.

As conclusões baseiam-se nas respostas a 6.500 inquéritos recolhidos ao longo de três anos, até 2013/14, em escolas secundárias de todo o país por uma equipa de investigação do FAQtos, projeto do INOV-INESC (Instituto Nacional de Engenharia de Sistemas e Computadores) com o Instituto Superior Técnico.

O objetivo era conhecer os hábitos e preocupações dos jovens a frequentar o ensino secundário em relação à utilização dos telemóveis e a questões relacionadas com as radiações eletromagnéticas emitidas pelos equipamentos domésticos.

“Não houve grandes novidades em relação àquilo que se passou nos últimos anos e a grande diferença em relação aos anos anteriores é que há mais estudantes a usar o telefone para aceder à Internet e às redes sociais, uma tendência a confirmar aquilo que já se estava à espera, ou seja, que a utilização dos telefones e também dos tablets tem vindo a aumentar”, disse hoje à agência Lusa Luís Correia, do INOV-INESC.

O acesso a dados “há uns anos atrás era muito caro, hoje é bastante mais barato, e também o facto de os smartphones se terem generalizado e serem muito mais baratos possibilita que os jovens passem a utilizar os telefones para aceder à Internet e às redes sociais”, realçou o investigador.

A utilização do telemóvel para aceder à Internet e às redes sociais reúne mais de 70% das respostas em ambas as opções de utilização, no último ano.

A grande maioria dos jovens afirm ter recebido o primeiro telemóvel durante o 2º ciclo do Ensino Básico (mais de 60%), e a idade média não sofreu alteração no triénio em análise, fixando-se nos 10,5 anos.

A partir dos 13/14 anos, a presença do telemóvel é regra entre praticamente todos os jovens inquiridos: apenas 0,4% indicou não usar o aparelho, e 15% detém mais do que um equipamento.

“Há uma diminuição do número de estudantes que têm mais do que um telemóvel, no primeiro ano havia uma percentagem razoável”, o que é explicado pelo facto de os operadores terem planos de comunicações que permitem falar para todas as redes sem penalização nos custos, explicou Luís Correia.

Em média, os jovens continuam a falar pouco mais de meia hora e a enviar cerca de 100 SMS (mensagens escritas) por dia, o que se mantém, acrescentou.

Luís Correia destacou como “um aspeto curioso” a atitude perante o tema radiações, em que “não houve grandes alterações em relação aos anos anteriores”.

“Cerca de 50% diz que estão preocupados com a questão das radiações, mas quando perguntamos quantos já foram procurar informação sobre o assunto, na Internet ou em outro local qualquer, só 15% o fizeram, o que significa que a questão das radiações acaba por não ser uma preocupação real” das pessoas, afimou.

No entanto, para o investigador, “as pessoas já estão mais esclarecidas em relação a este assunto”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Água do mar está mais fria no Algarve do que no Minho (e já se sabe porquê)

Nas regiões mais a sul do país, em especial na costa ocidental mas mesmo em algumas zonas do Algarve, a água do mar está mais fria do que no norte do país. A culpa, escreve o …

A despesa pública nunca foi tão pouco produtiva

Apenas um em cada seis euros gastos pelo Estado português tem hoje impacto direto positivo no crescimento da economia a longo prazo. Os dados atualmente disponíveis só vão até 2017, mas os mínimos agora atingidos prenunciam …

Ativistas de Hong Kong apelam a boicotar o filme Mulan

A atriz Liu Yifei é a mais recente celebridade a tomar partido no conflito de Hong Kong. A chinesa naturalizada norte-americana escreveu na rede social Weibo que apoiava a polícia. "Eu apoio a polícia de Hong …

O Belenenses não joga com o Benfica este fim de semana

Patrick Morais de Carvalho, presidente do Belenenses, publicou esta sexta-feira na sua conta no Facebook um texto no qual se insurge contra a utilização da SAD do nome do clube, aproveitando a exposição mediática do …

Há verbas de contas "abandonadas a favor do Estado" que não são divulgadas

Quando uma conta bancária não regista qualquer movimento durante 15 anos, os montantes depositados são considerados “abandonados a favor do Estado”, o que acontece em contas de pessoas que morreram que não são encerradas. Porém, de …

Deputado do PSD chama “besta” a António Costa (e compara-o a Trump e a Bolsonaro)

O deputado do PSD Duarte Marques chamou “besta” ao primeiro-ministro, António Costa, e comparou-o aos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Donald Trump e Jair Bolsonaro. Numa publicação na sua página pessoal do Facebook, o …

Poema na Estátua da Liberdade sobre migrantes "refere-se a pessoas vindas da Europa"

Após a publicação de uma lei sobre a migração no país, o poema "The New Colossus", escrito em 1883 por Emma Lazarus, está agora a provocar um debate sobre o seu verdadeiro significado. Ao longo do …

Três municípios multados pelo Governo por falta de Plano de Defesa contra incêndios

O Governo determinou esta sexta-feira a retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro a Odivelas, Paços de Ferreira e Peniche por não terem ainda aprovado os Planos Municipais de Defesa …

Encontrada uma aldeia perdida no local do mais infame massacre de clãs

Arqueólogos que escavaram a cena do mais infame massacre de clãs na história escocesa desenterraram partes de uma "aldeia perdida" no vale das Terras Altas de Glencoe. O assentamento apareceu no massacre de 1692 do clã …

Autópsia confirma causa da morte. Jeffrey Epstein enforcou-se com os lençóis

O relatório oficial da autópsia ao corpo de Jeffrey Epstein revelou, nesta sexta-feira, que o multimilionário norte-americano se suicidou, enforcando-se com os lençóis da sua cela na prisão de Manhattan. Epstein estava preso a aguardar pelo …