UTAO prevê défice de 4,9% e alerta para riscos face a objectivo

José Sena Goulão / Lusa

-

O défice orçamental deverá ter ficado nos 4,9% do PIB no primeiro semestre deste ano, segundo as contas da UTAO, que considera que este desempenho “evidencia riscos” para o cumprimento da meta anual, de 2,7%.

Na sua nota sobre a execução orçamental até julho, a que a Lusa teve hoje acesso, a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) estima que, em contabilidade nacional (a que conta para Bruxelas), “o défice das administrações públicas se tenha situado entre os 4,4% e os 5,4% do PIB [Produto Interno Bruto] no primeiro semestre de 2015”, ascendendo o valor central da estimativa a um défice de 4,9% do PIB.

Para os técnicos independentes que apoiam o parlamento, esta evolução do défice orçamental “evidencia riscos para o cumprimento do objetivo definido para o conjunto do ano (2,7% do PIB ou 2,8% em termos ajustados)”.

A UTAO refere que “a informação disponível aponta para que o valor central do défice tenha ascendido a 4,9% do PIB” na primeira metade do ano, um resultado que “inclui três operações de natureza extraordinária realizadas no primeiro trimestre”, que contribuíram para agravar o défice acumulado até junho em 0,2 pontos percentuais do PIB.

Em causa estão a garantia concedida pelo Estado ao Fundo de Contragarantia Mútuo e as injeções de capital na Carris e no Banco Efisa, acrescentando a UTAO que “não foram até à data identificadas operações de natureza idêntica que possam ter ocorrido no segundo trimestre”.

Confirmando-se esta estimativa para o défice em contabilidade nacional, a UTAO conclui que isto quer dizer que se registou “uma redução face ao observado em igual período do ano passado”, estimando que “o défice se tenha reduzido em cerca de 1,4 pontos percentuais do PIB face ao período homólogo, de 6,3% para 4,9% do PIB acumulado no primeiro semestre”.

No entanto, caso a previsão da UTAO se verifique, “o défice no primeiro semestre terá excedido o objetivo estabelecido para o conjunto do ano, colocando em risco o seu cumprimento”, uma vez que o valor central do intervalo estimado pela UTAO para o défice acumulado até junho “encontra-se 2,2 pontos percentuais acima do objetivo anual de 2,7% do PIB” fixado pelo Governo.

Os técnicos independentes que apoiam os deputados da Assembleia da República estimam que, excluindo as medidas extraordinárias, o défice orçamental terá ficado entre os 4,2% e os 5,2% do PIB na primeira metade do ano.

Em termos nominais, o défice ajustado de medidas extraordinárias que terá sido registado no primeiro semestre “representa mais de 80% do défice total projetado para o conjunto do ano”, escrevem.

Ainda que o desempenho orçamental do segundo semestre seja “frequentemente mais favorável” do que o verificado nos primeiros seis meses de cada ano, a UTAO alerta que “a dimensão do desvio coloca em risco o cumprimento do objetivo anual do défice“.

“Para alcançar a meta anual definida para 2015, seria necessário que no segundo semestre o défice orçamental não excedesse 0,7% do PIB, ou 1,0% do PIB em termos ajustados, um desempenho orçamental que se afigura particularmente exigente e que não encontra paralelo nos resultados orçamentais alcançados em anos anteriores”, destacam os técnicos.

A UTAO alerta também que “este resultado teria de ser alcançado num período em que ocorre uma mudança de ciclo legislativo, o que por si só tende a constituir um fator de incerteza acrescida em torno do desempenho orçamental por comparação com outros períodos”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …