Universitários do Porto protestam contra fecho de instalações perto de exames

Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Alegna13 / wikimedia

Alegna13 / wikimedia

O presidente da Associação de Estudantes da Faculdade de Letras da Universidade do Porto revelou hoje ter agendado para segunda-feira um protesto contra o encerramento das instalações até 04 de janeiro e pedido ao reitor a revogação da decisão.

“Tragam os vossos apontamentos, livros e computadores para a Praça dos Leões, onde ficaremos a estudar sem teto, ao relento, como forma de desaprovação da medida do reitor”, escreve-se num apelo à “ação de rua” marcada para as 15:00 de segunda-feira, dirigida pela Associação de Estudantes da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (AEFLUP) aos estudantes, a que a Lusa teve hoje acesso.

A AEFLUP dirigiu ainda ao reitor da Universidade do Porto (U. Porto) uma Carta Aberta para pedir a revogação da decisão considerada prejudicial, particularmente no que diz respeito ao fecho da biblioteca, para “bolseiros de investigação e doutoramento” e “estudantes de licenciatura e mestrado” numa altura que “imediatamente antecede a abertura da época de exames”, explicou o presidente da AEFLUP, José Miranda, em declarações à Lusa.

O responsável critica que a medida se deva a “medidas economicistas” e alerta não estar em causa apenas o período natalício, mas outras alturas de pausas escolares.

Fonte da Universidade do Porto (U. Porto) explicou à Lusa que a instituição encerra entre 23 de dezembro e 01 de janeiro, tal como já aconteceu no verão, para reduzir custos com energia, segurança e limpeza, acrescentando que no caso concreto da FLUP o período natalício vai ser aproveitado para a realização de pequenas obras para reparar a parede da Biblioteca, devendo a intervenção prolongar-se por mais uns dias, até 05 de janeiro.

Para a associação de estudantes, “o fecho das instalações numa época em que há trabalhos finais a entregar e o estudo é mais intensivo prejudica em grande escala as centenas de residentes que delas necessitam”, alerta-se na carta dirigida ao reitor por deliberação da Assembleia Geral de Estudantes.

“A AEFLUP opõe-se veementemente a esta prática por considerar que, a verificar-se, poderá estabelecer um precedente notoriamente nefasto para a comunidade estudantil da U. Porto. Assim sendo, os estudantes requerem a revogação da decisão de encerramento das faculdades e, em concreto, das suas bibliotecas, entre os dias 23 e 31 de dezembro, e nos sábados 21 de dezembro e 04 de janeiro”, acrescenta-se no documento.

“Estudam na U. Porto largas centenas de indivíduos que habitam nas seis residências estudantis, edifícios que geralmente carecem de locais apropriados ao estudo. Sendo que cinco dessas infraestruturas se situam a menos de 20 minutos de caminhada da FLUP (duas delas a menos de três), as salas da Faculdade e a Biblioteca são dois dos locais de eleição dos seus residentes para preparar os exames, pesquisar e realizar trabalhos”, explica a AEFLUP.

O encerramento das Bibliotecas “levanta um problema com uma gravidade ainda superior, que advém do próprio serviço nelas prestado: a disponibilização de livros que os estudantes podem consultar e requisitar”, destaca a AEFLUP.

A entidade representativa dos estudantes alerta que este procedimento “é completamente oposto à prática vigente em universidades como Harvard, Sydney ou Cambridge, que durante os períodos equivalentes alargam os horários de funcionamento das bibliotecas de modo a proporcionar aos seus estudantes todas as ferramentas contributivas para o sucesso académico”.

“No caso particular da Biblioteca Central da FLUP, nestas alturas o horário de funcionamento é reduzido em quase quatro horas ou, inédita decisão, a biblioteca é efetivamente encerrada durante uma semana. Pior situação económica, ou menos respeito e preocupação com os alunos?”, questiona a AEFLUP.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …