Universidade garante que estudo sobre SIRESP não é do instituto que o assina

A Universidade de Aveiro recusa que o Instituto de Telecomunicações seja o autor do relatório entregue ao Governo e que arrasa o Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP).

De acordo com a TSF, o documento mostra que o documento enviado ao Ministério da Administração Interna é apresentado como sendo feito pelo Instituto de Telecomunicações (IT) e além do símbolo do IT são apresentados, entre outros, os símbolos da Universidade de Aveiro, do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa e da Altice Labs (uma empresa de inovação tecnológica do grupo Altice que ainda é dono da maioria do SIRESP).

O IT é uma organização privada, não lucrativa, de interesse público que resulta de uma parceria de nove instituições, entre elas várias universidades e algumas empresas de tecnologia como a Altice Labs.

Porém, o reitor da Universidade de Aveiro, Paulo Jorge Ferreira, disse à TSF que não é correto apresentar o IT e a sua Universidade como autores do estudo sobre o SIRESP pois nunca este instituto foi convidado pelo Governo a fazer esse trabalho.

Paulo Jorge Ferreira admite que é verdade que o presidente do IT presidia também ao grupo de trabalho nomeado pelo Governo, mas sublinha que tal como outros nomes Carlos Salema não foi nomeado nessa qualidade, mas sim a título pessoal enquanto especialista no assunto.  Carlos Salema é professor do Instituto Superior Técnico e presidente da Academia das Ciências e no despacho nunca é referido o Instituto de Comunicações.

O reitor da Universidade de Aveiro admite que espera um esclarecimento para que se perceba o que se passou pois garante que o IT não teve nada a ver com o estudo.

No dia 27 de junho, Salema reagiu às críticas do presidente da Altice Portugal, que considerou que o relatório do grupo de trabalho demonstra “um profundo desconhecimento” da realidade do país e até alguma “ignorância”.

“As soluções que propusemos são muito mais seguras do que as soluções atuais da Altice, sobretudo em regiões sujeitas a fogos florestais”, disse aos jornalistas o presidente do grupo de trabalho, após ter apresentado na Comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias as conclusões de um relatório sobre o SIRESP.

O mesmo responsável avançou que o grupo de trabalho propõe como solução alternativa “a utilização de infraestruturas públicas de comunicações”. Questionado se esta solução é mais barata, respondeu que não estudam custos, mas que “é muito seguro”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Independetemente de ter sido feito a título pessoal, ou não, está visto que o relatório está bem feito e pôs a mão na ferida – até porque a Altice tem feito tudo para o descredibilizar!…

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …