Unidade paramilitar do apartheid foi concebida para espalhar SIDA na população negra

Alexey Kashpersky

Conceito artístico do VIH criado pelo designer ucraniano Alexey Kashpersky

Uma unidade paramilitar sul-africana que operou durante o apartheid foi concebida para infetar com SIDA a população negra do país e em Moçambique.

Antigos elementos do grupo terão atuado a mando de Keith Maxwell, o excêntrico líder do sombrio Instituto Sul-Africano de Investigação Marítima, que defendia um país de maioria branca, onde “os excessos dos anos 60,70 e 80 não teriam lugar no mundo pós-SIDA”.

O líder do grupo é acusado de se ter apresentado como um médico filantropo para dar falsas injeções aos cidadãos sul-africanos negros.

“Uma sombria unidade paramilitar da era apartheid foi planeada para infetar a população negra”, escreve o jornal The Independent, a propósito do documentário intitulado “Cold Case Hammarskjold”.

Um ex-elemento do instituto disse que o grupo “espalhou o vírus” a mando de Maxwell. Falando aos autores daquele documentário, o ex-oficial dos serviços secretos do instituto Alexandre Jones disse que Maxwell, que tinha poucas qualificações médicas, se estabeleceu como médico tratando negros pobres sul-africanos.

“Qual a maneira mais fácil de obter uma cobaia, quando se vive num regime de apartheid?”, afirmou Jones para o documentário. “As pessoas negras não tinham direitos, precisavam de cuidados médicos. Há um filantropo branco que chega e diz ‘vou abrir estas clínicas e tratar-vos’ e, no entanto, é apenas um lobo com pele de cordeiro”, relatou.

Os autores do documentário encontraram uma placa anunciando os serviços de um “Dr. Maxwell” em Putfontein, perto de Joanesburgo, e falaram com habitantes locais, que se lembram de um homem que tinha um monopólio virtual na área da saúde, apesar de oferecer estranhos tratamentos.

Jones disse que o SAIMR também atuou fora da África do Sul, referindo no documentário: “Estivemos envolvidos em Moçambique, espalhando o vírus da SIDA através de condições clínicas”. Acredita-se que o SAIRM tinha ligações secretas com as forças armadas do apartheid na África do Sul.

Foi também acusado de trabalhar com os serviços secretos britânicos e a norte-americana CIA para assassinar o secretário-geral das Nações Unidas Dag Hammarskjold. O secretário-geral de nacionalidade sueca, um apoiante da descolonização, morreu em circunstâncias misteriosas quando o avião em que seguia explodiu antes de aterrar na Zâmbia, em 1961.

Em 1998, a Comissão de Verdade e Reconciliação pós apartheid da África do Sul revelou ter encontrado cartas em papel timbrado do SAIMR que pareciam sugerir que os serviços secretos britânicos e a CIA tinham concordado que “Hammarskjold devia ser removido”.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. que nojo, ao que esta gente rasca consegue chegar. a níveis tão baixos e porcos que nem as cobras os conseguem igualar. cá mandam os pretos para a terra deles, na terra deles exterminam-nos para lhes ficarem com as riquezas, nem o hitler chegou tão baixo. isto é a fotografia dessa direita indigente onde abundam as cristas.

  2. agora falta um artigo sobre o criminoso casal Mandela, que matou negros e brancos que não seguiam a sua cartilha, que colocou bombas, terrorismo puro.

    terrorismo que hoje continua e ainda pior com os actuais corruptos no poder.

  3. Nossa, certas coisas não vale lembrar, anos 70, era só um garoto, mas as senas de horror estampadas em todos jornais da época que se referia à África do Sul eram horripilantes, incrível as manchetes só falavam de mortes de negros. Essa população foi massacrada, roubada, tudo que era maldade foi feita com esse povo, foi muito triste. Alguns espertalhões brancos aproveitaram de algo peculiar da cultura de algumas tribos sua africanas e introduziram esses tais viros, infelizmente não é só uma teoria da conspiração, algo realmente que aconteceu quase que no continente todo. Milhões morreram infectados com viros Hiv, infectaram outros milhares, só não destruíram o continente por que não depende daqueles homens maus a destruição daquele povo.

RESPONDER

Rui Rio continua "em ponderação" e não anunciará qualquer decisão na quarta-feira

A Comissão Política Nacional do PSD vai reunir-se na próxima quarta-feira, mas o presidente do partido não falará ainda publicamente sobre o seu futuro político e continua “em ponderação”, disse à Lusa fonte oficial social-democrata. Segundo …

Ministério nega "situação anómala" de alunos ainda sem professores

Milhares de alunos continuam sem professores um mês depois de as aulas terem começado e o Ministério da Educação diz não ter sido informado de qualquer “situação anómala ou de uma falta sistémica de docentes”. Ainda …

Gage Skidmore

John Bolton denunciou pressão sobre a Ucrânia dois meses antes de sair da Casa Branca

John Bolton, o antigo conselheiro de Segurança Nacional norte-americano que saiu do cargo em setembro em confronto com Donald Trump, fez saber aos advogados da Casa Branca, em julho, que estava em curso uma campanha …

Homem que violava e trancava mulher sem comida tinha sido absolvido do mesmo crime

Um homem de 38 anos que ficou em prisão preventiva por suspeitas de crimes de violência doméstica agravada, violação e sequestro agravado contra a companheira, já tinha sido absolvido antes pela prática do mesmo crime …

Portugal é dos países da UE que mais progrediram na igualdade de género

Portugal está a progredir para uma plena igualdade de género mais rapidamente do que a média da União Europeia, revela o Instituto Europeu para a Igualdade de Género, que coloca o país em 16.º posição, …

"Sem água potável e a urinar em latas". Assim vivem os seguranças dos jogadores do Real Madrid

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) de Espanha, um sindicato operário, denuncia as "péssimas condições" laborais dos seguranças que fazem vigilância a alguns jogadores do Real Madrid, nas suas moradias particulares. "Não há 'guaritas' de vigilância …

Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar

O ex-eurodeputado socialista Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar, no executivo de António Costa. A notícia foi avançada pela Antena Um/Açores e confirmada pelo Diário de Notícias.  Doutorado em Biologia pela Universidade …

Ex-presidente da Câmara da Covilhã começa a ser julgado por peculato

O antigo presidente da Câmara da Covilhã e também ex-vice-presidente do partido Aliança começa, esta terça-feira, a ser julgado em Castelo Branco, acusado de peculato e prevaricação. A SIC noticiou no fim-de-semana de 16 e 17 …

Dois anos depois dos fogos, há mais de 200 casas excluídas do processo de reconstrução

Dois anos depois dos incêndios na zona centro do país, mais de 200 casas de primeira habitação continuam excluídas do processo de reconstrução. Apesar de as obras estarem licenciadas, as habitações foram chumbadas pela Comissão de …

Professor que pediu dinheiro emprestado para se inscrever como candidato é o novo Presidente da Tunísia

Kais Saied, um professor de Direito reformado, conservador e visto como um homem intocado por qualquer suspeita de corrupção, vai ser o próximo Presidente da Tunísia, segundo os resultados à boca das urnas publicados na …