“Um tsunami de dívidas”. O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis.

A pandemia de covid-19 não só está a deixar a nossa saúde em risco, como também está a ter um efeito devastador a nível económico. A economia mundial deve a si mesma quase quatro vezes a sua produção anual e avizinha-se uma “bolha de dívida”, que se prevê que atinja os 277 mil milhões de dólares no final do ano.

O mundo está a sofrer um “ataque do tsunami de dívidas”, segundo o Instituto Internacional de Finanças (IIF). Segundo a Newsweek, nunca antes a dívida foi tão alta como número total nem tão alta como uma percentagem desde o rescaldo da Segunda Guerra Mundial.

“A dívida é um problema administrável. Isto não quer dizer que haja riscos significativos associados ao acúmulo de dívidas – os mais óbvios são os governos que procuram reduzir o peso real da dívida inflacionando-a, deixando de pagar as suas dívidas ou uma crise exigindo austeridade significativa – mas os custos de financiamento são incrivelmente baixos”, explica Ian Stewart, economista-chefe da Deloitte Reino Unido.

Ethan Ilzetzki, professor na London School of Economics, considera que “não é útil pensar em dívida como algo bom ou mau”. Em declarações à Newsweek, o economista explica que “a dívida serve ao propósito de permitir que os países e as pessoas tenham a hipótese de fazer as coisas na altura em que querem, em vez de quando as receitas chegarem”.

“Este é exatamente o tipo de altura para o qual a dívida pública foi projetada – guerras, pandemias, recessões massivas”, acrescentou. “Os governos deveriam acelerar os gastos praticamente a qualquer custo, dadas as atuais circunstâncias por causa da profundidade da recessão que enfrentamos e preocupar-se com as consequências no futuro”.

Face à pandemia, os líderes da União Europeia acordaram um fundo de 750 mil milhões de euros para fornecer subsídios e empréstimos aos países mais afetados.

“A decisão tomada sobre o enorme pacote de resgate com muito dinheiro alemão cruzou algumas linhas vermelhas até então invioláveis com o quanto eles estão a investir” disse Sir Kim Darroch, ex-representante permanente do Reino Unido na UE e ex-embaixador dos EUA.

“Eles [os alemães] opuseram-se à transferência de recursos para os países mais pobres da UE, mas este pacote de recursos parece um grande passo nessa direção. Talvez seja o último grande ato de governança de Merkel”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Esta “economia” capitalista é uma ilusão. Mais do que o lucro, é a gestão sustentável dos recursos e uma mudança do paradigma de consumo, o foco de uma economia com futuro. Estas dívidas são impagáveis dentro de qualquer paradigma e um verdadeiro vidro de fumo dos principais problemas.

RESPONDER

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …

Reino Unido já vacinou quase 6 milhões. Alemanha aumenta controlo nas fronteiras

O Reino Unido já administrou a primeira das duas doses da vacina contra o novo coronavírus em cerca de seis milhões de pessoas, quando o número de mortes no país devido à pandemia está perto …

Polícia desmantela rede de tráfico internacional de armas (e descobre santuário dedicado a Hitler)

Em dezembro, as autoridades espanholas conseguiram desmantelar uma rede ilegal de armas que operava em toda a Europa, e acabou por capturar os traficantes. O que a polícia não esperava era encontrar um armazém cheio …

Diminuição da esperança média de vida é "consequência inevitável" da pandemia

A esperança média de vida em Portugal vai necessariamente diminuir em consequência da pandemia de covid-19, defendeu um especialista, explicando que isso decorre do efeito combinado da morte de idosos, mas também de jovens em …

Novo estudo explica a importância de esterilizar os gatos antes da adolescência

Um novo estudo sugere que a idade de esterilização dos gatos deve ser antecipada de seis para quatro meses, com o objetivo de prevenir ninhadas indesejadas de gatinhos, que muitas das vezes acabam por ser …

Publicidade do Pingo Doce a promoções viola a lei do confinamento

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica está a avaliar incumprimento que visa aumentar clientes em loja durante o fim de semana. Os supermercados da Jerónimo Martins estão a publicitar promoções numa altura em que …

A tomada de posse de Joe Biden deixou os apoiantes do QAnon sem rumo

Com a tomada de posse de Joe Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos, esta quarta-feira, a frustração começou a infiltrar-se entre os apoiantes do QAnon. O QAnon é um movimento nascido, em 2017, no seio …

Pela quarta vez em quase 50 anos, gelo cobriu o deserto do Saara

Na terça-feira passada, um dos lugares mais secos do mundo acordou com uma geada sobrenatural. Foi apenas a quarta vez em quase 50 anos. No deserto do Saara, no noroeste da Argélia, nos arredores da cidade …