“Um péssimo orçamento”. Teodora Cardoso arrasa OE2021 e realça “os estragos” que provoca

CFP

Teodora Cardoso, presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP)

A antiga presidente do Conselho das Finanças Públicas, Teodora Cardoso, critica duramente o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) aprovado no Parlamento, considerando que é “péssimo” e apontando “os riscos” que acarreta.

“Este é, a todos os títulos, um péssimo orçamento, que se integra numa longa e quase ininterrupta série de maus orçamentos“, começa por salientar Teodora Cardoso num artigo de opinião intitulado “Os riscos de um mau orçamento” que é publicado no Jornal de Negócios.

A economista sublinha que os comentadores políticos identificaram “o risco da eclosão de uma crise política a mais ou menos curto prazo”, mas que não falaram de “um outro risco, também político: o da contradição entre o acentuar da dependência da governação relativamente a partidos declaradamente antieuropeístas e a dramática dependência financeira relativamente à Europa”.

Riscos estes que são “agravados pelos que as decisões orçamentais fazem pesar sobre a economia e a sociedade“, aponta ainda a antiga líder do Conselho das Finanças Públicas (CFP).

“E convém termos presente que o argumento cínico de que a União Europeia não pode deixar cair um dos seus membros só nos afunda“, argumenta também.

“Um mau orçamento causa grandes estragos: ignora os impactos das decisões de despesa, para além da aprovação dos potenciais eleitores; aumenta receitas apenas com vista a cobrir despesas, sem olhar ao seu impacto económico; acaba no reforço do endividamento, que pesa sobre os orçamentos futuros e conduz à dependência financeira que bem conhecemos”, analisa Teodora Cardoso.

E os “principais estragos” que provoca são “económicos porque favorecem a má atribuição de recursos na economia e, por consequência, inibem o crescimento económico sólido e a capacidade de pôr em prática políticas de estabilização efectivas”, considera ainda.

Além disso, os “estragos” são também “sociais porque uma economia que não cresce e se endivida não tem meios para sustentar políticas sociais eficazes”, sublinha.

Pelo meio, “na tentativa de ocultar défices, acumula práticas danosas e problemas contabilísticos que, mais cedo ou mais tarde, ficam a descoberto, agravando as crises e a perda de credibilidade face aos credores e doadores”, constata também a economista.

Teodora Cardoso destaca ainda que o OE2021 “não presta qualquer informação – para além de intenções – quanto aos resultados que os diferentes serviços devem alcançar com as dotações que lhes são atribuídas”.

Portugal é, a par com a Grécia e o Luxemburgo, um dos três, entre os 37 países desenvolvidos que a [OCDE] integra, que não dispõem de qualquer forma de orçamento de desempenho, ou seja, do instrumento necessário para viabilizar a sua avaliação”, analisa a economista, concluindo que “uma avaliação objectiva só se torna possível quando um choque torna claro que a realidade ficou aquém das intenções”.

Além disso, o orçamento também não inclui “relatórios específicos sobre riscos orçamentais ou sobre estabilidade financeira”. “Os actuais problemas do SNS [Serviço Nacional de Saúde] e do sistema de protecção social mostram as consequências deste estado de coisas que, a manter-se, estendê-las-á ao sistema de pensões”, alerta.

ZAP //

PARTILHAR

29 COMENTÁRIOS

  1. bons orçamentos eram os do Passos. O grande aumento de impostos… Vai catar chatos, ó Teodora. Orçamentos de empobrecer tivemos os do Passos, e esses nós vimos bem o efeito na economia e na vida das pessoas.

    • O grande aumento de impostos ainda existe dos tempos do passos que os lançou por exigência da troika chamada pela corja “socialista”. Nunca a carga de impostos foi tão grande como agora.

      • E ainda bem que a carga fiscal é grande! Porque estava a ser conseguida por via do aumento da receita com o aumento do consumo.
        Mas isso não importa dizer não é? Importa é lançar a confusão e a desconfiança!
        Algo que a direita sempre soube fazer aqui e em todo o lado do mundo!

  2. Mas o raio da velha nunca mais apanha o Covid-19 e deixa o Governo em paz?…
    Ela parece mesmo a guardiã da campa rasa do amigo Salazar!
    Que sabe de Finanças no século XXI, se o que aprendeu foi na Idade da Pedra?
    Por favor, não lhe dêem atenção e espaço jornalístico!

  3. Só podia mesmo ser o Jornal de Negócios da Extrema Direita a dar palco a esta megera anquilosada, retrógrada e com os seus conhecimentos contabilísticos da Idade do Gelo!

  4. O problema é que o ENORME aumento de impostos de Passos não só está a dar um grande jeito a este governo, como o governo aproveita para aumentar os impostos todos os anos. Julgam que estas “ofertas” ficam “de borla”?: – Livros gratuitos a cada vez mais alunos, Layoff a 100%, funcionários em casa há 9 meses sem tarefas, aumentos salariais, redução horário de trabalho p/ 35 horas… Não digo que algumas medidas não sejam justas, mas alguém as tem de pagar!

  5. Minha Senhora. O seu grande amigo e companhon de route precisa de companhia, sente-se muito só. Acho que seria um ato amistoso da sua parte conversar com ele, e assim escusava de escrever tantos dislates.

  6. Que bonitos comentários estes!
    Tudo é perfeito se o (des)governo “der” , mesmo que não lhe pertença!
    Tudo é perfeito quando olhamos o próprio umbigo!
    Com toda a certeza, esta senhora sabe muito mais sobre o assunto, que qualquer um de nós um dia saberá!
    Enfim coisas de humanos!

    • Coisas de quem também está por dentro do assunto e sabe do que fala. Não vi esta “senhora” dizer mal dos OE do passos coelho. Engraçado, quando esse melro destruiu o emprego, mandou emigrar os jovens, aumentou impostos, cortou feriados nacionais, etc., etc., etc.. Pois, as palas servem não só às bestas como a muitos humanos…

      • Agradeça ao 44 e gangue. O outro fez o que fez porque o país não tinha dinheiro nem para pagar os salários do mês seguinte. Essa é que é a verdade.

    • saberá? hummm ou então não!
      O problema desta senhora é deixar que as convicções politicas lhe toldem o pensamento que já é pouco!
      De isenta nunca teve nada, que digam os seus tempos de JSD.

  7. Engraçado ver aqui tanto tachista perto de perder o tacho. É pena que estes brutos, sem qualquer conhecimento venham aqui atacar a pessoa e não as suas posições. Esta senhora domina por completo esta matéria. Eu sou licenciado em Economia, tenho inúmeras pós-graduações e mestrados e mesmo assim estou a anos luz do conhecimento que esta senhora tem. No entanto, acho que até um leigo percebe que este orçamento é uma asneira pegada.

    • Deves ser ser tão licenciado em economia como o Jorge Jesus em literatura.
      É tão cómico ver pessoal que não percebe nada do que falam, virem aqui falar com a necessidade de mostrar para que tenha o reconhecimento dos outros, quando na realidade são umas autênticas fraudes!
      Inúmeras pós graduações e mestrados, até o passos mentia melhor!

  8. Como de costume ,quem alerta para a realidade do nosso desgoverno é logo atacado pelos apaziguados do poder.
    Não podem permitir que alguém vá contra ao que “vendem” ao povo e alerte o mesmo pelas tropelias cometidas.

    • Pois é bem verdade, “…os mamões ficam chateados…” e pior do que isso, são os iluminados que para aqui vêm botar faladura, como que sejam eles mais entendidos que é entendido no assunto de economia pública. Infelizmente em Portugal, polulam os “bitaiteira’s”, os “manuel silva”, “luizes estrelas, cornos d’áfrica e muitos mais, que não sabendo (não sabem porque não lhes interessa e como não têm onde caír mortos não acham que devam saber), que não sabendo o quanto custa comprar carro e continuar a pagar ao estado o que nunca lhe deveu, comprar casa pagá-la ao dono que a vendeu e ter de pagar ao estado aquilo que nunca lhe deveu, ter necessidade de ganhar o pão nosso de cada dia longe de casa e ter de utilizar viatura própria para essas deslocações e as estradas que foram criadas para ajudar a desenvolver certas populações mais desgraçadas e que acabamos por pagar com os impostos e ter de pagar para andar nelas…isto são pessoas pagas e treinadas para virem desestabilizar. Mas a mim não me comem por lôrpa, que eu sei bem demais quem eles são : socialistas á espera de mama que se deixam levar pelas falinhas mansas e conversas da treta do babusha e são os comunistas, que acham que os patrões têm de lhes pagar para eles estarem na taberna a beber e não fazerem nada em prol da terra onde vivem. Mas é tudo gente que na hora se diz ser português; que na hora estão prontos para as arruadas; estão prontos para maldizer daqueles que ainda fazem algo por este País chamado Portugal. Com a sua iniciativa e com os seus impostos.

      • Não estás sozinho(a) amigo(a)… A boa notícia é que brisas de mudança pairam no ar… E é por isso é que essa gente chupista, moinante e caloteira fica nervosa…

  9. Nao existe problema e nao se pode falar!? Erro de toda politica portuguesa. Ignorar a realidade do pais. Para aqui vem muitos ‘pau mandado’, uma especie de em desempregado pago para escrever qualquer coisa para lavar cabeca a burros…Manipulacao e corrupcao nao se fala, silencio… Cuidado que eles veem ai….
    Na realidade falam falam mas ta ficando um pais bonito, ta mesmo….Portugal portugal no que tornaste….

  10. Quando mais uma vez chegar a hora de apertar o sinto e tocar a pagar de novo os desvarios de agora lá estarão na primeira linha os apoiantes de hoje culpabilizando o curandeiro esquecendo os erros do passado, os oportunistas do costume!

  11. O mal de Teodora é:
    1. Escola economista antiga, com rigidez orçamental
    2. Rigidez orçamental que penaliza sempre os pobres e desfavorecidos, mas isso, segundo as pessoas como esta senhora, é inelutave, “a vida é assim”, “será sempre assim”. Um estado “bom samaritano”, é uma deturpação da ideia original (!)
    3. A senhora desconfia sempre de qualquer coisa mais cor de rosa, é assim!
    4. Para ela, as unicas pessoas serias não são politicos, ou então são os politicos já reformados
    5. Enfim, tanta sabedoria acaba por não valer grande coisa para o País
    Também ninguém está preocupado

  12. Até que enfim que alguém escreve ou fala seriamente das coisas e não mede as palavras para não magoar GRANDE Mulher e que eu saiba não é de direita, mas justa. Alerta no presente para factos que vão acontecer no futuro se nada for feito.
    Se o que foi escrito não é real venha o senhor ministro das finanças desmontar ponto a ponto e que não sejam os teóricos apaixonadamente partidários ou oportunistas falar do que não sabem. Se um conselho de administração de uma empresa apresentasse um orcamento previsional sem justificar bem a origem das receitas e as despesas era colocado na rua imediatamente. FALTAM HOMENS E MULHERES COM SABEDORIA É SÉRIOS E DESINTERESSADOS QUE VENHAM POR ORDEM NESTA Barraca, porque os que lá estão da estrema esquerda a direita não dizem a realidade estão constantemente a pensar no seu TACHO. Tenho dito

  13. Grande Senhora é esta que, apesar de lhe ser atribuída uma conotação com o PS, nunca deixou de emitir a sua opinião sempre com a justeza dos números e nunca de forma adulterada pela cor. Fez muitos alertas e continua a fazê-lo com todo o direito, apesar de a sua visão ser contra àqueles que orbitam e se aproveitam das benesses que o governo vai, no seu objetivo eleitoral, atribuindo a uns, em prejuízo de outros.
    Por isso, considero ignóbeis alguns comentários aqui feitos, em relação à Dra Teodora Cardoso, o que me fez lembrar, no tempo do Sócrates, a primeira voz que então se levantou contra os desmandos deste, da Dra Manuela Ferreira Leite, também ela vítima de uma campanha caluniosa, quando, afinal, se veio a saber, mais tarde, que tinha toda a razão sobre o caminho que o Sócrates estava a levar o país.
    Passo o termo, com todo o respeito “A velha viu muito mais à frente, do que os seus críticos na altura”
    Por outro lado, é de perguntar se faz algum sentido que o OE 2021 seja aprovado com um partido que sempre foi e é contra a UE, mas não lhe deixa de estender a mão e reclamar sempre mais ajudas. Pobre país … e quem assim pensa…

RESPONDER

Itália vai processar Pfizer e AstraZeneca devido a atrasos nas vacinas. UE pede "transparência"

A Itália vai processar a Pfizer Inc e a AstraZeneca devido aos atrasos na entrega das vacinas contra a covid-19 e para garantir os fornecimentos – não para obter compensações, disse neste domingo o ministro …

Declínio cognitivo relacionado com a idade pode ser reversível

Cientistas conseguiram reverter em ratos o declínio cognitivo causado pelo envelhecimento. O objetivo dos investigadores é que as farmacêuticas baseiem-se neste estudo para criar um composto que possa ser administrado em humanos. As células específicas do …

Afluência às urnas é menor (mas há mais votantes). Abstenção deverá ficar entre os 56 e 60%

A afluência às urnas às 16:00 nas presidenciais de hoje em Portugal, 35,4%, é a segunda mais baixa desde as eleições de 2006, ano em que este número passou a ser divulgado pela administração eleitoral. Esta …

Reino Unido já vacinou quase 6 milhões. Alemanha aumenta controlo nas fronteiras

O Reino Unido já administrou a primeira das duas doses da vacina contra o novo coronavírus em cerca de seis milhões de pessoas, quando o número de mortes no país devido à pandemia está perto …

Polícia desmantela rede de tráfico internacional de armas (e descobre santuário dedicado a Hitler)

Em dezembro, as autoridades espanholas conseguiram desmantelar uma rede ilegal de armas que operava em toda a Europa, e acabou por capturar os traficantes. O que a polícia não esperava era encontrar um armazém cheio …

Diminuição da esperança média de vida é "consequência inevitável" da pandemia

A esperança média de vida em Portugal vai necessariamente diminuir em consequência da pandemia de covid-19, defendeu um especialista, explicando que isso decorre do efeito combinado da morte de idosos, mas também de jovens em …

Novo estudo explica a importância de esterilizar os gatos antes da adolescência

Um novo estudo sugere que a idade de esterilização dos gatos deve ser antecipada de seis para quatro meses, com o objetivo de prevenir ninhadas indesejadas de gatinhos, que muitas das vezes acabam por ser …

Publicidade do Pingo Doce a promoções viola a lei do confinamento

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica está a avaliar incumprimento que visa aumentar clientes em loja durante o fim de semana. Os supermercados da Jerónimo Martins estão a publicitar promoções numa altura em que …

A tomada de posse de Joe Biden deixou os apoiantes do QAnon sem rumo

Com a tomada de posse de Joe Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos, esta quarta-feira, a frustração começou a infiltrar-se entre os apoiantes do QAnon. O QAnon é um movimento nascido, em 2017, no seio …

Pela quarta vez em quase 50 anos, gelo cobriu o deserto do Saara

Na terça-feira passada, um dos lugares mais secos do mundo acordou com uma geada sobrenatural. Foi apenas a quarta vez em quase 50 anos. No deserto do Saara, no noroeste da Argélia, nos arredores da cidade …