Um morto e dez feridos no atropelamento em Londres. Todas as vítimas são muçulmanas

Ritvik Carvalho / Reuters

Agentes da polícia em Finsbury Park após atropelamento junto a uma mesquita

Agentes da polícia em Finsbury Park após atropelamento junto a uma mesquita

Todas as vítimas do atropelamento desta madrugada junto a uma mesquita em Londres, em que uma carrinha atropelou vários peões fazendo um morto e dez feridos, “são muçulmanos”, indicou um responsável da unidade de contraterrorismo da polícia britânica.

“Todas as vítimas fazem parte da comunidade muçulmana”, disse Neil Basu, subcomandante da Scotland Yard, numa conferência de imprensa na capital britânica, esclarecendo que a polícia considera ter-se tratado de um atentado terrorista, atendendo ao método utilizado, e precisando que não foi ainda determinado se a morte de um homem no local está ou não ligada ao ataque.

O mesmo responsável revelou que, de momento, a polícia acredita que o ataque junto à mesquita de Finsbury Park, no norte de Londres, foi levado a cabo por apenas um homem, que conduziu uma carrinha contra um grupo de fiéis que abandonavam o local de culto, depois de finalizarem as suas orações.

Oito dos feridos deram entrada em três hospitais da capital britânica e dois dos quais encontram-se em “estado crítico”. Outros dois feridos foram tratados no local do ataque, sem necessidade de hospitalização.

“Este foi um ataque contra Londres e contra todos os londrinos e devemos permanecer unidos contra todos estes extremistas”, afirmou Basu, citado pela agência EFE.

A polícia britânica não descarta, por agora, nenhuma hipótese e mantém “o espírito aberto” em relação ao motivo “por detrás da agressão”, acrescentou o agente da Polícia Metropolitana de Londres (Met).

Um homem de 48 anos, o alegado agressor, foi detido pela multidão depois do ataque, continua sob custódia da polícia e “não foram identificados outros suspeitos”, disse Basu.

O detido foi levado a um hospital como medida de precaução, e, assim que recebeu alta, foi levado pela polícia para ser interrogado.

O incidente ocorreu pelas 00h20 locais, a mesma hora em Portugal, no final das orações da meia-noite do mês sagrado do Ramadão.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, presidirá hoje a uma reunião da chamada Comissão de Emergência Cobra, formada pelos principais ministros e representantes das forças de segurança britânicas, para abordar o ataque junto à mesquita.

“A polícia confirmou que [o incidente] estava a ser tratado como um potencial ataque terrorista”, indicou a primeira-ministra, num breve comunicado.

O secretário-geral do Conselho Muçulmano Britânico (MCB), Harun Khan, afirmou que o atropelamento, ocorrido depois das orações do Ramadão, foi intencional.

Testemunhas citadas pelos media também indicaram que a carrinha branca investiu contra um grupo de fiéis de propósito.

ZAP // Lusa

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

Santa Casa alerta para falsos dados sobre donativos

A Santa Casa da Misericórdia de Pedrógão Grande alertou esta quinta-feira para "informações falsas" que estão a circular relativas a donativos monetários e à doação de bens, sugerindo que quem quiser ajudar contacte diretamente a …

Emmanuel Macron

Macron avisa que a França irá bombardear a Síria se forem usadas armas químicas

O presidente francês, Emmanuel Macron, avisou que a França intervirá militarmente para bombardear os depósitos de armas químicas se as mesmas forem utilizadas na Síria, mesmo se tiver que agir sozinho. "Se ficar demonstrado que foram …

António Costa

"Haverá necessariamente inquérito final" ao incêndio, diz Costa

O primeiro-ministro disse, esta quinta-feira, que se vai realizar "um inquérito final" quando o incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande terminar, sublinhando que é "essencial apurar cabalmente tudo o que aconteceu". "Haverá necessariamente um …

-

Pelo menos 29 mortos e 60 feridos em atentado suicida no Afeganistão

Pelo menos 29 pessoas, na maioria civis, morreram e outras 60 ficaram feridas em consequência de um atentado suicida perpetrado com um carro carregado de explosivos à entrada de uma dependência bancária no sul do …

Bombeiros tentam combater o fogo na Serra da Arada, em São Pedro do Sul, Viseu

Sistema de Comunicações que falhou no incêndio vai custar 568 milhões ao Estado

"O que nasce torto nunca se endireita". O ditado popular aplica-se quase na perfeição ao Sistema de Comunicações que é usado por bombeiros e forças de segurança e que falhou durante o grande e trágico …

Mesquita de al Nouri em Mossul destruida

Estado Islâmico destrói a mesquita onde foi proclamado o califado

Da mesquita al Nouri de Mossul, no Iraque, restam agora apenas ruínas. As forças iraquianas confirmaram que o Estado Islâmico fez explodir a mesquita medieval, esta quarta-feira. Foi nessa mesma mesquita que agora aparece destruída, que …

-

Terrorista procurado há 43 anos detido em Fátima a rezar

A Polícia Judiciária deteve esta quarta-feira, em Fátima, um homem de nacionalidade italiana procurado pelas autoridades por ter cometido em 1974 um atentado com recurso a explosivos em Brescia, em Itália. O italiano estava a rezar …

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes

FC Porto acusa Benfica de espiar o telemóvel do presidente da Federação

As acusações do FC Porto, feitas através do director de comunicação do clube no Porto Canal, continuam e, desta feita, referem-se à alegada espionagem dos encarnados às SMS do actual presidente da Federação Portuguesa de …

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Trump escolheu banqueiro para o governo porque não queria "uma pessoa pobre"

Num encontro com simpatizantes no estado de Iowa esta quarta-feira, Donald Trump afirmou que não queria uma "pessoa pobre" a trabalhar na sua Administração. No evento, o presidente dos EUA disse também que, apesar de …

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa

Constança Urbano de Sousa não se demite porque seria uma "atitude cobarde"

A ministra da Administração Interna afirmou, esta quarta-feira, que não ponderou a sua demissão e que, enquanto tiver a confiança do primeiro-ministro, não o vai fazer porque seria uma atitude cobarde. Em entrevista à RTP, a …