Um morto e dez feridos no atropelamento em Londres. Todas as vítimas são muçulmanas

Ritvik Carvalho / Reuters

Agentes da polícia em Finsbury Park após atropelamento junto a uma mesquita

Agentes da polícia em Finsbury Park após atropelamento junto a uma mesquita

Todas as vítimas do atropelamento desta madrugada junto a uma mesquita em Londres, em que uma carrinha atropelou vários peões fazendo um morto e dez feridos, “são muçulmanos”, indicou um responsável da unidade de contraterrorismo da polícia britânica.

“Todas as vítimas fazem parte da comunidade muçulmana”, disse Neil Basu, subcomandante da Scotland Yard, numa conferência de imprensa na capital britânica, esclarecendo que a polícia considera ter-se tratado de um atentado terrorista, atendendo ao método utilizado, e precisando que não foi ainda determinado se a morte de um homem no local está ou não ligada ao ataque.

O mesmo responsável revelou que, de momento, a polícia acredita que o ataque junto à mesquita de Finsbury Park, no norte de Londres, foi levado a cabo por apenas um homem, que conduziu uma carrinha contra um grupo de fiéis que abandonavam o local de culto, depois de finalizarem as suas orações.

Oito dos feridos deram entrada em três hospitais da capital britânica e dois dos quais encontram-se em “estado crítico”. Outros dois feridos foram tratados no local do ataque, sem necessidade de hospitalização.

“Este foi um ataque contra Londres e contra todos os londrinos e devemos permanecer unidos contra todos estes extremistas”, afirmou Basu, citado pela agência EFE.

A polícia britânica não descarta, por agora, nenhuma hipótese e mantém “o espírito aberto” em relação ao motivo “por detrás da agressão”, acrescentou o agente da Polícia Metropolitana de Londres (Met).

Um homem de 48 anos, o alegado agressor, foi detido pela multidão depois do ataque, continua sob custódia da polícia e “não foram identificados outros suspeitos”, disse Basu.

O detido foi levado a um hospital como medida de precaução, e, assim que recebeu alta, foi levado pela polícia para ser interrogado.

O incidente ocorreu pelas 00h20 locais, a mesma hora em Portugal, no final das orações da meia-noite do mês sagrado do Ramadão.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, presidirá hoje a uma reunião da chamada Comissão de Emergência Cobra, formada pelos principais ministros e representantes das forças de segurança britânicas, para abordar o ataque junto à mesquita.

“A polícia confirmou que [o incidente] estava a ser tratado como um potencial ataque terrorista”, indicou a primeira-ministra, num breve comunicado.

O secretário-geral do Conselho Muçulmano Britânico (MCB), Harun Khan, afirmou que o atropelamento, ocorrido depois das orações do Ramadão, foi intencional.

Testemunhas citadas pelos media também indicaram que a carrinha branca investiu contra um grupo de fiéis de propósito.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

AG para destituir Bruno de Carvalho marcada para 23 de junho

O presidente demissionário da Mesa da Assembleia-Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, disse hoje que ficou agendada uma Assembleia-Geral de destituição dos órgãos sociais do clube para 23 de junho. Após uma reunião entre os órgãos …

Câmara derrete enquanto fotografa lançamento de foguetão da NASA

Durante o lançamento do foguetão SpaceX Falcon 9, esta terça-feira, uma câmara fotográfica que filmava o momento derreteu. A câmara do fotógrafo da NASA Bill Ingalls estava a registar o lançamento do foguetão SpaceX Falcon 9 …

Faltam 4 meses para a nova lei. Só em 2017 canis abateram 12 mil animais

A nova lei que proíbe o abate nos canis entra em vigor em setembro deste ano. Só em 2017 os municípios portugueses abateram perto de 12 mil cães e gatos. Em setembro deste ano, a nova …

Chamas do vulcão Kilauea estão azuis

As chamas do Kilauea mudaram de cor. Agora estão azuis porque o vulcão está a emitir gás metano para a atmosfera. O vulcão Kilauea, no Estado norte-americano do Havai, não dá tréguas. as fissuras abertas pelas …

Bolsa de Nova Iorque tem uma mulher no comando pela primeira vez em 226 anos

Em 226 anos, a Bolsa de Valores de Nova Iorque nunca tinha tido uma mulher no comando. Stacey Cunningham, que entrou como estagiária em 1994, chegou agora ao topo da maior bolsa de valores dos …

Pensões vão aumentar seis ou dez euros a partir de agosto

O Governo aprovou, esta quinta-feira, o aumento extraordinário das pensões, de seis ou de dez euros, a partir de agosto, medida que já estava prevista no Orçamento do Estado para 2018, mas que tinha ainda …

Trump cancela cimeira com Kim Jong-un

Esta quinta-feira, o Presidente norte-americano cancelou a cimeira com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, prevista para 12 de junho em Singapura. Trump justifica o cancelamento da reunião pela "hostilidade" da Coreia do Norte. Donald Trump cancelou …

Número de casos de cancro vai aumentar 58% até 2035

O número de casos de cancro vai aumentar 58% em menos de 20 anos. O estilo de vida é um dos principais responsáveis deste aumento. Um relatório recente do Fundo Mundial para a Pesquisa do Cancro, …

Na Nigéria, as mulheres estão a ser violadas em troca de comida

Milhares de mulheres e meninas sobreviventes ao Boko Haram, que estão em campos de deslocados na Nigéria, têm sido alvo de abusos sexuais das forças de segurança que afirmam tê-las salvado, denuncia a Amnistia Internacional. Num …

Técnicos de diagnóstico e terapêutica em greve nacional até sexta-feira

A adesão à greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica nos hospitais de Norte a Sul do país estava, às 09h30, entre os 80% e os 90%, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública …