Um milhão de venezuelanos tomou Caracas e pediu referendo contra Maduro

Miguel Gutierrez / EPA

Venezuela: a "Tomada de Caracas", 1 de setembro de 2016

Venezuela: a “Tomada de Caracas”, 1 de setembro de 2016

Cerca de um milhão de opositores venezuelanos saíram esta quinta-feira às ruas de Caracas para protestar contra o governo de Nicolás Maduro e pedir a realização de um referendo constitucional para o retirar do poder.

A oposição venezuelana pretendia juntar um milhão de pessoas na “Tomada de Caracas” e congratulava-se esta quinta-feira por te-lo conseguido.

Apesar dos pesados controles impostos pelo governo de Maduro, pessoas de todos os cantos do país juntaram-se na capital venezuelana, muitos deles vestidos de branco ou com as cores amarelo, vermelho e azul, da bandeira nacional.

Os organizadores da manifestação, apelidada de “Tomada de Caracas”, esperavam mais de 1 milhão de participantes.

Este é o maior acto desde a onda de protestos populares realizado em fevereiro de 2014, que resultou na morte de mais de 40 pessoas, além da prisão de milhares de opositores.

A marcha realizou-se enquanto o governo de Nicolás Maduro procedia à detenção de diversos dirigentes opositores e à deportação de jornalistas estrangeiros que pretendiam cobrir o acto.

Eleito em 2013, Maduro é acusado de má administração pela oposição, que venceu as últimas eleições legislativas e detém uma maioria qualificada no Parlamento.

Actualmente, o país atravessa uma séria crise política e económica.

A Venezuela sofre uma inflação galopante – a maior da América Latina – acompanhada de uma enorme crise produtiva, problemas de distribuição de produtos de primeira necessidade, de um mercado atingido por medidas de restrição e regulamentação excessiva.

O país atravessa também uma séria crise de abastecimento de energia.

De acordo com a oposição, as autoridades eleitorais não estão a cumprir os prazos determinados por lei para dar andamento ao processo do referendo com o qual pretende tirar o presidente do poder.

A pressa da oposição justifica-se pelo facto de pretenderem que o processo se realize ainda neste ano.

Se o referendo se realizar apenas no próximo ano, mesmo que o “Não” a Maduro vença, o presidente apenas entrega o lugar ao seu vice-presidente, sem que haja novas eleições.

Maduro diz que “derrotou golpe de estado”

Em nota de imprensa divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores venezuelano, o presidente Maduro declarou que “a paz triunfou no país”.

(dv) Palácio Presidencial de Miraflores

Centenas de milhares de venezuelanos saíram também à rua para apoiar Maduro

Centenas de milhares de venezuelanos saíram também à rua para apoiar Maduro

“Posso dizer hoje, frente a Caracas, a Venezuela e ao mundo, que triunfámos. Continuemos pelo caminho do amor, da Constituição, da paz, da convivência e da luta. Continuemos no caminho do socialismo”, diz Nicolás Maduro.

O presidente venezuelano anunciou ainda que “o governo conseguiu derrotar o golpe de Estado que a oligarquia queria implantar” esta quinta-feira, e que “mergulharia o país na violência”.

Maduro reiterou o apelo para que os defensores do governo se mantenham nas ruas para defender a paz, a soberania, e a liberdade da nação.

O presidente bolivariano fez ainda um apelo à oposição para que “abandone o caminho da violência e do golpe de Estado”.

ZAP / ABr

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Também só quando está com fome, é que o povo se mexe
    para fazer alguma coisa.
    Caso contrário, deixa-se estar (na sua triste ignorância)…

  2. Um país rico em recursos caído nas mãos de um socialismo ditatorial, cego e retrógrado que está a levar o povo há maior das misérias.

RESPONDER

Messi substituído e surpreendido

Jogo contra o Lyon não estava a correr bem para o PSG e o treinador Mauricio Pochettino decidiu colocar Lionel Messi no banco de suplentes. O Paris Saint-Germain "sobreviveu" neste domingo - mas já sem Lionel …

“Este senhor é primeiro-ministro? Não, mas vai ser“. Em tempo de autárquicas, Pedro Nuno faz campanha dupla

Pedro Nuno Santos tem aproveitado a campanha autárquica para prosseguir a sua campanha interna. Um dia será sucessor de António Costa e a ocasião é perfeita para ganhar simpatizantes dentro do próprio partido. Entre sexta e …

Pelo menos oito mortos e seis feridos num tiroteio em universidade na Rússia

Pelo menos oito pessoas morreram e seis outras ficaram feridas após um atirador abrir fogo hoje numa universidade na cidade russa de Perm, segundo o Comité de Investigação da Rússia citado pela agência de notícias …

Vulcão nas Canárias em erupção e destrói casas. Cinzas podem chegar à Madeira

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou este domingo em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. A …

Cientistas queriam estudar a propagação das borboletas, mas criaram uma matriosca de parasitas

Objetivo dos cientistas era perceber, através da introdução da espécie de borboletas Glanville fritillary qual o seu poder de dispersão numa ilha finlandesa. No entanto, acabaram com um retrato alarmante para todos os investigadores que …

Marcelo encontra-se em Nova Iorque com Presidentes das Maldivas e Peru

O Presidente da República tem agendados encontros bilaterais com cinco chefes de Estado, em Nova Iorque, à margem da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), entre os quais os presidentes das Maldivas e …

Erupção do Fagradalsfjall dura há seis meses. É a mais longa na Islândia em 60 anos

A erupção vulcânica perto de Reykjavik se tornou a mais longa da história da Islândia desde 1960, marcando seis meses de expulsão de gás, pedra e lava no domingo (18). Milhares de espectadores ficaram maravilhados com …

Cientistas foram à procura de matéria escura e acabaram por encontrar energia escura

Uma equipa de cientistas foi à procura de matéria escura e pode ter encontrado energia escura em vez disso. Os investigadores querem ter a certeza que não foi uma casualidade. A energia escura é uma forma …

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …