Um em cada cinco alunos chumba ou desiste durante o secundário

Um em cada cinco alunos chumba ou desiste de estudar no ensino secundário e é no 12ª ano que o sucesso se revela mais complicado, indicam dados do Ministério da Educação e Ciência.

Entre os anos letivos de 2009/2010 e 2012/2013, 22% dos alunos do secundário inscritos em cursos cientifico-humanísticos não conseguiram fazer os três anos de escolaridade no tempo previsto, segundo a taxa de retenção ou desistência.

Nesta taxa, que mostra a percentagem de alunos que não transita para o ano seguinte, misturam-se os casos de quem reprova com aqueles que anulam a matrícula, por várias razões como desistirem de estudar ou abandonar o país.

Os dados, disponíveis a partir de hoje no site Infoescolas, mostram que o 12.º ano é o mais difícil, com 35% dos alunos a não conseguir terminá-lo com sucesso à primeira.

Olhando para a evolução ao longo dos três anos percebe-se que os alunos têm algumas dificuldades quando chegam ao 10.º ano (17% dos estudantes não passam ou desistem), mas no 11.º ano a situação melhora um pouco (taxa de retenção é de 13%).

No entanto, nos últimos anos, o insucesso escolar no 10ª ano diminuiu (de 18% para 16%), mas no 11º ano verificou-se a tendência oposta, com a taxa de retenção a subir de 12% para 14%.

Os municípios com mais problemas são Mogadouro (37%), Amadora e Ourique (ambos com 35%), Mora e Penamacor (34%) e Alter do Chão (33%), onde um em cada três alunos não consegue fazer o secundário em três anos.

Pampilhosa da Serra e Sines (ambos 30%) e Moita e Torre de Moncorvo (31%) são outros dos distritos mais preocupantes.

Alguns municípios repetem-se quando se olha apenas para os resultados do 12.º ano, onde mais de metade dos alunos não conseguiu concluir o último ano de ensino à primeira: Alter de Chão volta a destacar-se pela negativa com 61% dos alunos a não conseguir fazer o último ano à primeira, seguindo-se Mogadouro e Mação (55%) e Amadora (52%).

Entre as zonas do país com mais sucesso escolar surgem apenas seis municípios com taxas abaixo dos 15%, com destaque para Murtosa, onde apenas um em cada dez alunos (10%) não consegue fazer este ciclo de ensino nos três anos previstos.

Depois, surge o Entroncamento (11%) e Moimenta da Beira (13%) e, com uma taxa de 14%, os municípios de Armamar, Ponte de Lima, Paredes de Coura, São Brás de Alportel, Carrazeda de Ansiães, Mira e Arruda dos Vinhos.

Nelas, Monção, Manteigas, Arouca, Oliveira de Azeméis, Ansião e Batalha são as zonas do país onde se registaram 15% de retenções ou desistências.

Num universo de 244 municípios analisados, 105 tiveram taxas de reprovação e desistência acima da média, 124 a baixo e 15 autarquias ficaram dentro da média nacional de 22%.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …