Um dos agressores de Almada pode ser julgado como adulto

O rapaz que foi brutalmente espancado por um grupo de jovens, em Almada, no distrito de Setúbal, revela que as agressões se deveram a “um amor de Verão mal resolvido”.

Este jovem de 15 anos quebra o silêncio, em declarações ao Jornal de Notícias, depois de ter sido divulgado, nas redes sociais, um vídeo em que aparece a ser agredido por um grupo de jovens numa praça de Almada, em Setúbal.

“Não me lembro de nada. Só me lembro de apanhar o primeiro murro”, revela ao JN o rapaz que é estudante da Escola Profissional de Almada, onde tira um curso de Informática.

Identificado como Rodrigo, nome fictício, o adolescente diz que ficou “inconsciente” e que ainda se levantou, mas que desmaiou de seguida (o que não ficou registado no vídeo divulgado na Internet).

Rodrigo refere que foi “um amigo que estava por perto” que o levou “até à esquadra da PSP de Corroios” e que terão sido os agentes a contactar a mãe que é “médica num hospital privado”, frisa o jornal.

Curtes de Verão com consequências graves

O jovem, que foi hospitalizado e diagnosticado com “um traumatismo craniano“, segundo o JN, justifica as agressões com um desentendimento por causa de uma namorada.

“Tive umas curtes com uma rapariga no Verão e depois de o ano lectivo começar, ela começou a namorar com outro rapaz”, conta Rodrigo ao diário, evidenciando que continuaram a trocar mensagens. O novo namorada da jovem “meteu na cabeça que eu me andava a meter com ela”, acrescenta.

O principal agressor que se vê no vídeo frequenta a Escola Emídio Navarro, também em Almada, e Rodrigo diz que lhe enviou “várias mensagens” a pedir desculpa.

A mãe do rapaz já tinha dito na TVI que um dos agressores enviou ao filho uma mensagem “a desejar um ano de 2017 em paz e que o desculpasse e a rapariga que estava a filmar também”.

Um dos agressores pode ser julgado como adulto

A maioria dos suspeitos das agressões tem menos de 16 anos e um dos presumíveis autores já terá 16 anos, anunciou nesta sexta-feira o Ministério Público.

Em nota publicada na sua página da Internet, a Procuradoria da Comarca de Lisboa (PCL) indica que abriu um inquérito ao caso, no início de Novembro.

“Tendo-se apurado, após identificação, que um dos suspeitos já terá 16 anos, sendo imputável penalmente, o inquérito prosseguirá quanto a este. Quanto aos restantes suspeitos, apurou-se que têm menos de 16 anos, pelo que o Ministério Público decidiu instaurar, relativamente a estes, um inquérito tutelar educativo no Tribunal de Família e Menores”, explica a PCL, frisando que este é o ponto de situação neste momento.

A comissária Maria do Céu, do Comando Distrital de Setúbal da PSP, disse anteriormente à agência Lusa que foram identificados e ouvidos os quatro jovens que aparecem a agredir o adolescente, todos com cerca de 15 anos, e que se “está a tentar identificar também todos os jovens que assistiam e que nada fizeram para tentar impedir as agressões“.

A vítima foi violentamente espancada por outros jovens, enquanto um deles filmava as agressões, que agora estão a circular nas redes sociais na Internet.

O inquérito corre termos no Departamento de Investigação e Acção Penal de Almada e, nesta investigação, o Ministério Público é coadjuvado pela PSP.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois, só consigo dizer que este tipo de acontecimentos deve ser uma das excepções à regra de que sociedades “civilizadas” funcionam melhor.
    É que se fica sempre na ideia de que as vítimas ainda são mais vitimizadas com o “funcionamento” da “justiça”, e que os agressores são ainda mais vangloriados. Por alguma razão os casos de violência animalesca continuam a aparecer e são os próprios agressores a filmar e a divulgar as imagens. Com certeza não farão isso tendo vergonha dos seus actos.
    Sinceramente, parece-me que o feitiço virar-se contra o feiticeiro seria realmente o mais justo. Sendo mais claro nas palavras, umas chapadinhas na carinha laroca dos agressores, com direito à presença de espectadores e a gravação vídeo e posterior difusão, não causaria mazela de maior nos agressores, dissuadiria muitos de repetirem as brincadeiras, apaziguaria as vítimas iniciais e geraria um sentimento de justiça em muita gente. Mais ou menos como estas imagens…

    https://www.youtube.com/watch?v=ZXqlZ9XSebg

    https://www.youtube.com/watch?v=GrLZifOyqAk

  2. O problema não está nos muidos
    O verdadeiro problema está na estrutura da Sociedade, que até é preciso.fazer uma Lei para dar prioridade aos idosos e grávidas
    A formação é importante, mas a educação é fundamental.
    O problema começou quando a Sociedade começou a aperceber-se que os dirigentes deste Burgo saíam, insistentemente, impunes à criminalidade.
    Agora isto nem é notícia, é a consequência de anos e anos cheia de exemplos de bandidagem dos dirigentes
    Estavam á espera de quê?
    Milagres só em Fátima

  3. Deviam fazer o mesmo e pior aos agressores e espectadores que nada fizeram para impedir tal coisa. Acho que se estes COVARDES soubessem que a seguir ia-lhes acontecer o mesmo pensavam bem antes de o fazer.

  4. No meu entender os jovens deveriam ser julgados pelos seus atos e não estarem abrangidos com a proteção da maior idade se quando se trata de praticar mal eles próprios não olham se já atingiram a maior idade ou não, responsabilizá-los o mais cedo possível seria a melhor solução mas infelizmente as leis vão-nos cada vez mais e tornando-os cada vez mais rebeldes e irresponsáveis.

Responder a Pois Cancelar resposta

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …