Um amor doentio. Estudante suspeito de matar colega de Faculdade terá agido por ciúmes

PJ / Facebook

A estudante Beatriz Lebre, de 23 anos, terá sido assassinada por um colega de Faculdade de 25 anos num contexto de uma relação abusiva. O móbil do crime terão sido os ciúmes. O estudante de Psicologia teria uma paixão obsessiva pela jovem alentejana.

O corpo de Beatriz Lebre ainda não foi encontrado pelas autoridades, mas Rúben Couto, de 25 anos, já terá confessado o crime, revelando que atirou o corpo da estudante universitária ao rio Tejo, conforme relata a imprensa.

A jovem natural de Elvas, mas a viver em Lisboa, onde cursava o mestrado de Psicologia Social e das Organizações no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, tinha sido dada como desaparecida pela família que não conseguia estabelecer contacto com ela.



Rúben Couto terá chegado a ajudar a mãe dela nas buscas, mas acabou por ser detido sob suspeita de homicídio e ocultação de cadáver.

Detido nas instalações da Polícia Judiciária em Lisboa, ele terá tentado suicidar-se, cortando os pulsos. Acabou por ser transferido para o Hospital de São José, em Lisboa, com ferimentos graves.

O jovem suspeito deve ser ouvido em primeiro interrogatório judicial nesta sexta-feira, onde deverá ficar a conhecer as medidas de coacção.

“Um ‘pinga-amor’ com as raparigas”

Os contornos do crime não são ainda conhecidos, mas a imprensa especula que terá ocorrido num contexto de ciúmes e de uma paixão obsessiva.

O Público relata que “Rúben Couto alega que tinha um relacionamento amoroso com a colega de mestrado de 23 anos e que esta terá voltado para um ex-namorado”. Este terá sido o “gatilho” para o crime.

O Jornal de Notícias (JN) refere que Rúben Couto terá assassinado Beatriz Lebre na passada sexta-feira, no apartamento onde ela vivia em Chelas, usando um bastão. Depois terá carregado o corpo no seu carro, deitando-o ao rio Tejo.

As autoridades continuam à procura do cadáver da jovem. Nas buscas, já terão encontrado a arma do crime que, segundo o Correio da Manhã, será “um objecto perfurante que estava preso numa zona de lodo, do rio Tejo”.

A mãe terá encontrado “sinais de violência” no apartamento onde a filha morava, “percebeu que a filha teria preparado jantar mas não chegou a comer, e que o seu telemóvel também lá estava, mas desligado”, relata o Público, frisando que teve logo a percepção de que “algo estava errado e ligou à polícia”.

As suspeitas chegaram a Rúben Couto depois de a Polícia Judiciária (PJ) ter falado “com amigos, com o namorado da vítima e de ter feito perícias ao telemóvel e à casa“, refere o mesmo diário, realçando que foram encontrados “vestígios de sangue na casa da jovem e no carro” do estudante.

Rúben Couto era conhecido como “um ‘pinga-amor’ com as raparigas” e como “um rapaz alto, bonito, inteligente e muito esclarecido sobre os objectivos que gostaria de ver cumpridos na vida”, segundo fontes ouvidas pelo CM.

O jovem chegou a fazer voluntariado em Moçambique e era voluntário num canil.

Por seu turno, Beatriz Lebre era apaixonada por música. O seu sonho era ser pianista. Além de estudar, trabalhava numa loja num centro comercial em Lisboa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

CDS critica “enorme infelicidade” do Presidente e "comunicação desastrosa" do Governo

O CDS-PP criticou hoje as declarações do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, quando disse que no que depender dele não haverá "volta atrás" no desconfinamento, considerando-as de “uma enorme infelicidade”, lamentando também a …

Astronautas entraram pela primeira vez na nova estação espacial chinesa

Três astronautas chineses começaram, esta sexta-feira, a fazer da nova estação espacial da China o seu lar, um dia depois de ali terem chegado, num lançamento bem-sucedido, que marcou um novo avanço no ambicioso programa …

Homicida de Bruno Candé tinha plena consciência dos seus atos. MP quer 22 anos de prisão

Evaristo Marinho, o homicida de Bruno Candé, tinha plena consciência dos seus atos quando cometeu o crime, lê-se no relatório do Instituto Nacional de Medicina Legal. O Ministério Público quer 22 anos de prisão. O Ministério …

Pandemia deixa dezenas de bebés por registar, o que pode "potenciar o tráfico humano"

O encerramento do balcão "Nascer Cidadão", durante a fase mais crítica da pandemia, impediu o registo de bebés nascidos nessa altura. Citando fontes do Hospital de Faro, a rádio TSF avança que as campainhas de alarme …

Auditoria revela 52 casos de envio de dados na CML. Medina lamenta "prática inadequada" (e faz uma demissão)

A auditoria interna pedida por Fernando Medina conclui que a Câmara Municipal de Lisboa enviou dados pessoais de manifestantes a embaixadas 52 vezes, desde que entrou em vigor o Regime Geral de Proteção de Dados …

Salgado chama seis familiares a depor, incluindo um tio de 102 anos

A defesa do ex-presidente do BES vai chamar 40 testemunhas para depor no julgamento no âmbito da Operação Marquês. A lista inclui seis familiares, incluindo um tio de 102 anos. De acordo com o semanário Expresso, …

"Mais próximos do normal". Espanha levanta obrigação de máscaras no exterior na próxima semana

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou hoje que as máscaras vão deixar de ser obrigatórias nos espaços exteriores em Espanha a partir de sábado, dia 26 de junho. "Este será o último fim de semana com …

"É o Governo que tem poder de decidir", diz Marcelo sobre Lisboa

O Presidente da República, que se encontra nos Estados Unidos, escusou-se a comentar as medidas sanitárias decretadas pelo Governo em relação à Área Metropolitana de Lisboa. O Chefe de Estado voltou a frisar à RTP que …

Em Portugal, cinco pessoas morreram após terem vacinação completa. Números não são "preocupantes"

Segundo a Direção-Geral de Saúde, 1.231 pessoas ficaram infetadas com covid-19 já depois de ter concluído o processo de vacinação há 14 dias, 26 delas estão internadas. A Direção-Geral da Saúde (DGS) reportou a existência de …

Aulas acabam hoje para 240 mil alunos. Ano correu "melhor que o anterior, com menos aprendizagens perdidas"

O ano letivo termina hoje para os 9.º, 10.º e 11.º anos.Para cerca de 240 mil alunos hoje é dia de despedidas, depois de mais um ano afetado pela covid-19 que levou a que parte …