Um em cada 10 sem-abrigo em França tem uma licenciatura

Um estudo do Instituto Nacional de Estatística e dos Estudos Económicos (INSEE) revela que 14% dos sem-abrigo, em França, frequentaram um curso superior e um em cada dez concluiu os estudos e tem um diploma.

A falta de moradia é, em 20% dos casos, motivada por uma separação ou divórcio, em 10% por perda de emprego e em 9% pela incapacidade de pagar a renda da casa.

O estudo, publicado na quarta-feira, é baseado num recenseamento realizado em janeiro e fevereiro de 2012 nos abrigos, hotéis, centros maternos e locais de distribuição de comida.

O INSEE aponta para a existência de 140 mil pessoas sem teto, incluindo 30 mil crianças, sendo que os sem-abrigo licenciados têm entre 30 e 49 anos e a maioria (66%) diz ter nascido no estrangeiro.

Segundo o Le Monde, o estudo evidencia um aumento muito significativo em relação ao recenseamento anterior, de 50%, observando-se agora a presença de muitas famílias, nomeadamente estrangeiras.

Os investigadores afirmam ainda que um quarto dos inquiridos que vivia na rua, com menos de 65 anos, revelou ter um emprego.

De acordo com o DN, em Portugal não há ainda dados globais mas um levantamento feito pela Santa Casa da Misericórdia, em Lisboa, mostrou que quase 5% dos sem-abrigo tinham um curso superior – e 7,7%, por outro lado, não sabiam ler nem escrever.

O estudo concluiu que, em 2013, haviam 852 pessoas sem-abrigo, apenas em Lisboa, dos quais 509 viviam nas ruas e 343 passavam as noites em centros de acolhimento.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …

Douro. Poluição regressa a valores anteriores ao estado de emergência

Os valores de contaminação do estuário do rio Douro, que durante o estado de emergência baixaram a níveis só vistos há mais de 30 anos, já regressaram aos valores pré-pandemia. As boas notícias "rapidamente se esfumaram". …