UE já comprou mil milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Injeções podem ser dadas antes de março

Para garantir a segurança dos Estados-Membros no combate à pandemia de covid-19, a Comissão Europeia já adquiriu de pelo menos mil milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

A Comissão Europeia já assegurou a compra de mais de mil milhões de doses de potenciais vacinas contra a covid-19, abrangendo quatro contratos já fechados e dois ainda em negociação.

Se todas estas vacinas se demonstrassem seguras e eficazes (o que é altamente improvável) as doses encomendadas poderiam dar para vacinar toda a população da União Europeia.

Contudo, pode haver alguns entraves. Pelo menos uma das vacinas experimentais adquiridas por Bruxelas ainda está em fase preliminar de testes e algumas exigem ainda dupla vacinação para terem o efeito desejado, o que corta para metade o seu alcance e distribuição. Para além disso, nenhuma foi, até ao momento, aprovada pelos reguladores.

Num cenário mais negro, em que nenhuma das quatro vacinas se revele eficaz e segura, a UE poderá não ter nenhuma vacina disponível, avança o ECO.

Numa conjuntura mais positiva, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças admite que as primeiras injeções possam ser dadas até março. “De uma forma otimista, no primeiro trimestre do próximo ano, mas não posso ser mais preciso”, prevê a diretora do ECDC, Andrea Ammon, em entrevista à “Reuters”.

Apontar uma data certa é, ainda impossível, porque ainda nenhum consórcio terminou a terceira e última fase dos ensaios clínicos, mas há uma esperança para a primavera, avança o JN.

Segundo um balanço feito pelo Infarmed, e somando o novo contrato que foi assinado esta quarta-feira entre a Comissão Europeia e o consórcio Pfizer/BioNTech, Bruxelas já garantiu um potencial de mil milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Juntando a possibilidade de compra adicional de 100 milhões de doses prevista no contrato com esse mesmo consórcio, o número alcança assim um total de 1.100 milhões de doses.

Em causa está a compra de 300 milhões de doses da vacina de vetor viral contratada com o consórcio AstraZeneca e Universidade de Oxford, que está em fase três do ensaio clínico, e da qual se esperam os primeiros resultados mais perto do fim do ano.

Está ainda fechada a compra de 200 milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson, que também está na fase três de ensaio clínico, a última antes do pedido de aprovação.

Há ainda um quarto contrato assinado para a compra de 300 milhões de doses da vacina da Sanofi-GSK, que está ainda em fase um e fase dois de ensaio clínico.

Às 1.100 milhões de doses de vacinas poderão juntar-se outras mais em breve. Segundo anunciou a Comissão Europeia, foram já concluídas negociações exploratórias para a compra de doses das vacinas da CureVac e também da Moderna.

Esta semana, o consórcio Pfizer/BioNTech revelou que a sua vacina genética tem “mais de 90%” de eficácia a proteger a Covid-19, passando para a frente da “corrida”.

Esta quarta-feira, a Comissão Europeia anunciou ter fechado a compra de 200 milhões de doses dessa vacina experimental, com a possibilidade de adquirir mais 100 milhões se esta se mostrar verdadeiramente eficaz e segura. No entanto, esta vacina tem de ser administrada em duas doses.

Polémica na Pfizer

O presidente executivo da Pfizer, Albert Bourla, está no centro de uma polémica por causa da venda de ações da empresa no dia em que a farmacêutica anunciou dados positivas contra o novo coronavírus, e que as ações disparam em bolsa.

A venda de 132.508 ações, a 41,94 dólares cada, ascendeu a 5,6 milhões de dólares (cerca de 4,6 milhões de euros), de acordo com a informação enviada à entidade de supervisão do mercado de capitais norte-americano, a Securities and Exchange Commission (SEC). Face à cotação das ações na sessão anterior ao anúncio da novidade (sexta-feira), Bourla ganhou mais 734 mil dólares, cerca de 624 mil euros.

Segundo o mesmo documento, a transação fazia parte de um plano programado, estabelecido pelo CEO, para vender periodicamente algumas ações da Pfizer, detidas no âmbito do seu plano de remunerações. E que essa ordem de venda foi dada pelo CEO da farmacêutica em 19 de Agosto.

Entretanto, o CEO da farmacêutica disse à canal de televisão CNN que só soube do anúncio dos resultados relativos à eficácia da vacina um dia antes de serem tornados públicos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …