UE deteta 50 a 80 casos de desinformação e fake news russas por semana

O grupo de trabalho do Serviço Europeu de Ação Externa contra a desinformação russa deteta, semanalmente, entre 50 e 80 casos, num total de mais de 6.300 situações identificadas desde 2015, que têm vindo a aumentar, informou fonte comunitária.

“Desde que foi criado o grupo de trabalho contra as ameaças híbridas de leste, do Serviço Europeu de Ação Externa, foram detetados mais de 6.300 casos de desinformação com mensagens pró Kremlin, a favor do regime russo“, avançou à agência Lusa fonte oficial da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Isto dá uma média de 50 a 80 casos de desinformação russos por semana, número que este ano duplicou face a 2018, de acordo com a mesma fonte.

Em causa está o grupo de trabalho East StratCom, criado pela União Europeia (UE) em 2015, altura de pico de tensões entre a Rússia e a Ucrânia, que gerou o início de uma onda de desinformação promovida por Moscovo e que tem vindo a afetar os países vizinhos e a Europa.

Sediado em Bruxelas, este grupo de trabalho faz, desde então, uma análise diária das notícias divulgados pelos meios de comunicação social russos (ou relacionados com o país), assim como pelas plataformas de comunicação do regime, denunciando aqueles que classifica como casos de ‘fake news’ de âmbito internacional e, normalmente, político.

Alguns dos exemplos de recente desinformação russa denunciados pelo East StratCom referem-se à área das alterações climáticas, com os russos a afirmarem que esta “é uma invenção do ocidente“, e ocorrências como o incêndio na Catedral de Notre-Dame de Paris, no qual se difundiu a ideia de que “os muçulmanos estavam por trás” do fogo.

Também durante o período que antecedeu as eleições europeias de maio passado houve uma maior incidência de ‘fake news’ russas sobre a UE, que tentaram fazer passar a ideia de que “não valia a pena votar“, num total de cerca de mil casos de desinformação detetados entre janeiro e maio deste ano, que comparam com 434 no mesmo período de 2018. Ainda assim, nenhum dos casos detetados foi considerado grave.

Por estar focado na zona do mundo de mais provém mais desinformação, este grupo de trabalho tem vindo a ser reforçado desde a sua criação, nomeadamente ao nível de recursos humanos, já que começou com cinco membros e hoje tem 16, alguns dos quais vindos diretamente dos Estados-membros.

Para publicar os casos que identifica como desinformação, o grupo de trabalho criou uma página na internet e presença nas redes sociais Twitter e Facebook, bem como uma ‘newsletter’ semanal. O objetivo é sensibilizar os cidadãos, tanto dentro da UE, como também nos países vizinhos da Rússia, como a Ucrânia, Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia e Moldávia.

O combate à desinformação e às ‘fake news’ tem estado no topo da agenda da Comissão Europeia e do Conselho da UE.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • LOL! Como se a desinformação viesse só da Rússia! Nesta tática, impera “o acusar os outros daquilo que eu faço.”
      E a Rússia tem que encaixar sempre na narrativa da propaganda que querem enfiar no barrete das pessoas. Desde os tempos comunistas, que é o grande papão e bode expiatório para o que lhes convém.

RESPONDER

A terceira eliminatória da Taça de Portugal deixou a sua "elite" ainda mais reduzida

Sete equipas da I Liga de futebol tombaram na terceira eliminatória da Taça de Portugal. A próxima ronda vai ter mais equipas do Campeonato de Portugal do que da "elite". A terceira eliminatória da Taça de …

Brexit volta a jogar-se no Parlamento. Presidente dos Comuns poderá travar nova votação

O Governo britânico, liderado pelo primeiro-ministro Boris Johnson, vai tentar aprovar o acordo alcançado para o Brexit no Parlamento esta segunda-feira, mas o Presidente da Câmara dos Comuns pode bloquear a nova votação. O sábado passado …

Ministério Público sabia quem era o informador do caso de Tancos (mas não disse a Ivo Rosa)

O Ministério Público pediu ao juiz de instrução Ivo Rosa que autorizasse escutas telefónicas a dois suspeitos de um assalto que ainda não tinha acontecido, mas omitiu um facto. O MP, de acordo com o semanário …

Presidente do Chile decreta estado de emergência e diz que país está "em guerra" contra grupos de "criminosos"

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, afirmou que o país está "em guerra" contra os "criminosos" responsáveis pelos protestos violentos que causaram vítimas mortais e que levaram o Governo a decretar o estado de emergência …

Federação Nacional dos Médicos quer menos horas de trabalho em urgência

Este domingo, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM) aprovou, em congresso, uma grelha salarial com base num horário de 35 horas, e a diminuição do trabalho em urgência de 18 para 12 horas semanais no …

Reclamação do PSD sobre contagem dos votos. Nulidade da eleição afastada

O Tribunal Constitucional começa esta segunda-feira a analisar o recurso do PSD que, na quinta-feira passada, pediu a revisão da contagem de votos dos círculos da emigração. Em causa, no protesto do PSD, está o facto …

Jesus "superstar" vence dérbi Fla-Flu, mas sonha regressar a Portugal

Por estes dias, Jorge Jesus continua o seu caminho como superstar no campeonato brasileiro de futebol: o técnico português, que comanda o Flamengo, venceu, este domingo, o dérbi frente ao Fluminense por 2-0, em jogo …

Cientistas encontraram sinais precoces de doença cardíaca em múmias com 4.000 anos

Múmias com quatro mil anos mostraram ter acumulação de colesterol nas artérias, sugerindo que as doenças cardíacas eram provavelmente mais comuns nos tempos antigos do que se pensava. Mohammad Madjid, professor assistente de medicina cardiovascular na …

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …