Uber baixa preços em 2020. Motoristas protestam contra redução

A Uber começa o novo ano com uma redução nos preços das viagens em Portugal continental, a ter início a partir desta sexta-feira. Os motoristas são contra a redução e já estão a preparar protestos.

A Uber vai baixar os preços de todos os serviços disponibilizados na aplicação móvel em Portugal continental. Os novo preços estão disponíveis para consulta, aqui.

Na Uber X, a descida do preço ronda os 10%. A partir desta sexta-feira, a tarifa base das viagens passa a ser 90 cêntimos, em vez de 1 euro. Além disso, são adicionados nove cêntimos a cada minuto e 60 cêntimos por quilómetro.

“Acreditamos que estes novos preços vão tornar o serviço ainda mais acessível para utilizadores e, simultaneamente, melhorar os rendimentos de motoristas”, disse Mariana Ascenção, diretora de comunicação da Uber Portugal, em declarações ao ECO.

No entanto, os motoristas têm uma opinião diferente, defendendo que a redução dos preços pela plataforma eletrónica lhes vai reduzir a margem de lucro.

Os motoristas convidam os colegas a fazerem uma “greve nacional de TVDE” no sábado, no domingo e na segunda-feira, desligando a aplicação. Segundo um motorista no Porto contactado pela Lusa, o protesto surgiu no âmbito de vários grupos de motoristas que se reuniram nas redes sociais, nomeadamente no WhatsApp.

A redução de preços vai diminuir a margem de lucro por viagem destes motoristas para níveis insustentáveis, acrescentou. Apesar de o protesto estar agendado para a partir de sábado, hoje, no Porto, já bastantes motoristas terão desligado a aplicação, acrescentou, sem conseguir determinar se o mesmo aconteceu em Lisboa e noutras zonas do país.

Num ‘flyer’ a apelar à greve divulgado na internet, com a ‘hashtag’ “#uberoff”, os motoristas e parceiros da Uber dizem estar “cheios de cortes e tarifas cada vez menores, enquanto as despesas aumentam cada dia”.

Convocam também um encontro para segunda-feira, em Lisboa, no parque de Belém, pelas 10:00, de onde partirão em marcha lenta até ao ‘green hub’ da Uber nas Amoreiras. Está ainda a decorrer uma petição pública online, subscrita por mais de mil pessoas até ao momento.

Os signatários pedem a intervenção do Presidente da República, do Governo, dos deputados e dos partidos com assento parlamentar contra os “constantes atropelos” à lei para o setor da atividade de TVDE (transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica).

Entre os atropelos, criticam os preços das tarifas praticadas, estabelecidas pelas plataformas eletrónicas que “alteram os valores (sempre baixando os preços) sem preocupação com a remuneração de cada parceiro/motorista”, tornando “insuportável os valores inerentes” à atividade.

A 2 de janeiro, quinta-feira, “a Uber baixa as tarifas a seu bel-prazer em cerca de 10% mantendo a taxa de intermediação máxima permitida por lei (25%) com um aviso prévio de apenas seis horas, ou seja, informaram por volta das 18:00 a alteração de tarifas a vigorar a partir” de hoje, é salientado na petição.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da Uber afirmou que “os motoristas podem escolher livremente estar ligados à aplicação, sendo que a Uber não impõe qualquer limitação nesse aspeto”, competindo-lhe “oferecer o melhor valor possível tanto a motoristas como utilizadores”, para poder “continuar a contar com a preferência de ambos”.

“Estes novos preços vão tornar o serviço ainda mais acessível para utilizadores e, simultaneamente, melhorar os rendimentos de motoristas”, um equilíbrio “essencial para que a mobilidade partilhada possa ser uma alternativa efetiva ao carro particular e continue a ser uma oportunidade económica atraente para parceiros e motoristas”, escreveu a mesma fonte, através de email.

Numa mensagem enviada hoje a clientes, a Uber revelou que “os preços das viagens foram reduzidos” e apresenta uma ligação para os novos tarifários.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes é que são os grandes gestores ! O princípio está certo, aumento da concorrência e diminuição de preços. Agora no que toca à distribuição é mais uma xico-espertice, uma americanice que muitos gostam de imitar. Se é para diminuir 10%, diminuma 5% nos motoristas e 5% na aplicação, mas é sempre mais fácil e útil diminuir 10% aos motoristas

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …