Twitter e Zoom acusados de terem algoritmos que ignoram pessoas negras

Os algoritmos do Twitter e do Zoom estão a ser acusados de terem funcionalidades racistas. A ferramenta de fundos virtuais do Zoom apaga as cabeças e a ferramenta de corte do Twitter não foca os rostos. As queixas começaram este fim-de-semana.

No caso do Zoom, a ferramenta de fundos virtuais do sistema de videoconferências elimina a cara de pessoas negras, e no caso do Twitter, a ferramenta de corte automático – usada para destacar as partes mais importantes de uma fotografia –  não funciona sempre com pessoas negras, revela o Público.

Colin Madland, um estudante do Canadá, foi a primeira pessoa primeiro a dar conta do que se estava a passar. Quando Madland – que é branco – tentou publicou imagens de uma videoconferência recente com um colega negro, para se queixar dos problemas do Zoom, o Twitter editou a fotografia focando-se apenas na cara de Madland.

Depois do jovem denunciar o caso, várias pessoas partilharam outros exemplos de falhas dos algoritmos das duas empresas.

Tanto o Twitter, como o Zoom garantem que já estão a trabalhar para resolver os problemas. “A nossa equipa testa (os modelos de algoritmos) para casos de viés antes de os lançar e não encontrou provas de preconceito racial ou de género. Mas é claro pelos exemplos que temos mais análises a fazer”, disse um porta-voz do Twitter em declarações à imprensa.

Dantley Davis, diretor do Twiteer, acredita que o problema se deve à barba de Colin Madland, mas reconhece que esses detalhes não deveriam afetar o sistema.“Estou irritado com isto”, admitiu numa publicação no Twitter. “Contudo, estou em posição de corrigir isto, e é o que vou fazer”, afirmou.

Por enquanto, o Twitter defende que lidar com algoritmos acidentalmente preconceituosos é uma área que requer atenção contínua. “É uma questão muito importante. Para dar resposta, analisámos o nosso modelo antes de o lançar, mas é algo que precisa de melhorias constantes”, escreveu Parag Agrawal, responsável pela tecnologia do Twitter, numa publicação na rede social.

A rede social Zoom também diz estar a par do problema e garante que “já contactamos diretamente o utilizador para perceber o problema”, pode ler-se num comunicado da empresa.

Não é a primeira vez que algoritmos de serviços online são acusados de racismo ou revelam viés, existem livros inteiros que falam de muitos casos. Em tempos, pesquisar a palavra “gorilas” já foi sinónimo de encontrar imagens de negros no Google e “meninas negras” era equivalente a pornografia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …

Risco de ser hospitalizado ou morrer de covid diminui 90% após vacinação

O risco de um adulto ser hospitalizado ou morrer por covid-19 diminui 90% a 95% passados 35 dias sobre o início da vacinação, conclui um estudo divulgado este sábado pelo Instituto Nacional de Saúde de …

No Japão, combater a pandemia implica pedir ajuda a um grande gato cor-de-rosa

Um super-herói mascarado patrulha dois dos distritos mais movimentados de Tóquio para ajudar os cidadãos japoneses a derrotar o coronavírus. O seu nome é Koronon e é um gato cor-de-rosa. O cruzado é um mascote com …

Portugal regista mais uma morte e 334 novos casos. Internamentos voltam a subir

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 334 novos casos e registou-se mais um óbito. O boletim deste domingo dá ainda conta de mais 229 recuperados. Segundo o boletim epidemiológico deste domingo, dia 16 de maio, atualmente …

Romualda Fernandes - PS

"Senti alguma dor". Romualda Fernandes fala sobre a atitude racista da qual foi vítima

Romualda Fernandes pronuncia-se pela primeira vez sobre a notícia da Lusa para dizer que aquilo que a define não é a cor da pele, mas os seus valores. Em causa está uma notícia da Agência Lusa, …

Elefantes encontrados mortos numa reserva florestal. Envenenamento pode ser a causa

As autoridades estão a tentar perceber de que forma é que os 18 elefantes selvagens asiáticos morreram no nordeste da Índia. Os elefantes, que incluíam cinco filhotes, foram encontrados mortos na reserva florestal protegida de Kondali, …

"Máxima segurança". Porto de Lisboa com protocolo de segurança para receber cruzeiros

A administração do Porto de Lisboa assinalou este domingo o regresso do movimento de passageiros de cruzeiros a partir desta segunda-feira, com o levantamento das restrições ao desembarque de passageiros em viagens não essenciais, sublinhando …

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …