Turquia inicia ofensiva militar contra milícia curda na Síria

Daniel Kopatsch / EPA

Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan

O presidente turco anunciou esta quarta-feira o início de uma nova operação militar contra a milícia curda das Unidades de Proteção Popular (YPG), apoiada pelos países ocidentais, mas considerada terrorista por Ancara.

“As Forças Armadas turcas e o Exército Livre da Síria (rebeldes sírios apoiados por Ancara) iniciaram a operação ‘Fonte de paz’ no norte da Síria”, declarou Recep Tayyip Erdogan, através da rede social Twitter.

No terreno, as forças curdas dizem estar a ser bombardeadas por aviões da Força Aérea da Turquia e descrevem um cenário de “grande pânico”, segundo a agência Reuters, citada pelo jornal Público. “Os aviões de guerra turcos começaram a bombardear zonas civis”, disse o porta-voz das SDF, Mustafa Bali, através do Twitter.

Também nesta quarta-feira, as forças curdas lançaram um apelo aos Estados Unidos e aliados para que seja criada uma zona de exclusão aérea sobre a região. Alegam, segundo noticia o mesmo diário, que os civis estão “indefesos”.

Erdogan disse esta quarta-feira numa conversa telefónica com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, que uma ofensiva turca contribuirá para a “paz e estabilidade” na Síria.

“Durante esta conversa, o Presidente declarou que a operação militar planeada a leste do Eufrates contribuirá para a paz e estabilidade da Síria e facilitará o caminho para uma solução política”, segundo uma fonte da Presidência turca.

Após duas operações anteriores, a Turquia prepara-se para lançar uma nova ofensiva na Síria contra a milícia curda das Unidades de Proteção Popular (YPG), que considera como um grupo “terrorista”, mas que é apoiada pelos países ocidentais.

Vários países, incluindo a França, mostraram-se preocupados com as consequências humanitárias de uma nova frente no conflito sírio, bem como o destino dos milhares de ‘jihadistas’ do grupo extremista Estado Islâmico (EI) detidos em campos controlados pelas forças curdas. Ancara explicou que o seu objetivo é criar uma “zona segura” que possa albergar refugiados sírios na Turquia e separar a fronteira turca das posições da YPG.

Após o anúncio no domingo, pela Casa Branca, de uma retirada dos soldados norte-americanos da Síria, o Presidente dos EUA, Donald Trump, fez declarações contemporizadoras, ao assegurar que “não abandonou” os curdos e ameaçando “destruir completamente a economia da Turquia” caso Ancara “ultrapasse os limites”.

A Rússia e a Turquia, que apoiam lados opostos no conflito sírio, intensificaram a sua cooperação nos últimos anos, em particular no noroeste da Síria.

Na terça-feira, Moscovo apelou para que “não seja sabotada a resolução pacífica” do conflito na Síria, em alusão à ofensiva que Ancara pretende lançar.

Uma nação sem país

Com mais de 26 milhões de cidadãos, os curdos são a maior nação sem território do mundo — à frente dos 7 milhões de palestinos, 6 milhões de tibetanos, 5 milhões de caxemires e 4.8 milhões de romanis, e mais numerosos do que estes povos somados.

Os curdos vivem num território que abrange partes da Arménia, Azerbaijão, Irão, Iraque, Síria e Turquia, e reivindicam a criação do Curdistão, entre o norte do Iraque, leste da Turquia e noroeste do Irão.

Anandaroop Roy

Mapa do Curdistão

A perda de partes importantes dos territórios destes países é apontada como origem das perseguições e massacres de que os curdos são vítimas há décadas. No caso da Turquia, que mais fortemente tem reprimido as pretensões nacionalistas curdas, a criação do Curdistão implicaria a perda de mais de um terço do seu território, no leste do país.

Até ao início do século 20, os curdos não reivindicavam a criação do seu próprio país. Com um estilo de vida de pastores itinerantes de cabras e ovelhas, o principal elemento de identidade nacional é a sua organização social, baseada na lealdade a clãs.

Após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), o maior controle das fronteiras nacionais impediu o trânsito livre dos seus rebanhos, forçando a maioria dos curdos a fixar-se em aldeias e adotar a agricultura, fazendo surgir a luta pela criação de uma nação própria.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …

Na Austrália, há cobras que saltam (e os cientistas querem saber porquê)

Cientistas da Virgínia, no Estados Unidos, descobriram na Austrália uma espécie de cobra comum das árvores que é capaz de saltar entre galhos e folhas. Tratam-de das cobras de árvores australianas da espécie Dendrelaphis, espécimes …

Entomólogo diz que há "abelhas" em Marte (e tem provas)

Enquanto os cientistas tentam encontrar vida em Marte com experiências no terreno, como a sonda Curiosity, o entomólogo William Romoser, professor emérito na Universidade do Ohio, nos Estados Unidos, afirma que já temos provas da …

Luas de Neptuno dançam de forma única e perpétua

De acordo com uma investigação publicada recentemente, mesmo para os padrões selvagens do Sistema Solar exterior, as órbitas estranhas das duas luas mais interiores de Neptuno não têm rival. Especialistas em dinâmica orbital estão a chamar …

O Senhor dos Anéis. Série já tem segunda temporada garantida (e a primeira ainda nem estreou)

A primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis, produzida pela Amazon Prime, ainda nem estreou e a sua segunda temporada já está confirmada. A declaração foi feita por Jennifer Salke, da Amazon Studios, ao …

John Legend atua em julho no festival EDP Cool Jazz

O músico norte-americano, responsável por temas como "All of me" e "Ordinary People", regressa a Portugal, em julho, para um concerto no festival EDP Cool Jazz, em Cascais. John Legend atua a 3 de julho no …

Cruzeiro de luxo que rumava à Antártida está retido há quase 20 dias devido a uma dívida milionária

Um cruzeiro de luxo que rumava à Antártida está retido há quase 20 dias em Buenos Aires, na Argentina, devido a uma dívida milionária.  Trata-se do cruzeiro turísitico RCGS Resolute que pertence à empresa do Canadá …