Visitante derruba estátua do séc. XVIII no Museu de Arte Antiga

Nuno Miguel Rodrigues / Facebook

-

Um visitante derrubou e danificou, este domingo, uma escultura do século XVIII de São Miguel Arcanjo que está exposta no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA).

“O acidente ocorreu quando o visitante, estando a fotografar uma outra obra, recuou sem olhar, não parou apesar dos alertas do vigilante, e foi contra a peça que se encontrava em cima de um plinto”, explica o Ministério da Cultura.

Uma fotografia do acidente está a circular na Internet, onde se pode ver a escultura de São Miguel derrubada no chão e partida.

O pior dia para visitar o MNAA“, destacou no Facebook o visitante Nuno Miguel Rodrigues – que, mais tarde, retirou a fotografia desta rede social.

A situação já está a ser avaliada pelos técnicos de restauro e o diretor-adjunto do museu refere que foi “um acidente muito infeliz”.

A assessora do ministro da Cultura, Teresa Bizarro, adiantou que os danos provocados à estátua “são de fácil reparação”.

Teresa Bizarro assegurou ainda que este acidente “não tem nada a ver” com o alerta lançado, em setembro, pelo diretor do Museu Nacional de Arte Antiga, António Filipe Pimentel.

“São 64 pessoas para 82 salas abertas ao público. De certeza absoluta que um destes dias há uma calamidade no museu. Só pode, porque andamos a brincar ao património. Mas a esta altura todas as tutelas dispõem de toda a informação cabal do que vai acontecer, mas quando acontecer, abre os telejornais”, disse na altura António Filipe Pimentel, citado pela Lusa.

De acordo com o gabinete do Ministro da Cultura, após o derrube de estátua a disposição de peças no Museu de Arte Antiga vai ser reavaliada.

“Nos próximos dias, e após relatório da ocorrência, a Direção Geral do Património Cultural vai avaliar em detalhes os danos e a necessidade de alterar a musealização da exposição, que foi inaugurada este verão, por forma a prevenir acidentes”, destaca.

As entradas no MNAA são gratuitas no primeiro domingo de cada mês.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Se a assessora do ministro da Cultura, Teresa Bizarro, adiantou que os danos provocados à estátua “são de fácil reparação” fico não só muito mais descansado como acho que o visitante pode e deve dormir descansado! A foto mostra a estátua aos bocados, mas a senhora assessora sabe certamente o que diz! E se assim é, é partir vilanagem, porque não tem afinal grande importância!
    Também têm lá tantas estátuas, que mais uma menos uma ninguém dá por isso!
    Isto prova bem a incultura deste pais: primeiro fotografa-se, algo praticamente interdito em qualquer museu estrangeiro que se preze, depois a vigilância não conseguiu actuar a tempo, e finalmente dá-se o desastre que é minimizado por uma assessora do Ministro da Cultura! Palavras para quê?
    Com uma política cultural destas vamos longe…
    Partidos já todos estamos, pela “boa governabilidade” com que temos sido mimosiados nos últimos anos, e agora junta-se o S. Miguel Arcanjo a todos nós num gesto de solidariedade!
    Pobre país…

    • Também em Dezembro de 2002, quando roubaram as jóias da coroa portuguesa, estupidamente emprestadas para uma exposição de cacaracá na Holanda, não houve problema nenhum. Receberam o seguro, muito inferior ao valor real das jóias, e ficou tudo na paz de Deus…

  2. 100% de acordo com o comentário do Senhor Manoel de Ligne. Em qualquer País com Governantes decentes as Obras expostas estariam devidamente protegidas e tirar fotos nem pensar. Tanto o “derrubador” como o Director do Museu como a “cavalheira” que considera de «fácil reparação» uma estátua do séc. XVlll, deverão ser responsabilizados, e quem numa atitude BIZARRA acha que uma escultura vale tanto partida como inteira, deveria pagar para ocupar o lugar para o qual não tem preparação. Mau mesmo é que estes comportamentos, que incluem falta de seriedade, são fàcilmente encontrados em qualquer área Governamental de alguns anos a esta parte…

  3. Caros,

    As fotos são permitidas em qualquer museu. O que não é permitido é o flash pelos danos que pode causar às obras. Não percebo porque querem proibir as pessoas de fotografar uma visita a um museu.

    Em relação aos comentários da assessora, esperemos que se tenha informado antes de o fazer mas qualquer reparação extra e desnecessária a uma obra do MNAA é triste e não deveria ser minimizada.

    A disposição das obras e/ou os meios para as protegerem não é obviamente a correta se um visitante pode deitá-la abaixo com um encontrão. Se para isso é necessário contratar mais pessoas ou rever como estão expostas, não o sei.

    Se a reparação for possível e simples, como indicam, esperemos que sirva de aviso para cuidados extra a ter não só para acidentes mas também para eventuais tentativas de vandalismo ou roubo.

  4. Recentemente visitei Paris e foi-me permitido tirar fotografias a quase tudo. Não compreendo essa tentativa de impedir de tirar fotos em Portugal e Espanha. Porque não posso levar uma fotografia para estudo artístico (ou para mera recordação?)

    O que não deve ser permitido é atitudes imprudentes por parte dos utilizadores. E obviamente os museus também devem expor as obras de maneira que estejam seguras.

RESPONDER

PSP diz que jovem que se gabou de violação no Instagram pode ter "fantasiado"

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu afirma que "tudo leva a crer" que o jovem que assumiu, em direto no Instagram, ter violado uma rapariga estivesse a fantasiar. A PSP de Viseu identificou o …

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …

Pelo menos oito mortos após golpe de Estado em Myanmar. ONG pedem embargo ao fornecimento de armas

Pelo menos oito pessoas morreram em Myanmar, como resultado da violência desencadeada após o golpe de Estado realizado pelos militares a 1 de fevereiro, segundo a Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP). Até agora, o …

24 mil milhões até 2025 e 100% renovável até 2030. Eis o novo plano estratégico da EDP

A EDP apresenta esta quinta-feira o seu novo plano estratégico, comprometendo-se a investir 24 mil milhões de euros até 2025 na transição energética e anunciando o objetivo de até 2030 se tornar 100% verde. Na nota …

Manchester United e Liverpool querem Raphinha, ex-Sporting

Raphinha, antigo jogador do Sporting CP e do Vitória SC, está a ser sondado pelo Manchester United e pelo Liverpool. O brasileiro tem estado em destaque na Premier League, ao serviço do Leeds. Manchester United e …

50 deputados e menos de 100 pessoas na sala. Posse de Marcelo segue modelo do 25 de Abril

Marcelo Rebelo de Sousa vai tomar posse como Presidente da República, no parlamento, no dia 9 de março, numa cerimónia em que apenas estarão presentes 50 dos 230 deputados e menos de 100 pessoas no …

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …

Enquanto Flamengo afasta regresso de Jorge Jesus, o "Galo" vem ao ataque

O treinador benfiquista afasta o cenário de uma saída precoce do Estádio da Luz. O Flamengo rejeita o regresso de Jorge Jesus, enquanto o Atlético Mineiro manifesta o seu interesse. Jorge Jesus foi categórico: "Não vou …

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …