O turismo está a converter o Evereste no cemitério mais alto do mundo

As exigências físicas e mentais não estão a impedir que se difunda o turismo de altas altitudes e baixas temperaturas. Na semana passada, mais de 200 alpinistas subiram a montanha, quebrando um novo recorde.

Mas o ano passado também foi histórico: na primavera conseguiram coroar 802 pessoas. Apenas um dispensou oxigénio suplementar e cinco morreram. O recorde anterior (de 2013) confirma que é uma tendência. Naquele ano, 670 pessoas chegaram ao cume em todas as rotas e seis pessoas morreram.

“A evolução nos últimos 15 anos tem sido brutal”, conta Sebastián Álvaro à ABC. “Este ano há aproximadamente 400 pessoas. E ainda temos de ver as estatísticas da encosta norte, dos chineses”.

Para as autoridades nepalesas, a maioria das mortes – que já chegam às 10 – deveu-se a fraqueza, exaustão e atrasos em uma rota lotada, com filas de várias horas num passo estreito da encosta. Esta é a época mais popular do ano para escalar o Evereste devido às condições meteorológicas.

Dificuldades a oito mil metros de altitude não só é inconveniente, como se torna numa armadilha mortal para um corpo que atinge o limite, com as forças dizimadas. Alguns da expedição que ficou presa disse que o retorno ao acampamento base atrasou três horas.

“Espersr a temperaturas abaixo de zero, ventos fortes e sem oxigénio suficiente pode causar erros que acabam em quedas fatais e colapsos”, explica Ricardo Arregui, chefe de Neurocirurgia Clínica Maz.

Arregui sabe do que está a falar. Não há montanhista que tenha sofrido um congelamento que não conheça este especialista. Arregui também viu ao vivo o boom turístico da montanha mais alta do mundo. “Há 27 anos, não era a inundação de agora”.

O uso de garrafas de oxigénio domesticou a montanha. “Converte os oito mil metros nas montanhas mais fácil como se não excedesse os seis mil metros, mas quando se tem que esperar filas, há o risco de ficar sem oxigénio e pode ser letal”, diz Arregui. Nessa altura, o corpo tenta adaptar: aumenta a produção de células vermelhas do sangue para transportar melhor o pouco oxigénio que tem sangue e torna-se mais densa e viscosa, que aumenta tanto o risco de trombose”.

“O que estão a fazer no Evereste não tem nada a ver com montanhismo ou escalada, mas um negócio de várias agências que levam as pessoas com uma falsa promessa de segurança e de uma aventura”, diz o alpinista Sebastián Álvaro.

O Governo do Nepal não regula subidas e recebe quatro milhões de euros em autorizações, enquanto algumas empresas recebem em mês e meio mais de 20 milhões. “Eles sequestraram o Evereste”, diz, juntamente com outras montanhas dos Himalaias.

A superlotação também acontece porque as pessoas estão menos preparadas do que há algumas décadas, onde era habitual começar com as montanhas mais próximas e depois pelas mais difíceis. “Agora, as pessoas ignoram todo o período de aprendizagem”, critica Álvaro.

“Pessoas sem escrúpulos, dispostos a negociar com a vida dos outros, e as pessoas sem senso comum estão dispostos a acreditar”. A única coisa que é certa, diz o especialista, é que, no topo do Evereste, há 300 corpos “É o cemitério mais alto do mundo.”

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

No Japão, o suicídio entre crianças atingiu um número recorde

Segundo um relatório divulgado pelas autoridades japonesas, o receio de uma infeção pelo novo coronavírus foi a justificação mais invocada por crianças e jovens para faltarem às aulas durante um longo período de tempo. Durante o …

Com uma nova subida de preços na segunda-feira, portugueses correm às bombas

Com o anúncio do Governo da redução do ISP, e um possível aumento do preço dos combustíveis já na próxima semana, os portugueses estão a aproveitar o fim-de-semana para abastecer. Na sexta-feira, o Governo anunciou a …

O candidato às eleições presidenciais das Filipinas Ferdinand Marcos Jr.

Ferdinand-Duterte: Eleições filipinas podem pôr duas dinastias frente-a-frente (ou lado a lado)

Ferdinand Marcos Jr. é filho de um antigo ditador filipino. Agora é candidato às eleições presidenciais e poderá enfrentar a filha de Rodrigo Duterte, Sara, ou até aliar-se a ela. Ainda faltam mais de seis meses …

Recuperados da covid-19 vão poder tomar segunda dose se for preciso para viajar

A diretora-geral da Saúde revelou, este sábado, que os recuperados da covid-19 vão agora poder tomar uma segunda dose da vacina, caso seja preciso para poderem viajar. Esta semana, o Jornal de Notícias tinha avançado que …

Líder do PCP diz que problemas do país "não se resolvem com dramatizações"

O secretário-geral do PCP defendeu, este sábado, que os problemas do país "não se resolvem com dramatizações ou com o agigantar de dificuldades sobre o futuro", numa crítica ao Governo. Num discurso de quase 30 minutos …

Marcelo fez o que podia para prevenir crise política. Agora, fica à espera do diálogo

O Presidente da República transmitiu, este sábado, que fez em público e privado o que podia para prevenir junto dos partidos uma crise política e afirmou que espera diálogo sobre o Orçamento do Estado nos …

Candidato do Chega detido por tentativa de homicídio de família sueca

O suspeito da tentativa de homicídio de uma família sueca em Moura, Beja, foi candidato do Chega à freguesia de Póvoa de São Miguel nas últimas eleições autárquicas. O líder do partido já condenou este …

A judoca Bárbara Timo

Judoca Bárbara Timo conquista ouro nos -63kg no Grand Slam de Paris

A judoca portuguesa Bárbara Timo conquistou, este sábado, a medalha de ouro no primeiro dia do Grand Slam de Paris, na sua estreia na categoria -63 kg em provas do circuito mundial. Bárbara Timo, de 30 …

Afinal, o início do Universo pode nunca ter realmente existido

Investigador português da Universidade de Liverpool partiu da teoria dos conjuntos causais para pôr em causa alguns dos conceitos mais importantes na complexa evolução do Universo. A ideia de que o nosso universo foi criado através …

Exoplaneta gigante conseguiu sobreviver à morte da sua estrela

Cientistas encontraram um exoplaneta gigante que parece ter conseguido sobreviver à morte da sua estrela, orbitando neste momento uma anã branca. As anãs brancas são o processo final de estrelas e chegam a ser tão densas …