Turismo abre em maio (com muita calma, segurança e criatividade)

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da Confederação de Turismo de Portugal (CTP), Francisco Calheiros

O turismo vai abrir gradualmente a partir do próximo mês. Esta é a conclusão da reunião entre a Confederação do Turismo de Portugal e o primeiro-ministro, o ministro da Economia e a ministra do Trabalho.

Francisco Calheiros, presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), anunciou que o turismo em Portugal prepara-se para ir abrindo gradualmente a partir de maio, “com muita calma e segurança”.

Segundo o Expresso, o responsável anunciou a retoma gradual do turismo logo depois de as principais confederações a nível nacional terem reunido com o primeiro-ministro, António Costa, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, e a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, esta quarta-feira.

Há que ser muito criativo neste regresso, provavelmente com as empresas a intercalar horários dos trabalhadores, e no caso da hotelaria não haver as capacidades máximas que eram normalmente utilizadas, mas é muito importante começarmos já a trabalhar nas formas como podemos ir devagarinho reabrindo a partir de maio, para a economia começar a fluir”, disse o presidente da CTP.

Calheiros sublinhou que o regresso deve ser feito com o pessoal do turismo “de máscara e luvas” e num ambiente de “higienização generalizado em todos os restaurantes, hotéis, e desde que os turistas entram nos aeroportos”.

“No turismo já passámos muitas crises, e uma lição que aprendemos é que todas as crises passam, e esta também vai passar, poderá é ser mais demorada”, frisou Francisco Calheiros, adiantando, porém, que vai “demorar a recuperar na totalidade”.

Em relação ao verão, o responsável considera que “está perdido”. “Em agosto e setembro, se abrirem as fronteiras, e com muitos cuidados, podemos pensar na vinda de espanhóis”, refere o presidente da Confederação do Turismo, sublinhando que, na primeira fase da retoma, a aposta estará no turismo interno, com os portugueses a assumirem uma quota de 30%.

“A seguir a uma crise destas, algumas empresas vão ficar pelo caminho, e claramente não vamos ter o mesmo verão que tivemos no ano passado.”

A proposta do presidente da CTP passa por um “reforço muito grande” nas verbas de promoção. Portugal deve também promover-se como “um destino muito responsável do ponto de vista da higienização, e dar esta mensagem importante aos turistas: venham a Portugal, porque saberemos como atuar se houver um novo surto desta pandemia”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estado de emergência devido a novo derrame de combustível no Círculo Polar Ártico

As autoridades russas declararam o estado de emergência na localidade de Tukhard, na Sibéria, devido ao derramamento de 44,5 toneladas de combustível num lago, naquele que é o segundo desastre ecológico no Círculo Polar Ártico …

Bélgica inclui Alentejo e Algarve na zona laranja com "maior vigilância"

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo e do Algarve serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica …

Infetado detido em Miranda do Douro por desrespeitar confinamento obrigatório

A GNR deteve em Miranda do Douro um homem, de 26 anos, por não respeitar o confinamento obrigatório que lhe foi decretado pela autoridade de saúde pública naquele concelho do distrito de Bragança. "O homem encontrava-se …

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …

Mais duas mortes e 306 novos casos em Portugal

Portugal regista, esta segunda-feira, mais duas mortes e 306 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 306 novos casos (aumento de 0,7%), 254 são …