À boleia do “Inimigo Invisível”, Trump anuncia suspensão temporária da imigração para os Estados Unidos

Jim Lo Scalzo / EPA

Donald Trump anunciou a suspensão temporária da imigração para “proteger os empregos” do país, devido à crise desencadeada pelo novo coronavírus.

O Presidente norte-americano anunciou a suspensão temporária da imigração para os Estados Unidos para “proteger os empregos” no país, na sequência da crise económica causada pela pandemia da covid-19.

“À luz do ataque do inimigo invisível e perante a necessidade de proteger os empregos dos nossos grandes cidadãos norte-americanos, vou assinar um decreto presidencial para suspender temporariamente da imigração para os Estados Unidos”, escreveu Donald Trump no Twitter.

O novo coronavírus, que Donald Trump denomina de “Inimigo Invisível“, já matou mais de 42 mil pessoas nos Estados Unidos, onde foram já registados 766.660 casos de infeção. Cerca de 22 milhões de norte-americanos ficaram sem emprego devido às consequências económicas da epidemia.

O Presidente norte-americano não avançou qualquer pormenor sobre a forma de aplicar esta decisão e durante quanto tempo.

Em janeiro, a administração norte-americana tinha restringido as deslocações com a China, onde a doença foi detetada em dezembro passado, antes de proibir, em meados de março, as viagens entre os Estados Unidos e a maioria dos países europeus.

Entretanto, a administração Trump começou na segunda-feira a entregar as primeiras ajudas ao emprego às companhias aéreas, depois de ter concluído um plano de apoio ao setor ameaçado pelas consequências da epidemia da covid-19.

O Tesouro norte-americano adiantou a primeira tranche de 2,9 mil milhões de dólares (2,7 mil milhões de euros) do pacote total, a “duas grandes companhias aéreas e 54 transportadoras mais modestas”, indicou em comunicado.

Ao todo, as empresas do setor que aceitaram beneficiar da ajuda, 25 mil milhões de dólares para manter postos de trabalho até 30 de setembro, representam “95% da capacidade total das companhias aéreas dos Estados Unidos”. O setor do transporte aéreo emprega diretamente mais de 750 mil pessoas nos Estados Unidos.

A pandemia da covid-19 já provocou mais de 168 mil mortos e infetou mais de 2,4 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Vale mais tarde que nunca, o que mais me admira é que este “fantasista” só tenha feito aplicar esta medida agora. Isto é mais uma prova do megalómano que é !

  2. Uma medida que parece correta e sensata em defender os dele em primeiro lugar, no meio de tanta insensatez que frequentemente este senhor demonstra ter.

RESPONDER

MNE garante que todos os afegãos que trabalharam com o Exército português foram retirados do país

O ministro dos Negócios Estrangeiros garantiu esta sexta-feira que o Governo apoiou a retirada de todos os afegãos que trabalharam com as forças portuguesas no Afeganistão, reconhecendo ser "provável" alguns não terem respondido aos contactos. "Nós …

"Não quero ser arrogante: o melhor médio da Premier League sou eu"

Yves Bissouma joga no Brighton e tem despertado o interesse de clubes ingleses de outro nível. Cresceu no Mali ao serviço do Majestic SC, passou pelo AS Real Bamako antes de rumar à Europa. Começou por …

Tratamento inovador para cancro pesa nos orçamentos do IPO de Porto e Lisboa

Os custos associados ao tratamento de cancros do sangue com células CAR-T estão a ser suportados apenas pelos hospitais autorizados a aplicá-la, no caso, os IPO do Porto e de Lisboa. De acordo com o Jornal …

Gravuras descobertas no Tibete são as mais antigas da arte pré-histórica. Foram feitas por crianças

Uma equipa encontrou antigas pegadas e marcas de mãos feitas por crianças no planalto tibetano. Esta descoberta traz novos detalhes sobre a presença humana no local. O estudo, publicado na revista Science Direct, revela que estes …

Comissão nos EUA desaconselha terceira dose da Pfizer a maiores de 16 anos

Uma comissão consultiva da agência reguladora dos EUA para os medicamentos e a alimentação (FDA, na sigla em inglês) pronunciou-se esta sexta-feira contra a aplicação de uma terceira dose da vacina Pfizer contra a covid-19 …

Santos Silva quer preços da eletricidade na agenda da UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, defendeu esta sexta-feira que a União Europeia (UE) tem de colocar em agenda o problema do aumento dos preços da eletricidade no continente, alertando que a reação …

Já há uma calculadora que prevê o risco de se ser infetado com covid-19 (em diversos cenários)

Já existe uma ferramenta online que calcula o risco de se ser infetado com covid-19. Chama-se microCOVID, baseia-se em dados recentes, analisa diferentes cenários e foi desenvolvida por um grupo de amigos. Numa altura em que …

Alargamento de teletrabalho não deve abranger empresas de menor dimensão

O Governo defendeu esta sexta-feira, na Concertação Social, que "as empresas de menor dimensão" devem ficar excluídas da medida que prevê o alargamento do teletrabalho a pais com filhos menores de oito anos, sempre que …

Costa acusa oposição de “absoluta impreparação” por não saber o que é o PRR

O secretário-geral do PS, António Costa, acusou esta sexta-feira a oposição de “absoluta impreparação” por não saber o que é o PRR, nem a “missão patriótica” que consiste em pô-lo “em marcha para o bem …

Asteroide que dizimou dinossauros permitiu que as cobras evoluíssem (e se espalhassem pelo mundo)

As cobras devem, em parte, o seu sucesso na Terra ao asteroide que atingiu o planeta há 66 milhões de anos e levou à extinção dos dinossauros, aponta um novo estudo. Além da extinção dos dinossauros …