Trump recebe Erdogan na Casa Branca para primeiro encontro após ofensiva na Síria

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebe esta quarta-feira na Casa Branca o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, naquele que é o primeiro encontro após a ofensiva turca lançada a 9 de outubro na Síria.

O encontro entre os dois chefes de Estado ocorre logo depois do encerramento de um novo capítulo de tensões entre Ancara e Washington, após a entrada de tropas turcas no nordeste da Síria contra os curdos.

Trump anunciou sanções económicas contra a Turquia pela ofensiva no nordeste da Síria em meados de outubro e disse que “acabaria com a economia turca” se os curdos, aliados tradicionais dos EUA, fossem afetados.

Poucos dias depois, no entanto, o Presidente ordenou o levantamento das sanções impostas contra três ministros turcos, após chegar a um acordo em que a Turquia declarou um cessar-fogo permanente e a criação de uma “zona de segurança” na fronteira turco-síria.

Antes de partir para Washington, o Presidente turco acusou na terça-feira os Estados Unidos de não terem cumprido totalmente o compromisso de retirar as forças curdas do nordeste da Síria. “Vou dizer ao Presidente (Donald Trump), com provas documentais, que o acordo a que chegámos (na Síria) não foi totalmente respeitado”, disse Recep Tayyip Erdogan, numa conferência de imprensa no aeroporto de Ancara.

Um acordo assinado a 17 de outubro pelo vice-Presidente dos EUA, Mike Pence, durante uma visita a Ancara, abriu caminho para a suspensão da ofensiva turca lançada a 9 de outubro no nordeste da Síria para expulsar as milícias curdas — nomeadamente as Unidades de Proteção Popular (YPG), aliadas de Washington na luta antijihadista.

Este acordo prevê a retirada das YPG da fronteira turca e o estabelecimento de uma zona de segurança de 32 quilómetros de largura ao longo de uma faixa fronteiriça da Turquia em território sírio.

A compra de armas russas pela Turquia também será um dos assuntos da reunião de hoje entre os dois presidentes No domingo, o conselheiro de Segurança Nacional norte-americano, Robert O’Brien, admitiu estar “muito chateado” com a compra de armas russas pela Turquia. O’Brien disse que, se a Turquia não se livrar do sistema de mísseis russo S-400, “provavelmente haverá sanções”.

Em 29 de outubro, a Câmara dos Deputados dos EUA aprovou, com apoio bipartidário, mais sanções contra o Governo turco e as suas Forças Armadas pela ofensiva realizada no nordeste da Síria no início de outubro. Se for aprovada pelo Senado e posteriormente ratificada pelo Presidente dos EUA, Donald Trump, a medida sancionará os funcionários turcos envolvidos na ofensiva turca e os bancos associados à Defesa do país até Ancara terminar as operações militares na Síria.

Além disso, o projeto de resolução ordena à Casa Branca a imposição de sanções adicionais à Turquia pela compra de sistemas de mísseis S-400 fabricados na Rússia e proíbe a exportação de armas dos EUA para o exército turco.

// Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …