Trump admite cancelar acordo caso China espere até às eleições de 2020

Thomas Peter / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente da China, Xi Jinping

No primeiro dia das negociações para um acordo comercial, Trump garantiu ter “todas as cartas” na mão. O presidente americano colocou ainda a hipótese de cancelar o acordo caso a China espere até às eleições de 2020.

As negociações entre Estados Unidos e China não começaram da melhor forma, segundo o próprio Donald Trump. O presidente americano acusa os chineses, numa série de tweets, de tentarem sempre mudar o acordo para seu próprio benefício.

“A China está a sair-se muito mal, o pior ano em 27 — deveriam ter começado a comprar os nossos produtos agrícolas agora — não há sinais de que o façam“, escreveu Trump esta terça-feira. O norte-americano ainda enalteceu a economia do seu país que “se tornou muito maior” do que a economia chinesa nos últimos três anos.

Trump aproveitou ainda para abordar o tema das eleições de 2020, referindo que a China talvez consiga o acordo que quer caso “Joe Sonolento” (Joe Biden) vença as eleições. “Talvez aí eles consigam um grande acordo, como nos últimos 30 anos”, escreveu.

Aliás, Donald Trump sugeriu que a China pode estar a tentar prolongar as negociações para um acordo comercial até às eleições de 2020, esperando que aí Trump já não esteja na Casa Branca.

Contudo, o presidente garante que “se e quando ganhar”, o acordo será muito mais duro do que aquele que está a ser atualmente negociado. “Ou nem sequer haverá acordo”, atirou o americano.

As negociações entre os dois países pararam em maio, e Trump subiu de 10 para 25% as tarifas sobre vários produtos chineses, levando Pequim a contra-atacar e a impor mais taxas sobre produtos norte-americanos, explica o Observador.

Uma fonte próxima da Reuters garantiu que o acordo será decidido por gestos de “boa vontade”, como por exemplo o compromisso chinês em comprar produtos agrícolas norte-americanos e os Estados Unidos aliviarem as sanções a empresas tecnológicas chinesas, como é o caso da Huawei.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Este maniaco ainda nao percebeu que está a perder a guerra, já teve a primeira derrota com a huqwei, quando levantou a interdição a esta empresa, esta a ser derrotado pelos seus proprios agricultores, ele anda a ser mal aconselhado. Os eua nao têm qualquer hipotese de ganhar uma guerra comercial com a china até pela quantidade da população de cada país. A nivel militar nao faltará muito para ser ultrapassado pela china, porque quanto à russia já foi largamente ultrapassado a nivel de misseis, e mesmo na aviação a vantagem que tem a a quantidade, porque na qualidade já foi ultrapassado pelo SU57, que compratativamente ao F35, é muito, mas muito superior, segundo a imprensa americana, e custa menos de metade do f35, este parece que nao passa de sucata voadora, a alemanha recusa-se a adquirir estes avioes.

    • Por perder a guerra quer voce dizer, desemprego em niveis historicamente baixos, bolsa que subiu 50%, salarios a subirem 3%, ISIS vencido, China no sentido contrario com o pior desempenho em 20 anos, ui é cá uma derrota para o Trump.

  2. Engraçado que todas esses pontos positivos que aponta ao Trump, Sr. Joaquim, são resultados de políticas e medidas impostas na América pelo governo anterior ao dele, mas pronto, é claro que ele é que colhe os louros…Do que ele fez não há nada de bom

RESPONDER

Diplomacia da vacina. Israel doa doses à República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém

A República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém, já recebeu as vacinas de Israel. De acordo com o Público, Israel doou vacinas à República Checa, que prometeu abrir uma representação diplomática em Jerusalém; à …

Há uma "grande probabilidade" de variante de Manaus se tornar dominante em Portugal, diz Sociedade Brasileira de Virologia

A variante do SARS-CoV-2 detetada em dezembro em Manaus, no Brasil, pode vir a tornar-se dominante em Portugal, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Flávio Guimarães da Fonseca, apesar de no momento ainda ser …

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …