/

Trump pediu um Van Gogh. O Guggenheim empresta-lhe uma sanita de ouro

4

Kristopher McKay / Guggenheim

Sanita de ouro, intitulada “America”, sugerida pelo museu Guggenheim a Donald Trump

O Museu Guggenheim de Nova Iorque rejeitou o pedido de Trump para que lhe fosse emprestado um quadro de Van Gogh. Em alternativa, sugeriu uma sanita de ouro de 18 quilates.

O presidente Donald Trump e a primeira-dama Melania pediram emprestado, ao Museu Guggenheim, uma pintura de Vincent van Gogh, para que esta fosse colocada na Casa Branca.

O quadro em questão, intitulado Landscape With Snow (Paisagem com Neve), foi pintado em 1888 e ilustra um homem a caminhar na companhia do seu cão. Muito ao estilo do pintor holandês, no quadro há também um espaço reservado para a representação da paisagem.

Nancy Spector, curadora da Guggenheim, enviou um email “politicamente correto” em resposta ao presidente dos Estados Unidos, em setembro, no qual pediu desculpa por não ser possível emprestar o quadro que o próprio solicitou.

A curadora referiu que o quadro de Van Gogh integra a coleção Thannhauser do museu e que está proibido de viajar, “exceto nas mais excecionais ocasiões”. Sem querer deixar Trump de mãos a abanar, sugeriu emprestar uma “sanita de outro de 18 quilates“, parte de uma exposição intitulada “América”, do artista italiano Maurizio Cattelan.

A sanita incorpora uma coleção de uma exposição de Cattelan intitulada “América”, criada com a intenção de satirizar a excessiva riqueza dos Estados Unidos da América. Spector diz que a sanita de ouro é um “empréstimo de longo prazo”.

“É, claro, extremamente valiosa e frágil, mas podemos fornecer-lhe todas as instruções para a sua instalação e cuidados”, acrescenta. O seu valor estimado ultrapassa um milhão de dólares (800 mil euros).

De acordo com o The Washington Post, a Casa Branca não respondeu ao email.

Pedir emprestado obras de arte conceituadas para decorar a Sala Oval ou vários quartos da Casa Branca é uma prática comum entre os presidentes norte-americanos.

O instituto The Smithsonian emprestou aos Kennedys uma pintura (The Smoker) de Eugène Delacroix. Por outro lado, a família Obama tinha preferência por arte abstrata, escolhendo trabalhos dos artistas Mark Rothko e de Jasper Johns.

  ZAP // Lusa

4 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.