Trump Organization e diretor financeiro acusados de crimes fiscais

Michael Reynolds / EPA

Os procuradores de Nova Iorque acusaram a Trump Organization de um “esquema para defraudar” o Estado, evitando pagar impostos durante 15 anos, tendo o diretor financeiro, Allen Weisselberg, se entregado na quinta-feira às autoridades de Manhattan, sob acusação de roubo e fraude fiscal.

De acordo com a CNN, a Trump Organization, a Trump Payroll Corporation e Weisselberg são acusados de 15 crimes relacionados com um alegado esquema fiscal que remonta a 2005, entre esses esquema de fraude, conspiração, fraude fiscal criminosa e falsificação de registos comerciais.

Na acusação de evasão fiscal, os procuradores alegam que Weisselberg evitou mais de 900.000 dólares em impostos ao ocultar o valor dos benefícios que obteve da empresa de Trump. Este apresentou-se às autoridades criminais de Manhattan, mas tanto a Trump Organization como o diretor financeiro declaram-se inocentes.

Em comunicado, um porta-voz da Trump Organization fala de uma “vingança política”: “Não se enganem – isto não tem a ver com a lei, tem tudo a ver com política”.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE