Trump está preparado para um novo shutdown

Jim Lo Scalzo / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O diretor do departamento de gestão da Casa Branca, Mick Mulvaney, disse que o Presidente norte-americano está preparado para um novo shutdown, com paralisação dos serviços públicos, se o Congresso não autorizar a construção do muro na fronteira.

Dois dias após terminar a longa paralisação recorde de 35 dias, a Casa Branca tornou este domingo claro que Donald Trump está preparado para nova paralisação no governo.

O impasse que envolve o Presidente e a maioria democrata no Capitólio está longe de ter terminado, com o tempo a correr, já que o acordo financeiro que Trump assinou na sexta-feira com os democratas financia as agências do governo que estiveram encerradas durante 35 dias apenas até 15 de fevereiro.

Ainda não é claro que os democratas possam ceder e Trump parece pronto para nova batalha, enviando uma série de mensagens, através das redes sociais, que prenunciam o próximo embate com os senadores. “Constrói um muro e o crime vai cair”, escreveu Donald Trump, no Twitter.

Questionado se Trump está preparado para voltar a parar o governo dentro de três semanas, o chefe do pessoal da Casa Branca respondeu: “Sim, acho que está mesmo”. “Ele não quer deitar o governo abaixo, vamos deixar isto muito claro. Não quer declarar emergência nacional”, afirmou.

Mulvaney acrescentou: “No fim do dia, o compromisso do Presidente é defender a nação e vai fazê-lo com ou sem o congresso”.

O acordo a que Donald Trump chegou com o Congresso não inclui os 5,7 mil milhões de dólares (cinco mil milhões de euros) que reclamava para construir um muro na fronteira com o México.

O acordo representou uma vitória para a oposição dos Democratas, liderada pela presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, que se tem oposto frontalmente a financiar a barreira.

No entanto, Trump ameaçou que podia fechar o governo novamente, a partir de 15 de fevereiro, quando acabar o financiamento temporário dos serviços federais agora acordado.

“Não temos outra escolha que construir um muro potente ou uma barreira em aço. Se não chegarmos a acordo com o Congresso, ou o governo volta a fechar em 15 de fevereiro, ou vou utilizar os poderes que me estão conferidos para responder a esta emergência”, antecipou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista revela por que os mosquitos só picam a algumas pessoas

O cientista Joop van Loon revelou o motivo pelo qual os mosquitos costumam picar mais algumas pessoas do que outras. De acordo com o especialista, são os compostos químicos presentes na pele dos humanos que …

ESA prepara-se para intercetar pela primeira vez um cometa puro

A Agência Espacial Europeia (ESA) desenvolveu um projeto que visa intercetar um cometa puro - um corpo celeste que nunca passou pelo Sistema Solar -, quando este se aproximar da órbita da Terra em meados …

Astrónomos encontraram uma nova (e surpreendente) cratera em Marte

Marte não se "magoa" facilmente mas, quando acontece, o resultado pode ser quase comparado a uma obra de arte. Uma cratera, descoberta em abril pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), é a prova disso. Notável não só …

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …