Sob pressão, Trump cede (para já) e acaba com o shutdown

O presidente americano Donald Trump anunciou esta sexta-feira, na Casa Branca, que vai fazer um acordo para colocar fim ao shutdown, que paralisa a administração dos Estados Unidos há cinco semanas.

Sob forte pressão social, Donald Trump cedeu no braço de ferro com os democratas, tendo aceitado uma proposta de acabar com o shutdown antes de retomar a discussão sobre a construção do muro na fronteira com o México.

Com este acordo para o fim do shutdown, o chefe de Estado norte-americano criou  condições para o financiamento dos serviços federais até ao dia 15 de fevereiro, mas ameaçou voltar a paralisar a administração do estado se, até essa data, nenhum consenso tenha sido encontrado sobre a construção do muro com o México.

Após mais de um mês de paralisação, que afecta 800 mil funcionários federais, que se encontram privados de salário, o presidente pediu que o novo texto seja submetido imediatamente a votação no Congresso.

Apesar de ter esta sexta-feira aparentemente cedido às pressões que nas últimas semanas se tÇem vindo a intensificar, Trump não desistiu do seu muro. “Não temos outra opção a não ser construir um muro resistente ou uma barreira de aço”, insistiu mais uma vez.

O acordo vai agora ser submetido a votação no Senado, de maioria republicana. Para ser aprovado, o texto precisa de 60 votos de um total de 100, após o que será enviado à Câmara de Representantes, de maioria democrata.

A pressão contra o shutdown subiu de tom esta sexta-feira, obrigando Donald Trump a tomar uma decisão para acalmar os 800 mil funcionários federais que estão sem se deslocar para o emprego ou a trabalhar sem salário desde o dia 22 de dezembro do ano passado. Alguns destes funcionários serão pagos posteriormente, mas parte deles ficarão mesmo sem o vencimento que deixaram de receber.

Entretanto, diversas perturbações foram registadas nos aeroportos de Nova York e de Filadélfia por falta de funcionários. As associações do controle aéreo já tinham alertado, desde quinta-feira, para as consequências do shutdown na segurança dos transportes em geral, e para os riscos de segurança na aviação comercial em particular.

De acordo com sondagens publicadas desde o início da semana, Donald Trump e os republicanos são vistos como responsáveis pela situação. No partido republicano, do presidente americano, o mal-estar tem vindo a instalar-se, perante a avalanche de testemunhos de trabalhadores infelizes com a situação.

ZAP // RFI

PARTILHAR

RESPONDER

Califórnia já tem uma estrada pavimentada com plástico

O que parece uma estrada comum é agora a mais recente novidade na cidade de Oroville, na Califórnia. A nova construção junta uma tecnologia que mistura garrafas de plástico com asfalto. Por cada quilómetro de …

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …