Trump é “como uma criança de 12 anos numa torre de controlo de tráfego aéreo”

Jim Lo Scalzo / EPA

O autor anónimo de um livro sobre a Casa Branca de Donald Trump descreveu o Presidente dos Estados Unidos (EUA) “como uma criança de 12 anos numa torre de controlo de tráfego aéreo, a carregar nos botões do Governo indiscriminadamente, indiferente aos aviões que derrapam na pista e aos voos que se desviam freneticamente do aeroporto”.

Segundo publicou na quinta-feira o Washington Post, citado pelo Expresso, alguns excertos do livro A Warning (Um Aviso), escrito por alguém identificado apenas como “um alto funcionário da Administração Trump”.

O autor afirma que colegas seus consideraram renunciar em massa, de modo a fazer soar alarmes sobre a conduta do Presidente, mas acabaram por decidir não o fazer.

O anónimo contou igualmente como as tiradas impulsivas de Donald Trump no Twitter levam muitas vezes altos funcionários “a acordar de manhã em pânico total”. “É como apareceres na casa de repouso ao amanhecer e encontrares o teu tio idoso a correr sem calças pelo pátio e a gritar palavrões por causa da comida da cantina, enquanto assistentes preocupados tentam apanhá-lo”, escreveu, de acordo com o Washington Post.

“Ficas atordoado, divertido e envergonhado, tudo ao mesmo tempo. A diferença é que provavelmente o teu tio não faz isso todos os dias, as suas palavras não são difundidas para o público e ele não tem de liderar o Governo dos EUA depois de vestir as calças, acrescentou o autor.

O livro inclui passagens com Donald Trump a fazer comentários misóginos e racistas e a referir-se ao peso e ao aspeto das pessoas.

A páginas tantas, o Presidente tenta adotar um sotaque hispânico durante um encontro na Sala Oval para se queixar dos migrantes que atravessam a fronteira entre o México e os EUA.

“Vêm estas mulheres com sete filhos e dizem: ‘Oh, por favor ajudem! O meu marido deixou-me!’. São inúteis. Elas não fazem nada pelo nosso país. Ao menos se viessem com os maridos, podíamos pô-los a apanhar milho nos campos ou algo assim”, lê-se numa passagem citada pelo jornal norte-americano.

A porta-voz da Casa Branca, Stephanie Grisham, criticou o livro e o anonimato do autor. “O cobarde que escreveu este livro não pôs o seu nome nele porque isto não passa de mentiras”, disse, citada pelo Guardian, acrescentando que os jornalistas devem referir-se ao livro “como aquilo que ele é: uma obra de ficção”.

“Decidi publicar isto anonimamente porque este debate não é sobre mim. É sobre nós. É sobre como queremos que a presidência reflita o nosso país e é aí que a discussão deve centrar-se. Alguns chamarão a isto cobardice. Não fico magoado com a acusação. E estou preparado para juntar o meu nome às críticas ao Presidente Trump. Talvez o faça no tempo devido”, justificou-se o autor, citado pelo Washington Post.

Este é o mesmo autor anónimo que no ano passado escreveu um artigo de opinião para o jornal New York Times, intitulado I Am Part of the Resistance Inside the Trump Administration (Sou Parte da Resistência Dentro da Administração Trump). Na peça, o autor afirmava que alguns altos funcionários da Casa Branca colaboravam para proteger o país e o público de alguns dos impulsos mais perigosos e irresponsáveis de Trump.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …