Trump já anunciou os vencedores dos “prémios fake news”

O Presidente dos EUA anunciou, na quarta-feira à noite, os seus “Prémios Fake News”, em mais um ataque contra os meios de comunicação social.

“E os vencedores dos Fake News são…”, podia ler-se na mensagem de Donald Trump publicada no Twitter, que continha uma hiperligação para o site oficial do Partido Republicano, no qual se encontrava a lista completa. O site dos republicanos deixou de funcionar alguns minutos depois da publicação da mensagem do Presidente dos EUA.

“O ano de 2017 foi particularmente feroz, com uma cobertura mediática desonesta e mesmo informações falsas descaradas. Estudos demonstraram que mais de 90% da cobertura mediática do Presidente Trump é negativa”, de acordo com a introdução da lista, que inclui a cadeia de televisão CNN e os jornais New York Times e o Washington Post, alvos habituais do magnata.

No primeiro lugar da lista surge um artigo de Paul Krugman, prémio Nobel da Economia em 2008, publicado no New York Times sobre as repercussões económicas da vitória de Trump. No texto, Krugman escreveu que a economia “nunca” se recuperaria da passagem de Trump pela Casa Branca.

O segundo meio de comunicação social distinguido por Trump foi a cadeia ABC por uma informação, da qual se retratou posteriormente, na qual assegurava que o Presidente norte-americano tinha dado instruções a Michael Flynn, ex-assessor para a Segurança Nacional da Casa Branca, para contactar emissários do Kremlin antes das eleições presidenciais norte-americanas, em novembro de 2016.

Em terceiro lugar surge a informação da CNN segundo a qual Trump e o filho, Donald Trump Jr., tiveram acesso a documentos pirateados da candidata democrata Hillary Clinton e do Partido Democrata, que o portal WikiLeaks divulgou durante a campanha eleitoral.

Ao todo, a CNN recebeu quatro dos dez “prémios, seguida pelo New York Times e Washington Post com dois, e as revistas Time e Newsweek e a cadeia ABC com um.

Depois de divulgada a lista, Trump divulgou um segundo “tweet”: “Apesar da cobertura de alguns meios muito desonestos e corruptos, existem muitos grandes jornalistas que respeito e boas notícias das quais os norte-americanos devem estar orgulhosos”.

Algumas horas antes, dois senadores republicanos, John McCain e Jeff Flake, tinham denunciado “os repetidos ataques” de Trump contra a imprensa, que consideraram “sem precedentes nem sentido”.

Já não podemos fingir que não vemos ou ouvimos estes ataques contra as nossas instituições”, disse Flake, que comparou Trump ao antigo líder soviético Estaline.

Além das críticas, vários peritos advertiram, no início do mês, que o anúncio destes “prémios” poderia violar normas federais de ética governamental.

O chefe de Estado anunciou estes “prémios” em finais de novembro e, já no início de janeiro, comunicou que a lista estava prestes a ser divulgada. Nesse tweet, Trump disse que iria galardoar a “comunicação social mais desonesta e corrupta do ano”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …