Trump anuncia acordo com a Europa para vender “a melhor carne do mundo”

Dave Wild / Flickr

“Hoje é um grande dia”, declarou Donald Trump, referido-se à assinatura de um acordo com Bruxelas para vender “a melhor carne do mundo”.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que assinou um acordo com Bruxelas para que os produtores norte-americanos possam vender na Europa “a melhor carne de vaca do mundo”

“Hoje é um grande dia, um acordo maravilhoso para muita gente. Hoje assinamos um acordo que tornará mais fácil exportar carne de vaca norte-americana para a União Europeia”, afirmou Trump, sublinhando que a carne exportada pelos Estados Unidos não pode ser tratada com hormonas de crescimento.

“Esta é uma vitória tremenda para os criadores de gado norte-americanos e, claro, para os consumidores europeus porque a carne de vitela norte-americana é considerada a melhor do mundo”, assegurou Trump, que na assinatura do acordo esteve acompanhado por criadores de gado norte-americanos.

Na cerimónia de assinatura do acordo também esteve presente o embaixador da União Europeia nos Estados Unidos, Stavros Lambrinidis, que afirmou que deseja que o pacto sirva para “fortalecer” a relação entre Bruxelas e Washington.

“O acordo que assinamos mostra que, como sócios, podemos resolver problemas e que, como sócios, no espírito desta colaboração, podemos dar forma ao mundo para que esteja baseado em fortes valores abertos e em fortes regras abertas”, manifestou Lambrinidis.

Em junho, a Comissão Europeia já tinha anunciado que a UE e Washington tinham chegado a um acordo para que os produtores norte-americanos vendessem na Europa uma maior quantidade de carne de vaca, com a condição de não ter sido alterada com determinadas hormonas de crescimento. Uma vez assinado pelos Estados Unidos, o acordo tem agora de ser ratificado pelo Parlamento Europeu antes de entrar em vigor.

Com a concretização do acordo, os produtores norte-americanos poderão vender anualmente na Europa até 35.000 toneladas de carne de vitela durante um período de sete anos.

Os parâmetros sobre a qualidade da carne estabelecidos pelos Estados Unidos e pela UE são muito diferentes, estando algumas empresas norte-americanas proibidas na Europa porque utilizam hormonas para engordar artificialmente o gado, vetadas pela regulamentação europeia por receio que afete a saúde pública. Perante estes receios, a UE proibiu em 1989 a importação de carne de vaca modificada geneticamente dos EUA.

Inicialmente o veto tinha caráter temporário, mas em 2003 o bloco comunitário decidiu proibir permanentemente a carne de vitela tratada com uma hormona chamada estradiol (um esteroide sexual feminino) e vetou temporariamente a carne alterada com outros cinco tipos de hormonas.

Essa decisão fez com que Washington levasse a UE perante a Organização Mundial do Comércio (OMC) por considerar que estava a infringir as normas internacionais de comércio.

Depois de anos de litígio, em 2009 a UE e Washington alcançaram um acordo que estabelecia que os Estados Unidos e outros países podiam vender na Europa até 45.000 toneladas anuais de carne de vaca sem hormonas de crescimento.

O que o novo acordo estabelece é que daquela quota de 45.000 toneladas, cerca de 35.000 serão vendidas exclusivamente por produtores norte-americanos.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …

Transferência de Bruno Fernandes rendeu 16 milhões ao BCP e ao Novo Banco

A transferência de Bruno Fernandes do Sporting para o Manchester United foi rentável não apenas para o clube de Alvalade, mas também para os Bancos que são os principais financiadores do emblema. Millennium BCP e …

Braga 0-1 Rangers | "Guerreiros" eliminados por pé Kent

O Sporting de Braga caiu nos 16 avos-de-final da Liga Europa. Após a derrota por 3-2 na visita ao Rangers na semana passada, após estar a vencer por 2-0, os “arsenalistas” foram donos e senhores …

Violada, drogada e raptada. Cantora Duffy explica o seu desaparecimento da cena musical

A cantora galesa Duffy que fez sucesso, em 2008, com a música "Mercy", esteve vários anos afastada dos holofotes do mundo da música e explica, agora, que isso se deveu ao facto de ter sido …

Neeleman continua na TAP, mesmo com a entrada da Lufthansa

David Neeleman vai manter-se como acionista da companhia aérea portuguesa, mesmo que a Lufthansa venha a entrar no capital da TAP. Sabe-se que a Lufthansa está a estudar, juntamente com a United Airlines, a aquisição dos …

Escócia aprova plano para dar tampões e pensos grátis a todas as mulheres

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar gratuitamente produtos de higiene feminina a todas as mulheres. A Escócia será o primeiro país a avançar com uma medida deste tipo. O plano …

Bruxelas regista lentidão no desenvolvimento da ferrovia e dos portos portugueses

A Comissão Europeia fez hoje várias observações sobre a lentidão do desenvolvimento de projetos na ferrovia e nos portos portugueses, num relatório elaborado no âmbito do pacote de inverno do semestre europeu. Abordando os setores ferroviário …