Tribunal de Contas estima que Estado possa ter perdido milhões com privatizações da EDP e REN

G-Man / wikimedia

-

O Tribunal de Contas diz que, no caso das privatizações da EDP e da REN, o Governo não tomou medidas legislativas “que acautelassem os interesses estratégicos do Estado Português após a conclusão do processo de privatização”.

No relatório de auditoria dos processos de (re)privatização do setor elétrico, revelado esta segunda-feira, o Tribunal de Contas frisa que, não obstante o decreto de privatização da EDP e da REN e o acordo de venda e de parceria estratégica conterem referências à salvaguarda do interesse nacional, “não foi prevista qualquer cláusula de penalização para o seu incumprimento“.

O tribunal conclui assim que, “nestes dois processos” não foram tomadas quaisquer iniciativas legais para acautelar os interesses estratégicos do Estado depois de concluída a privatização, “tal como estatuído no artº 27 da Lei Quadro das Privatizações”.

A auditoria constata que “a postura do Estado Português” se revelou “menos adequada quando comparada com a de alguns dos países europeus que protegem claramente os seus ativos estratégicos”.

A instituição dá mesmo exemplos: “Alguns destes países asseguram aqueles ativos através da fixação de limites na aquisição de ativos estratégicos por entidades estrangeiras que não integrem o espaço europeu (Alemanha, Áustria e a Finlândia), o reforço ou controlo do Estado através de poderes especiais golden shares (Bélgica, França, Polónia e a Itália) e/ou a detenção da maior parte do capital (Lituânia e Islândia)”.

Em sede de contraditório das entidades envolvidas, o Tribunal de Contas refere que “a salvaguarda dos ativos estratégicos foi assegurada através de diplomas legais de cada um dos processos e pelo framework agreement“, assinado entre o Estado, as empresas e os novos acionistas chineses.

No entanto, o tribunal sublinha que “caso aqueles instrumentos fossem suficientes não seria necessário a aprovação de um regime específico”.

Apesar desta crítica, a instituição sublinha que as privatizações em análise atingiram o objetivo previsto no memorando assinado com a Troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) que era o de reduzir a dívida pública e que “foi atingido com a afetação total da receita líquida das operações à amortização da dívida pública”.

O tribunal indica que a venda direta da EDP, relativo à 8ª fase e conclusão da 7ª, e da REN, correspondente à 2ª fase, “geraram uma receita líquida global de 2.768 milhões de euros”, mas os auditores indicam que a receita prevista para estes processos não foi autonomizada no memorando, “pelo que não é possível comparar os valores realizados face aos valores previstos, no sentido de identificar e quantificar eventuais desvios financeiros”.

No entanto, no caso da EDP, o Tribunal estima que, “uma vez que a participação rendeu ao Estado 2.216,4 milhões de euros, a perda de valor para o Estado, numa ótica financeira, ascendeu a cerca de 1.584 milhões de euros”.

Já no caso da REN, “atendendo a que o Estado Português alienou esta participação por apenas 551,42 milhões de euros, a perda de valor para o Estado, numa ótica financeira, ascendeu a cerca de 400 milhões de euros”.

No entanto, “em nome da transparência e da responsabilização”, a partir de agora, o Governo deverá disponibilizar ao Tribunal de Contas (TdC) e à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) toda a informação que envolve as privatizações, incluindo a fundamentação da decisão sobre os métodos de privatização escolhidos.

O Tribunal de Contas aconselha ainda que a Parpública reduza os gastos na execução das privatizações, recorrendo a consultores internos para poupar em recursos, dado que o dinheiro gasto em consultorias é pago pelo Estado, ou seja, acaba por recair sobre os contribuintes.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. …perdido milhões com privatizações da EDP e REN pois claro que é de todo o interesse guardar lugar para uma futura negociata quando deixar-se o dito (des)governo, não é sr. (des)governo?
    É de todo o interesse estas coisas pois o contribuinte é que perde e os srs políticos!!!!é que comem, mas estão a defender os valores de todos os portugueses, só espero é que o MP não ande a dormir.

  2. Quem é esse MP , desconheço esse nome em Portugal, nunca ouvi falar pelo menos que alguma vez tenha defendido os interesses verdadeiros do Povo.

  3. Olha que novidade me dão!! A ideia que fica é que os gestores das empresas publicas gastam tudo das empresas, alegadamente ” de forma muito pouco legal” e ” os amigos” depois alegadamente encobrem-nos com vendas sem nexo, que não dão lucro ao estado mas fica a sensação que isto é uma forma de encobrir as asneiras que ” os amigos” fazem…cá para mim, ainda se vai descobrir que a TAP também foi mal vendida..vai uma aposta!?

    • Nem é preciso apostar para prever. claro que a TAP na actual situação também não é boa para os bolsos dos contribuintes mas com tantos anos que se injectou dinheiro publico nesta, muitos milhões foram perdidos com os anos.
      O que me custa mais de ver é que sendo do estado dá milhões de prejuízo todos os anos e passando a privado vai passar a dar lucro, será que sendo do estado não deveria dar também lucros ?
      Onde está o erro desta e de todas as privatizações ?
      Porque a Europa obriga os estados a vender ?
      Tanta pergunta sem resposta no nosso e nos outros Países da maior parte da Europa

      • Ah Ah o erro é pagarem bem aos cargos de dirigentes, fora viaturas, despesas de representação, subsídios, alojamento etc para dirigirem os dinheiros públicos para o bolso e para os lobbys e se o serviço for bem feito até são atribuídos extras pelos bons serviços prestados e em muitos casos anos após anos. Nunca são investigados (devem ser por outros do mesmo sistema) e quando são e dá barraca serve para vender noticias jornais e engordar advogados e tribunais. Penhoras nem vê-las ou só depois de passarem em pouco tempo a insolventes

      • Que boa pergunta, porque obriga a europa a vender? Por acaso, disso sei pouco, mas sei o bastante para lhe dizer que desde os Organismos que obrigam a vender, mais os Países que do mesmo modo procedem e que defendem a venda, ainda os bancos que financiam e o ministros e secretários que se vendem,… meu caro amigo,.. é um mundo, e se um dia se integrar dentro dele , poderá entender, ou então, desculpe, NUNCA ENTENDERÁ. Lamento profundamente ter de lhe dizer isso, mas acredite, … É VERDADE.
        E mais não digo.

      • São as galinhas de ovos de oiro, que nos obrigam a vender…
        Assim, sem a mais valia das empresas, têm garantido que andamos sempre a vender divida e a pagar juros garantindo-lhes assim o negócio do dinheiro

  4. A qual estado ao estado a que isto chegou ou ao estado chinês ?
    Ponham o Belmiro no governo esse pelo menos faz bons negócios da china. Sobe os preços quando faz descontos e oferece-os em talão mas quase tudo em produtos da china e ao preço da china (o de custo).

RESPONDER

"Lesmas-leopardo" acasalam da forma mais espantosamente bizarra (e ninguém sabe porquê)

As "lesmas-leopardo" têm talvez o acasalamento mais intrigante e espantoso de todo o reino animal. Os biólogos ainda não conseguiram decifrar porque razão estes moluscos acasalam desta forma. Na escuridão da noite, duas grandes "lesmas-leopardo" começam …

Naufrágio romano com 2.000 anos encontrado na Grécia. É um dos maiores do Mar Mediterrâneo

Uma equipa de cientistas da Universidade de Patras, na Grécia, descobriu os vestígios de um navio romano que naufragou há cerca de 2.000 anos perto da ilha grega de Kefalonia, avança o Greek City Times.  …

Qual é o verdadeiro significado da vida? Um novo estudo pode ajudar com a resposta

Um novo estudo aponta que encontrar significado na nossa vida é algo positivo para a nossa saúde e bem-estar mental, mas o processo de procura tem o efeito contrário. Encontrar significado na nossa vida é uma …

A crise climática vista do Espaço. Vídeo da NASA revela degelo dos glaciares no Alasca

https://vimeo.com/379314673 Um vídeo publicado recentemente pela NASA mostra o derretimento dos glaciares do Alasca visto do Espaço. Algumas imagens revelam mudanças de quase 50 anos. O nosso planeta está a caminhar a passos largos para uma situação …

Ciência explica porque é que alguns cheiros desencadeiam memórias fortes

O cheirinho de pão acabado de sair do forno pode, por exemplo, funcionar como um portal do tempo, levando-nos de volta àquele pequeno café em Paris que visitámos há alguns anos. Os cheiros têm a capacidade …

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …