Tribunal condena Lisboa a pagar 138 milhões à Bragaparques e abre guerra partidária

Jerome Dahdah / Flickr

Edifício da Câmara Municipal de Lisboa

Edifício da Câmara Municipal de Lisboa

A Câmara de Lisboa foi condenada a pagar uma indemnização de 138 milhões de euros à Bragaparques, no âmbito do caso do Parque Mayer. A autarquia já anunciou que vai recorrer da sentença.

Numa nota enviada à comunicação social, a Câmara de Lisboa refere que foi “notificada do acórdão do Tribunal Arbitral relativo ao processo Bragaparques – Parque Mayer”.

A decisão, que “não foi tomada por unanimidade”, fixou a indemnização em 138 milhões de euros, “menos de metade dos 345 milhões de euros solicitados na acção pela Bragaparques”.

“A Câmara Municipal entende que a sentença é injustificável, discordando dela em matéria de direito e de facto”, lê-se na nota onde a autarquia anuncia que vai recorrer da sentença “convicta da sua razão e na defesa do interesse público e da cidade de Lisboa”.

Em causa está o processo de permuta de terrenos da antiga Feira Popular, em Entrecampos, que eram propriedade da autarquia, pelos do Parque Mayer que pertenciam à Bragaparques.

Troca de acusações entre PS e PSD

O vice-presidente da CML, Duarte Cordeiro, frisou, numa conferência de imprensa, que a decisão “não é aceitável”, devido à avaliação que é feita do Parque Mayer e dos juros.

“A decisão [do Tribunal Arbitral] refere um determinado valor de 138 milhões – substancialmente inferior aos 350 milhões de euros que eram solicitados – que não é aceitável pela valorização que é feita pelo Parque Mayer e pelos juros que são referidos”, disse Duarte Cordeiro.

Este elemento aproveitou também para responder ao presidente da Concelhia do PSD de Lisboa, Mauro Xavier, acusando-o de ter proferido declarações “muito graves e inqualificáveis”.

“Que ninguém confunda o facto de os tribunais demorarem tempo a tomar as suas decisões com a origem do processo, que, como toda a cidade sabe, reporta a factos decisões tomadas pelo município nomeadamente nos anos de 2004 e 2005”, disse Duarte Cordeiro.

Entre 2004 e 2005 a autarquia lisboeta foi liderada por Pedro Santana Lopes e Carmona Rodrigues, eleitos pelo PSD.

Esta reacção surge depois de Mauro Xavier ter criticado, em declarações ao Expresso, a actuação da Câmara de Lisboa no processo, considerando que está em causa um “acto de má gestão, uma péssima negociação e um acto criminoso para a cidade”.

Duarte Cordeiro responde notando que é “uma vergonha” e que não aceita “que se faça uma tentativa de se reescrever a história ignorando a origem dos factos que tem como consequência a decisão que foi tomada” e lamentando o arrastamento do processo já por uma década.

O vice-presidente da Câmara de Lisboa disse ainda que município “tem hoje uma situação financeira saudável e sente-se capaz de enfrentar situações como esta”, mas “no entanto não o tem que fazer quando não concorda com a decisão”.

A Câmara de Lisboa aprovou em 2014 um “acordo global” com a Bragaparques para a aquisição dos terrenos da antiga Feira Popular, em Entrecampos, e do Parque Mayer, por 101.673.436,05 euros, e que prevê que ambas as partes desistam das acções judiciais que envolvem os terrenos.

“O acordo tinha como objectivo regularizar a situação da propriedade, foi o aspecto que ficou resolvido”, disse Duarte Cordeiro.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois, gentalha da direita que lesa a CML.
    E a gentalha de esquerda que embargou o túnel do Marquês, lesando a CML em Milhões com juros devidos pelo atraso da obra assim como o aumento dos custos por só ter sido concluído passados 10 anos ?
    Esse foram premiados com o lugar de Vereador !!!

    Tudo gente da mesma formada, que só lesam o erário público para botarem figura na tauromaquia política !!!

    Não admira que tenham criado tachas e tachinhas para endireitar o orçamento.

    • Pois, e já agora explique lá porque é que o tunel foi embargado! A esquerda embargou a obra, e embargou bem, em nome da segurança das pessoas. Vá ler primeiro o que aconteceu e talvez perceba porque foi embargada a obra.
      Seriedade moral impõem-se, caro senhor.

  2. Vergonhosamente quer o Parque Mayer quer os terrenos da antiga Feira Popular são dois nojos dentro da cidade que presidente de câmara após presidente nenhum teve ainda capacidade ou coragem para resolver a situação de vez, vão todos culpabilizando o antecessor e sacudindo a água do capote como se também não tenham culpas, a verdade é que é uma vergonha para a cidade, mataram a Feira Popular e o Parque Mayer está completamente moribundo e ultrapassado no tempo, não existe qualquer sala de espetáculos com o mínimo de condições para os tempos atuais e o teatro em Lisboa parece não existir para os lisboetas e não fosse as excursões do resto do país a deslocarem-se para assistir a uma peça de teatro estes poucos que restam já teriam fechado portas certamente.

RESPONDER

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …

Volkswagen revela o novo ID.3, "o carro elétrico do povo"

https://vimeo.com/360579859 No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço "abaixo dos 30 mil euros", é tido como acessível para as massas. A revolução dos automóveis elétricos …

Benfica 1-2 Leipzig | Águias sem asas para o Leipzig

O Benfica arrancou a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 da pior forma, com uma derrota caseira por 2-1. A formação “encarnada” recebeu o Leipzig e nunca conseguiu dominar o futebol …

A faca, o casaco, a secretária e outros objetos de Anthony Bourdain vão a leilão

Uma faca feita a partir de um meteorito, um casaco personalizado da marinha norte-americana e uma prensa para ossos de pato são três dos 215 objetos de Anthony Bourdain que vão ser colocados à venda …

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …

Dois youtubers detidos a tentar invadir a Área 51

Quatro dias antes do evento mundial, dois youtubers adiantaram-se e foram detidos na última terça-feira por tentarem invadir a Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos. Ties Granzier e Govert Sweep, dois holandeses de …

Onda de bebés nascidos com mãos deformadas abre investigação na Alemanha

As autoridades de saúde lançaram uma investigação depois de três bebés nasceram com deformações raras das mãos nos últimos quatro meses num hospital alemão. "Entre junho de 2019 e o início de setembro de 2019, um …

Explosão causou incêndio nas instalações onde a Rússia armazena a varíola e a ébola

Esta segunda-feira, uma explosão causou um incêndio no Centro Estatal de Investigação de Virologia e Biotecnologia, na Rússia. Estas instalações são dos poucos sítios onde a varíola e a ébola estão armazenadas. Uma explosão num tanque …