Três grandes vão jogar no dia das eleições

José Sena Goulão / Lusa

-

Benfica, Porto e Sporting vão jogar na sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol a 4 de outubro, dia das eleições legislativas.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) esclareceu que a marcação dos jogos dos três grandes foi acordada com os clubes, tendo em conta as competições europeias e os jogos da seleção. Todas as suas outras competições foram antecipadas para 3 de outubro, de forma a não coincidir com o dia das eleições.

Os jogos em causa são a visita do bicampeão Benfica ao União da Madeira, às 16h00, e as receções do FC Porto ao Belenenses, às 18h15, e do Sporting ao Vitória de Guimarães, a partir das 20h30. O Sporting de Braga é o único europeu a jogar na segunda-feira, quando recebe o Arouca, às 20h.

Esta ronda do campeonato ocorre depois de encontros das competições europeias e antecede os derradeiros embates da seleção portuguesa com a Dinamarca, em Braga, na quinta-feira, 8 de novembro, e com a deslocação à Sérvia, três dias depois, na qualificação para o Euro 2016.

A LPFP refere ainda ter advertido os clubes envolvidos para “tomarem as devidas diligências, com relação aos cidadãos recenseados que integram as suas equipas, bem como todos os agentes que participam nos referidos jogos, poderem exercer o seu direito de voto, junto das respetivas Câmaras Municipais”, de forma antecipada.

O organismo que rege as competições profissionais de futebol em Portugal diz também ter comunicado à CNE a “factualidade e a solicitar disponibilidade para apoiar as sociedades desportivas supra referidas, caso estas tenham alguma dificuldade junto de alguma das Câmaras Municipais na qual venha a ser requerido o exercício antecipado do direito de voto”.

“Misturar as duas coisas poderá ser pouco sensato”

A realização de jogos de futebol em dia de eleições “não é proibido”, mas “misturar as duas coisas poderá ser pouco sensato” e “não é recomendável”, disse à Lusa João Almeida, porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

“A lei não proíbe as atividades normais e correntes” no dia das eleições, explica, mas “tem havido a opinião consensual de que não é adequado” a realização de jogos de futebol no mesmo dia e, em 40 anos de democracia, esta será a primeira vez que tal acontece em dia de eleições para a Assembleia da República.

“Diria que é pouco sensato misturar as duas coisas. Não é proibido, mas não é recomendável”, frisou João Almeida, ressalvando que, por nunca se ter registado uma situação idêntica, a CNE nunca de pronunciou sobre a possibilidade de decorrerem jogos de futebol no mesmo dia de eleições legislativas.

O porta-voz da CNE justificou ainda que normalmente se antecipam ou adiam as competições desportivas para “não desviar as pessoas dos locais onde votam” e “oferecer mais um pretexto para a abstenção”.

“Haverá algumas centenas de pessoas que porventura já estariam pouco motivadas para irem votar e agora vão preferir acompanhar a sua equipa”, referiu.

Os profissionais que estão envolvidos nos jogos, quer sejam jogadores, pessoas das equipas técnicas, entre outros, poderão, caso o pretendam, votar antecipadamente, junto das respetivas câmaras municipais.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …

Putin avisa que quem ameaçar a Rússia "se irá arrepender como nunca"

O presidente Vladimir Putin emitiu um alerta durante o seu discurso anual ao Governo. O líder frisou que qualquer membro da comunidade internacional que ameace a Rússia "se irá arrepender como nunca se arrependeu antes". O …

Nove anos depois, Bruxelas deixa de monitorizar atividade da CGD

A Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia (DG Comp) encerrou o processo de monitorização do plano estratégico da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "A Caixa Geral de Depósitos, S.A. (CGD) informa que recebeu comunicação da Direção …

Se não fosse o vídeo de Darnella Frazier, "Derek Chauvin ainda seria polícia"

Darnella Frazier, na altura com 17 anos, foi a responsável pelo vídeo que mostra o ex-agente da polícia Derek Chauvin a prender o afro-americano George Floyd, que acabou por não resistir. Esta terça-feira foi um dia …

Eutanásia. Jurisdição do PSD considera haver matéria para processo disciplinar a Rio e Adão Silva

O Conselho Nacional de Jurisdição do PSD considerou que existe "matéria bastante para abertura de processo disciplinar" ao presidente do partido e ao líder parlamentar por violação de uma decisão do Congresso sobre eutanásia, faltando …

"Um charro para uma vacina." Ativistas oferecem canábis a nova-iorquinos vacinados

"Um charro para uma vacina." Este é o mote dos ativistas pela legalização da canábis que, esta terça-feira, ofereceram um charro às pessoas que receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19 …

Recurso de Amorim arquivado. Sporting avança para a "impugnação judicial"

O Sporting anunciou, esta quarta-feira, que o seu treinador vai avançar com uma "impugnação judicial" do castigo aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Portuguesa (FPF). Num comunicado, o clube de Alvalade lamentou …