/

Já foram tratados 133 pacientes com Remdesivir no SNS

Mohamed Hossam / EPA

Só no Serviço Nacional de Saúde, já foram tratados 133 pacientes de covid-19 com Remdesivir, revelou esta quarta-feira o presidente do Infarmed.

Até esta quarta-feira, no Serviço Nacional de Saúde (SNS) já foram tratados 133 pacientes com Remdesivir, um medicamento antiviral autorizado para combater a covid-19. O presidente do Infarmed, Rui Ivo, diz que “tem estado a ser distribuído com base num programa de acesso especial e que há “quantidades disponíveis” no SNS.

O medicamento está a ser utilizado em pacientes com covid-19 que tenham mais de 12 anos, que tenham pneumonia e que precisem de oxigénio.

Segundo o SAPO24, a Comissão Europeia referiu hoje que vão ser disponibilizadas quantidades adicionais de Remdesivir, “mediantes alocações aos vários estados membros”.

Na habitual conferência de imprensa de divulgação dos dados sobre a evolução da pandemia de covid-19 em Portugal, Rui Ivo revelou ainda que “há um conjunto alargado de vacinas em desenvolvimento”, sendo que algumas passaram já da fase 2 para a fase 3 e estarão já a considerar a fase de pedidos de autorização da Agência Europeia de Medicamentos.

Há cerca de 10 empresas “com as quais está a ser feito um trabalho ativo para se avançar para a fase seguinte”, em articulação com o SNS.

No início de julho, a Comissão Europeia deu “luz verde” à comercialização do antiviral Remdesivir, que se tornou o primeiro medicamento autorizado ao nível da União Europeia para tratamento da covid-19.

A autorização do executivo comunitário, concedida ao abrigo de um procedimento acelerado e de forma condicional, surge após uma recomendação da Agência Europeia de Medicamentos, a 25 de junho, que aprovou o recurso a este medicamento que em Portugal já tinha sido utilizado em doentes graves.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.