#Tradwives. Há um movimento de mulheres que querem ser donas de casa submissas ao marido

As #tradwives decidiram deixar os seus empregos para se dedicar única e exclusivamente à casa e à felicidade da família, sobretudo do marido e dos filhos.

Fotografias de bolos acabados de fazer e outras iguarias preparadas em casa são algumas das coisas que vai encontrar se pesquisar nas redes sociais a hashtag #TradWife (“esposa tradicional” na tradução para Português).

Segundo a BBC, este é um movimento que está a crescer rapidamente na Internet e que, basicamente, junta mulheres de vários pontos do globo que querem voltar ao estilo da dona de casa tradicional e ultra-conservadora de outros tempos.

Alena Kate Pettitt tornou-se uma espécie de porta-voz deste movimento, sendo fundadora da plataforma online The Darling Academy. A britânica diz querer “ser submissa ao marido e mimá-lo como se estivesse em 1959”.

No seu blogue, explica a emissora britânica, Pettitt fala sobre “etiqueta, estilo de vida feminino, tarefas domésticas e como ser uma esposa tradicional” e defende, entre outras coisas, que “se uma mulher quer um casamento feliz, deve sempre colocar o marido em primeiro lugar”.

“Não quero que meu marido volte para casa depois de um longo dia de trabalho e precise de cozinhar, porque o meu papel é estar em casa, o meu trabalho é essencialmente fazer as tarefas domésticas”, diz à BBC.

Na mesma entrevista, a britânica admite que, nos anos 90, se sentia “uma estranha”. “As mensagens na altura eram: ‘Tens de brigar com os homens, sair de casa, da tua zona de conforto e ser independente’, mas eu sentia que tinha nascido para ser esposa e mãe. Identificava-me muito com os antigos programas de televisão das décadas de 50 e 60”.

Aos 20 anos, Pettitt diz que era “a típica mulher focada na carreira”. “Fui morar para Londres e trabalhei muito porque a cultura daquela época, refletida em séries como ‘Sexo e a Cidade’, era de que isso era fantástico e libertador”.

Nas redes sociais, a inglesa percebeu que havia um movimento “quase clandestino” de mulheres que se sentiam como ela. Foi assim que surgiu o Darling Academy.

The Darling Academy / Instagram

Alena Kate Pettitt, uma das porta-vozes do movimento #TradWife

Ato de feminismo?

De acordo com o El País, o livro Fascinating Womanhood, publicado em 1963 por Helen Andelin, converteu-se numa espécie de bíblia para estas mulheres. Em 2018, Dixie Andelin Forsyth relançou o livro da mãe e tem criado, desde então, oficinas de feminilidade que já foram frequentadas por cerca de 100 mil mulheres.

Entre os temas das aulas incluem-se, por exemplo, “instruções para não vestir roupas amarrotadas, como comer pizza sem parecer lésbica e como comportar-se para atrair e manter um homem”.

Tendo dado várias entrevistas nos últimos tempos, Pettit tem sido criticada pelas suas declarações, sobretudo depois de assumir que a sua escolha de vida também pode ser considerada um ato feminista.

“A minha opinião sobre o feminismo é que se trata de escolhas. Se se diz que a mulher deve entrar no mundo do trabalho e competir com homens, mas não pode ficar em casa, estão a tirar-me essa opção”, explica à BBC.

“Acho que ser uma esposa tradicional é investir no nosso marido, na nossa família e inspirá-los a serem as melhores pessoas possíveis. É algo totalmente altruísta”, considera.

Além disso, nos Estados Unidos, o movimento #TradWife está a ser associado a movimentos supremacistas brancos e masculinos de extrema-direita.

Annie Kelly, investigadora do impacto das culturas digitais anti-feministas e de extrema-direita, analisou este fenómeno num artigo publicado no jornal New York Times, no qual explica como esta mensagem “não é particularmente nova dentro da extrema-direita” e considera que o nascer deste movimento está relacionado com a atual incerteza económica e política e a crescente insatisfação com a vida moderna.

Dixie Andelin Forsyth, por sua vez, argumenta que o ressurgir da esposa tradicional  se explica pelo facto de “as mulheres no Reino Unido, e em outros lugares, já terem tido feminismo suficiente“. “Agradecemos às feministas pelas calças, mas olhamos para a vida de uma forma diferente”, disse ainda.

Segundo o jornal espanhol, as críticas nas redes sociais não se fizeram esperar. É o caso da advogada Ann Olivarius que, no Twitter, escreveu: “Não apenas as calças, querida. A conta bancária no teu nome, o teu direito de voto e a proibição do teu marido te poder violar e bater. Só para citar algumas coisas”.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Isso nada mais é do que uma adaptação feminina que estão à beira da decadência de sua beleza física e tentam achar um homem provedor no final do segundo tempo.
    Homens não caiam nessa

  2. Ridículo. Em 2020!!! Ridículo
    “O feminismo é uma opção”
    “Acho que ser uma esposa tradicional é investir no nosso marido, na nossa família e inspirá-los a serem as melhores pessoas possíveis. É algo totalmente altruísta”
    O caminho de cada um, Homem ou Mulher, é uma opção.
    A escolha do caminho de uma Mulher, é graças à luta de muitas Mulheres que o tornaram possível.
    A senhora tomou uma opção. A que tem todo o direito de o fazer. Não pode caracterizar e definir a sua escolha como “Esposa Tradicional”.
    Respeita todas as Mulheres que permitiram tomares essa escolha
    Não tem o direito de limitar e reduzir a Mulher a um estereótipo. E tão ridículo
    Tem noção do impacto? Tem noção toda as lutas diárias das Mulheres vão retroceder anos?
    Tem noção que o número de Mulheres que voltaram a sofrer abusos é graças a voltar a estereótipos antigos?
    Quer viver para o Marido, que o faça.
    Não passe a ideia que é a função de uma Mulher

  3. E vai pagar a casa, o carro, as contas todas e a educação de duas ou três crianças tudo sozinho? Mais as roupas, o cabeleireiro e as despesas da princesa?
    É que repare, na maior parte dos casais trabalham ambos, porque têm de pôr comida na mesa, não é por não se amarem tanto ou por não quererem saber dos filhos ou da casa.

RESPONDER

Ordem dos Médicos apresenta seis recomendações para combater o coronavírus

A Ordem dos Médicos divulgou esta segunda-feira um documento com seis recomendações que "visam melhorar o combate à pandemia no imediato e preparar também o inverno". Uma das medidas propostas pelos médicos é impor o …

Sporting investiu forte no ataque, mas os golos escasseiam

O Sporting CP marcou apenas 49 golos esta temporada, embora tenha investido 21 milhões de euros na frente de ataque. A saída de Bruno Fernandes foi um duro golpe na capacidade goleadora. Nas últimas duas temporadas, …

Portugal é um dos cinco países da Europa onde a pandemia está a recuar

Portugal é um dos cinco países da Europa onde a pandemia está a recuar, de acordo com o mais recente relatório do Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças (ECDC) esta terça-feira divulgado. O …

Ryanair desregulou escalas dos trabalhadores que rejeitaram cortes em Portugal

A Ryanair desregulou o regime de escalas habitual à "pequena minoria" de trabalhadores que recusou os cortes da empresa na sequência da pandemia de covid-19, retirando-lhes qualquer direito a bónus, segundo documentos a que a …

Vieira quer oferecer Bruno Henrique a Jorge Jesus

Embora Jorge Jesus não tenha pedido a contratação de Bruno Henrique, o presidente benfiquista quer comprar o avançado brasileiro como prenda para o novo treinador. Luís Filipe Vieira está a estudar a contratação de Bruno Henrique, …

"Dimensão ética". Presidente do Novo Banco enviou uma carta a Marques Mendes a explicar o seu silêncio

Debaixo de fogo depois de serem reveladas as perdas avultadas relacionadas com a venda da carteira de imóveis do Novo Banco, António Ramalho enviou uma carta a Luís Marques Mendes, comentador da SIC, a explicar …

Ministério Público quer Jorge Jesus a testemunhar contra Rui Pinto

O Ministério Público (MP) quer que o treinador português Jorge Jesus testemunhe em tribunal contra o "pirata informático" Rui Pinto, que esta semana deixou a prisão domiciliária com a obrigação de se apresentar semanalmente à …

Guarda-redes do Atlético de Madrid já não escapa ao Sporting

O Sporting conseguiu, nas últimas horas, ultimar os detalhes do contrato que trará o guarda-redes espanhol António Adán para Alvalade. O jornal desportivo Record avança esta terça-feira que o contrato está a ser ultimado, adiantando que …

Dois agentes da PSP detidos em flagrante por tráfico de cocaína escondida em contentores de bananas

As autoridades portuguesas detiveram em flagrante quatro cidadãos nacionais por tráfico de droga, dois dos quais eram agentes da PSP em Faro. Fonte do gabinete de relações públicas da PSP adiantou à agência Lusa, que …

"Formiga do inferno." Descoberto fóssil preservado em âmbar com 99 milhões de anos

Uma equipa internacional de cientistas encontrou um fóssil preservado em âmbar que ilustra o exato momento em que uma formiga pré-histórica devora a sua presa. De acordo com o artigo científico, publicado recentemente na Current Biology, …