“Tiro ao lado” de Portugal no caso Manuel Vicente

PSD / Flickr

Luis Marques Mendes

Portugal emitiu um mandado de detenção para Manuel Vicente, ex-vice-presidente de Angola acusado de corrupção, pensando que ele estaria no nosso país. Mas, afinal, foi “um tiro ao lado das autoridades portuguesas”, como refere Marques Mendes.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes revelou que o tribunal que está a julgar a Operação Fizz, onde Manuel Vicente é acusado de corrupção, recebeu uma “informação da PSP” de que o ex-governante angolano estaria em Portugal.

Assim, foi emitido um mandado de detenção, mas foi “um tiro ao lado das autoridades portuguesas, uma vez que Manuel Vicente estaria, na verdade, em São Tomé e Príncipe, segundo realça o ex-líder do PSD na SIC. “Não havia necessidade”, constata.

Marques Mendes revela ainda que Manuel Vicente enviou, a 19 de Janeiro passado, uma carta à Procuradoria-Geral de Angola para pedir formalmente às autoridades do seu país que solicitem a Portugal a transferência do processo judicial em que está implicado.

Um sinal de que o ex-vice-presidente angolano “está disponível para ser julgado” em Angola, refere Marques Mendes.

O comentador refere, assim, que “nos próximos dias chegará formalmente a Portugal um pedido das autoridades judiciais de Angola para que o processo seja transferido para o país”.

Caso Centeno é “pé na poça” do MP

Comentando o caso de Mário Centeno, e as suspeitas levantadas pelo Ministério Público por causa dos convites que o ministro das Finanças solicitou para assistir a um jogo do Benfica, na tribuna VIP do Estádio da Luz, Marques Mendes constata que foi “um absurdo”.

“O MP meteu o pé na poça”, salienta o comentador da SIC, frisando que “pedir convites para ir para o camarote presidencial de um clube pode ser politicamente errado, mas não é crime”. “É um uso e costume, uma conduta habitual”, e portanto, “deixa de haver crime”.

“Não há recebimento de vantagem indevida, é a lei que o diz, e o Ministério Público devia sabê-lo bem, até porque vários magistrados já usufruíram desse uso e costume em camarotes de clubes de futebol”, considera também Marques Mendes.

Operação Lex é “murro no estômago”

A Operação Lex foi outro processo judicial abordado pelo ex-líder social-democrata no seu habitual espaço de comentário na SIC. Desta feita, para notar que “dois juízes desembargadores [respectivamente Rui Rangel e Fátima Galante] a serem alegadamente corrompidos é um choque” porque é sinal de que “a corrupção já chegou ao mais alto nível da justiça”.

Falando do caso como “um enorme murro no estômago” dos portugueses, Marques Mendes salienta, contudo, que “saber que ninguém fica impune, seja político, banqueiro, magistrado ou dirigente desportivo, é o lado positivo que devemos valorizar”.

“Este é o maior legado da actual Procuradora Geral da República; depois de Joana Marques Vidal a investigação tornou-se mais livre, mais independente e mais abrangente”, conclui Marques Mendes.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Augusto Inácio (de) novo diretor-geral do Sporting

O Sporting anunciou hoje, através de um comunicado, que o novo diretor-geral de futebol é Augusto Inácio, que regressa assim aos «leões» para substituir André Geraldes. No mesmo comunicado, pode ler-se que o presidente do Sporting, …

Morreu Júlio Pomar

O pintor e artista plástico português Júlio Pomar faleceu esta terça-feira, no Hospital da Luz, em Lisboa. Tinha 92 anos. O artista plástico português faleceu esta terça-feira, aos 92 anos, em Lisboa. O pintor modernista é …

Jovem britânico em fuga responde à polícia no Facebook (e é detido)

A polícia de West Yorkshire, no Reino Unido, fez um apelo no Facebook a pedir informações sobre o paradeiro de um jovem. O próprio desaparecido respondeu ao apelo e foi detido. No texto publicado na rede …

Casa de 600 mil euros pode custar liderança do Podemos a Pablo Iglesias

O líder do Podemos e a companheira, porta-voz do partido, poderão renunciar aos seus cargos de deputados devido à polémica compra de uma vivenda de 600 mil euros. Segundo o Diário de Notícias, o líder do …

Sim, há igrejas para ateus. E são cada vez mais

O declínio constante da religião no mundo ocidental está atualmente a rever-se no crescimento das chamadas igrejas ateístas. De acordo com o Pew Research Center, os "religiosamente não filiados" são agora o segundo maior grupo religioso …

Mais de 80% dos doentes sem acesso a cuidados paliativos

Entre 69 a 82% dos doentes que morrem em Portugal necessitam de cuidados paliativos, mas mais de 80% não os têm porque as respostas são insuficientes. Os maiores hospitais do país, incluindo o Instituto Português de …

Atentado no Afeganistão faz pelo menos 16 mortos e 38 feridos

Pelo menos 16 pessoas morreram e 38 ficaram feridas, na explosão de uma camioneta armadilhada em Kandahar, sul do Afeganistão, no momento em que agentes da polícia tentavam desarmadilhá-la, anunciaram as autoridades. "Os últimos números disponíveis …

Giuseppe Conte: um desconhecido sem experiência política para dirigir o Governo italiano

Giuseppe Conte é o nome proposto ao presidente pela Liga e pelo Movimento 5 Estrelas. O Presidente italiano, Sergio Mattarella, terá a última palavra em relação à escolha do primeiro-ministro. Giuseppe Conte. É este o nome …

Detidos por álcool e droga vão ser enviados para consultas médicas

Quem conduzir sob o efeito de álcool ou de estupefacientes vai ser encaminhado para consultas médicas em vez de ser punido com penas de prisão ao fim de semana ou trabalho comunitário. Retirar pessoas das cadeias …

Há 20 anos, com muito "cagaço", vulcões e o Gil, a Expo98 mudou Lisboa (e o país)

Foi há 20 anos que a Expo 98, inaugurada a 22 de Maio de 1998, transfigurou a zona oriental de Lisboa, mas também mudou a face do país, naquele que foi o primeiro grande evento …