“Tiro ao lado” de Portugal no caso Manuel Vicente

PSD / Flickr

Luis Marques Mendes

Portugal emitiu um mandado de detenção para Manuel Vicente, ex-vice-presidente de Angola acusado de corrupção, pensando que ele estaria no nosso país. Mas, afinal, foi “um tiro ao lado das autoridades portuguesas”, como refere Marques Mendes.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes revelou que o tribunal que está a julgar a Operação Fizz, onde Manuel Vicente é acusado de corrupção, recebeu uma “informação da PSP” de que o ex-governante angolano estaria em Portugal.

Assim, foi emitido um mandado de detenção, mas foi “um tiro ao lado das autoridades portuguesas, uma vez que Manuel Vicente estaria, na verdade, em São Tomé e Príncipe, segundo realça o ex-líder do PSD na SIC. “Não havia necessidade”, constata.

Marques Mendes revela ainda que Manuel Vicente enviou, a 19 de Janeiro passado, uma carta à Procuradoria-Geral de Angola para pedir formalmente às autoridades do seu país que solicitem a Portugal a transferência do processo judicial em que está implicado.

Um sinal de que o ex-vice-presidente angolano “está disponível para ser julgado” em Angola, refere Marques Mendes.

O comentador refere, assim, que “nos próximos dias chegará formalmente a Portugal um pedido das autoridades judiciais de Angola para que o processo seja transferido para o país”.

Caso Centeno é “pé na poça” do MP

Comentando o caso de Mário Centeno, e as suspeitas levantadas pelo Ministério Público por causa dos convites que o ministro das Finanças solicitou para assistir a um jogo do Benfica, na tribuna VIP do Estádio da Luz, Marques Mendes constata que foi “um absurdo”.

“O MP meteu o pé na poça”, salienta o comentador da SIC, frisando que “pedir convites para ir para o camarote presidencial de um clube pode ser politicamente errado, mas não é crime”. “É um uso e costume, uma conduta habitual”, e portanto, “deixa de haver crime”.

“Não há recebimento de vantagem indevida, é a lei que o diz, e o Ministério Público devia sabê-lo bem, até porque vários magistrados já usufruíram desse uso e costume em camarotes de clubes de futebol”, considera também Marques Mendes.

Operação Lex é “murro no estômago”

A Operação Lex foi outro processo judicial abordado pelo ex-líder social-democrata no seu habitual espaço de comentário na SIC. Desta feita, para notar que “dois juízes desembargadores [respectivamente Rui Rangel e Fátima Galante] a serem alegadamente corrompidos é um choque” porque é sinal de que “a corrupção já chegou ao mais alto nível da justiça”.

Falando do caso como “um enorme murro no estômago” dos portugueses, Marques Mendes salienta, contudo, que “saber que ninguém fica impune, seja político, banqueiro, magistrado ou dirigente desportivo, é o lado positivo que devemos valorizar”.

“Este é o maior legado da actual Procuradora Geral da República; depois de Joana Marques Vidal a investigação tornou-se mais livre, mais independente e mais abrangente”, conclui Marques Mendes.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pode já ser demasiado tarde para salvar o Taj Mahal

O Taj Mahal, monumento que é cartão postal da índia, está a ficar amarelado devido à poluição. O Supremo Tribunal indiano já ameaçou o Governo: "ou restauram ou demolem". Há um ditado que diz que o …

Se precisa de um emprego, faça uma tatuagem

Se está à procura de emprego, não coloque de lado a hipótese de fazer uma tatuagem. Um surpreendente estudo demonstrou que as tatuagens podem dar aos candidatos uma vantagem competitiva no mercado de trabalho. De certeza …

Cientistas descobrem por que o "cheiro da chuva" é tão agradável

Não é só o alívio, após um longo período de seca, que faz com que o "cheiro da chuva" seja tão agradável. Segundo os cientistas há uma série de fatores envolvidos - que incluem a …

39 mortos confirmados em Génova. "Foi erro humano"

O Governo italiano declarou o "estado de emergência" por 12 meses em Génova, onde esta terça-feira a queda de um viaduto matou pelo menos 39 pessoas, e vai prestar um primeiro apoio de cinco milhões …

Michael Schumacher vai ser levado em breve para Maiorca

O alemão Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, vai ser levado para a ilha de Maiorca, em Espanha, onde passará a viver com a família, segundo revela a edição desta quarta-feira da revista suíça …

Marcha imparável de mortíferas viúvas-negras está a apoderar-se do Canadá

O habitat das criaturas potencialmente letais de oito patas estendeu-se em mais de 48 quilómetros nos últimos 12 anos, e aparentemente nada pode ser feito para as conter. Segundo um estudo publicado a semana passada na …

Marca espanhola cria sapato feito de lixo retirado dos oceanos

O lixo nos oceanos é um problema de longa data e aumenta de forma proporcional ao nosso consumo. A prática tem causado danos em inúmeras espécies marinhas,  como tartarugas e baleias. Para ajudar a combater estes …

Está explicado por que os índios têm cabelo comprido

Quando pensámos em índios, figuramos rapidamente uma pessoa de pele morena, com a cara pintada e, quase inevitavelmente, cabelo comprido. Ao que parece, o cabelo comprido não representa apenas uma questão meramente estética - pode …

Os próximos 4 anos vão ser "anormalmente quentes"

O período de tempo até 2022 poderá registar temperaturas ainda mais elevadas do que o esperado, com anos "anormalmente quentes", segundo um estudo baseado num novo método de previsão, divulgado nesta terça-feira. O trabalho realizado por …

2,3 milhões de venezuelanos abandonam o país por falta de alimentos e medicamentos

A falta de alimentos e de medicamentos forçou 2,3 milhões de venezuelanos a abandonarem o país, segundo a ONU, que alertou hoje para a situação de risco de dezenas de milhares de cidadãos da Venezuela. "As …