“Tiro ao lado” de Portugal no caso Manuel Vicente

PSD / Flickr

Luis Marques Mendes

Portugal emitiu um mandado de detenção para Manuel Vicente, ex-vice-presidente de Angola acusado de corrupção, pensando que ele estaria no nosso país. Mas, afinal, foi “um tiro ao lado das autoridades portuguesas”, como refere Marques Mendes.

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Marques Mendes revelou que o tribunal que está a julgar a Operação Fizz, onde Manuel Vicente é acusado de corrupção, recebeu uma “informação da PSP” de que o ex-governante angolano estaria em Portugal.

Assim, foi emitido um mandado de detenção, mas foi “um tiro ao lado das autoridades portuguesas, uma vez que Manuel Vicente estaria, na verdade, em São Tomé e Príncipe, segundo realça o ex-líder do PSD na SIC. “Não havia necessidade”, constata.

Marques Mendes revela ainda que Manuel Vicente enviou, a 19 de Janeiro passado, uma carta à Procuradoria-Geral de Angola para pedir formalmente às autoridades do seu país que solicitem a Portugal a transferência do processo judicial em que está implicado.

Um sinal de que o ex-vice-presidente angolano “está disponível para ser julgado” em Angola, refere Marques Mendes.

O comentador refere, assim, que “nos próximos dias chegará formalmente a Portugal um pedido das autoridades judiciais de Angola para que o processo seja transferido para o país”.

Caso Centeno é “pé na poça” do MP

Comentando o caso de Mário Centeno, e as suspeitas levantadas pelo Ministério Público por causa dos convites que o ministro das Finanças solicitou para assistir a um jogo do Benfica, na tribuna VIP do Estádio da Luz, Marques Mendes constata que foi “um absurdo”.

“O MP meteu o pé na poça”, salienta o comentador da SIC, frisando que “pedir convites para ir para o camarote presidencial de um clube pode ser politicamente errado, mas não é crime”. “É um uso e costume, uma conduta habitual”, e portanto, “deixa de haver crime”.

“Não há recebimento de vantagem indevida, é a lei que o diz, e o Ministério Público devia sabê-lo bem, até porque vários magistrados já usufruíram desse uso e costume em camarotes de clubes de futebol”, considera também Marques Mendes.

Operação Lex é “murro no estômago”

A Operação Lex foi outro processo judicial abordado pelo ex-líder social-democrata no seu habitual espaço de comentário na SIC. Desta feita, para notar que “dois juízes desembargadores [respectivamente Rui Rangel e Fátima Galante] a serem alegadamente corrompidos é um choque” porque é sinal de que “a corrupção já chegou ao mais alto nível da justiça”.

Falando do caso como “um enorme murro no estômago” dos portugueses, Marques Mendes salienta, contudo, que “saber que ninguém fica impune, seja político, banqueiro, magistrado ou dirigente desportivo, é o lado positivo que devemos valorizar”.

“Este é o maior legado da actual Procuradora Geral da República; depois de Joana Marques Vidal a investigação tornou-se mais livre, mais independente e mais abrangente”, conclui Marques Mendes.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …