Tirar fotografias a Medina custa 4 mil euros por mês aos cofres de Lisboa

De acordo com informações publicadas no site Base.gov, Luís Filipe Catarino, fotógrafo que esteve dez anos com Cavaco Silva, trabalha agora com Fernando Medina e ganha quase quatro mil euros por mês.

Durante 10 anos, Luís Filipe Catarino foi o fotógrafo oficial do presidente Cavaco Silva. Agora, e desde novembro de 2016, Catarino é fotógrafo de Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Segundo o Observador, Fernando Medina decidiu contratar o fotógrafo para que o fotografasse nas ações públicas. No entanto, a avença foi agora renovada – como se pode verificar no site Base.gov a 24 de janeiro. O novo contrato dá conta de que Catarino recebe 4.615,57 euros brutos por mês (3.752,50, excluindo o IVA).

O contrato especifica que o “objeto principal” é a cobertura de sete eventos que ocorrem, ou ocorreram, em Lisboa, como o Espetáculo de Fim de Ano ou as duas edições da ModaLisboa de 2018 (em março e outubro). Feitas as contas, Catarino iria receber, por evento, 10 mil euros, diz o jornal Sol.

A Câmara Municipal de Lisboa já reagiu à notícia através de um comunicado pulicado no Facebook, no qual alega que a informação “é falsa“.

“Os serviços referidos foram contratados de acordo com o que está tabelado para a contratação de serviços externos na CML e o fotógrafo em causa não se limita a fotografar apenas sete eventos, antes acompanha diariamente as atividades da presidência do município, para lá de outros serviços para as publicações da CML”, lê-se.

Basta uma breve pesquisa de segundos no Instagram do presidente para perceber que o trabalho (que está assinado) não se limita ao elencado pelo Corvo”, sustenta o esclarecimento da autarquia.

No entanto, destaca o Observador, este perfil é o mesmo que levantou dúvidas durante a campanha eleitoral, por nele terem sido publicadas não só fotografias das ações de Medina enquanto presidente da Câmara, assinadas por “Luís Filipe Catarino/CML”, mas também fotografias de Fernando Medina enquanto candidato socialista, tiradas pelo mesmo fotógrafo, mas sem referência ao autor.

É o PS que paga as fotografias da campanha“, garantiram o fotógrafo e o gabinete de Fernando Medina, na altura. “Dizer que o Presidente da CML pagou 72 mil € dos cofres da CML para ser fotografado tem tanto de insultuoso como revela desconhecimento“, acrescenta a Câmara.

Até agora, Catarino fez dois contratos com a Câmara de Lisboa: um primeiro que custou aos cofres da autarquia 55.386,9 euros com uma duração de 350 dias e um segundo, ainda em execução, que custou 88.465,29 euros por 570 dias.

ZAP //

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. isto é o pão nosso de cada dia. a lei permite que assim seja. penalizaram os verdadeiros trabalhadores e funcionários da administração publica e empresas publicas e deixam este regabofe com as contratações externas aumentar, aumentar, aumentar, com salários principescos e muitos sem qualquer tipo de função ou responsabilidades ou mais valia para a causa publica. nisto ninguém poe a mão. uns a receber 4000 para tirar fotos e outros a limpar a cidade e tratar assuntos sérios por 400. grandes FDP.
    esta tudo no portal base realmente mas é tudo legal. vejas as EPE.

  2. Estudei 20 anos tendo inclusivamente um mestrado pré bolonha e recebo cerca de 1000€ mês porque não quero sair do país.

    Um fotografo que não precisa de formação superior ou qualquer outro curso é contratado por estes valores absurdos que todos vemos… até parece que não à Iphones para tirar fotos…

    Cambada de xulos e despesistas…

    • O fotografo não precisa de cursos???

      E já viu quanto custa material fotográfico a serio???

      Lá porque ganhe mal, não quer dizer que os outros também tenham que ganhar mal.

      • Aaaa…. Por acaso não leu na noticia que o fotógrafo trabalhou 10 anos para o Cavaco? Mas que cartão de partido é esse? Multi-partido?

  3. Isto dá para tudo. Até para comprar casas a baixo preço no centro de Lisboa numa altura em que o imobiliário subia em flecha. Grandes negócios da PS & Companhia, Lda. Sempre a somar.

  4. Medina… é Medina.
    Um sujeitinho com uma arrogância e vaidade tão grandes que o fotógrafo se vê em apuros para fazer o enquadramento fotográfico. Acho que está mal pago… comparado com o vaidoso Mexia que ganha isso … por dia !
    Medina tem um staff de mais de 100 assessores, um gasto ao erário público, obsceno e CRIMINOSO !

  5. Mas a Câmara não em fotógrafos? Tenho ouvido dizer que tem centenas de historiadores; centenas de arquitetos; centenas de psicólogos; centenas de juristas; centenas de engenheiros; centenas de advogados; centenas de etc… E não tinha um fotógrafo.

  6. seras o queiros o fotografo???? passaando os tempos livres debitando parvoices e loas a esquerda por aqui? ou sera o eu? ou outro dos cachorrinhos emestrados da geringonça???? nada como ser fotogenico e saber escolher o lado que o povoleu mais aprecia!!!!! parabens medina. ainda bem que nao voto em lisboa

  7. E quanto é que ele ganhava para fotografar o Cavaco Silva?
    Ninguem sabe?
    Mas deviam saber, ou então não vinham para aqui amandar larachas gratuitas.

  8. Eh pá… Criticam o fotógrfo por trabalhar pró Medina… a custo da autarquia… Mas ninguém se lembrou de criticar o mesmo quando trabalhou com o Cavaco a fazer a mesma coisa! Ou será que foi pro-bono?
    De qualquer forma… LEIAM AS FONTES!!! Isto vem do Observador!!! Só acredita quem quer. Devem ser aqueles que dizem que já não acreditam nas mentiras dos políticos… Mas acreditam nas mentiras de “certos jornais”… É incrivel como vocês são tão crentes. Um político fala. Vocês não acreditam. Um jornal publica. Vocês acreditam logo… sem qualquer reserva! A única diferença entre os dois é que, a curto prazo, os jornais fazem mais dinheiro. Cambada de crentes!…

    • Cambada mas é de meios-crentes: os que só acreditam na metade que lhes interessa, não é?
      Porque quando os jornalistas, Observador inclusive, falam do M.Macedo, do P.Portas, da Tecnoforma, e ainda há dias a malhar no diretor de campanha do Rio, já são grandas jornalistas e os políticos são todos uns trafulhas mentirosos.
      Quando os políticos são de esquerda, são uns santinhos e só acredita nos jornais quem quer, e os jornalistas são todos uns trafulhas mentirosos
      Estás a gozar? Achas que somos todos palermas? E que por dizeres isso n vezes repetidas, se torna verdade??

      • Se julgo “que somos todos palermas?”. Não. Só você (com provas dadas). Eu NUNCA disse que “os jornalistas são todos uns trafulhas mentirosos”! Nunca! Acredito piamente que ainda existem alguns honestos.
        É… Nessa dos meios-crentes… Estou de acordo consigo. Uns acreditam numa coisa e outros noutra… E, para qualquer um deles, o que acreditam é a verdade única!
        “Porque quando os jornalistas, Observador inclusive, falam do M.Macedo, do P.Portas, da Tecnoforma, e ainda há dias a malhar no diretor de campanha do Rio, já são grandas jornalistas e os políticos”… Eu critico a “imprensa” sensionalista SEMPRE! Seja o alvo de quem admiro ou de quem desprezo. Qualquer um e qualquer uma! E sempre o farei!
        Mas… Quanto a essa de “E que por dizeres isso n vezes repetidas, se torna verdade??”… Isso resultou para si?
        Nota: Gostaria de reiterar TUDO aquilo que disse no comentário anterior. Vocês são uma cambada de crentes que ainda acreditam na história da carochinha, no Pai Natal e no Coelhinho da Páscoa. Leia, por favor, a penúltima frase que escrevi nesse comentário. Vai ver que o seu comentário foi absolutamente desnecessário.

RESPONDER

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …

Apple e Goldman Sachs acusados de terem criado cartão de crédito sexista

A Apple e o Goldman Sachs estão a ser acusados de terem lançado um cartão de crédito que discrimina os utilizadores em função do género. Um dos últimos a juntar ao rol de críticas ao Apple …

Grimaldo joga consecutivamente há 68 jornadas (só é ultrapassado por um guarda-redes)

Alejandro Grimaldo está há 68 jornadas a jogar consecutivamente a titular na lateral esquerda do Benfica - são dois anos sem descanso. Os números são avançados pelo desportivo A Bola, que dá conta que o lateral-esquerdo …

"Prática comercial enganosa". NOS obrigada a retirar campanha publicitária sobre 5G

A Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) deu razão a uma queixa da Meo e mandou a NOS retirar uma campanha de publicidade sobre um tarifário móvel 5G por considerar que constitui "uma prática comercial …

Eleição autárquica dos EUA pode ser desempatada com moeda ao ar

Um eleição autárquica numa pequena vila no Ohio, nos Estados Unidos, pode vir a ser decidida com o lançamento de uma moeda ao ar, o famoso jogo do "cara ou coroa". De acordo com o The …

Primeiro aniversário dos Coletes Amarelos. França receia novos tumultos

O clima de tensão regressa a França, com os coletes amarelos a anunciarem a preparação de novas ações para assinalar o primeiro aniversário do início do movimento. A 17 de novembro, o movimento Coletes Amarelos assinala …

Violência leva a mais violência, alerta chefe do Governo de Hong Kong

A chefe do Governo de Hong Kong condenou a “extensa violência” que marcou o dia de greve na cidade, realçando que esta “não resolverá nada” nem fará o Governo ceder aos “apelos políticos” dos manifestantes. Carrie …

Morreu Teresa Tarouca, fadista de "Saudade, silêncio e sombra"

A fadista Teresa Tarouca morreu na madrugada desta segunda-feira, no Hospital S. Francisco Xavier, em Lisboa, aos 77 anos, vítima de pneumonia dupla, disse à agência Lusa fonte próxima da família. O corpo de Teresa Tarouca …

Uma queda da varanda. Morreu fundador dos Capacetes Brancos que Rússia acusou de ser espião

O antigo oficial do exército britânico James Le Mesurier, um dos fundadores do movimento humanitário Capacetes Brancos que tem ajudado milhares de pessoas na Síria, foi encontrado morto perto de casa. Terá caído da varanda …

Nuno foi para a Noruega treinar uma equipa de futebol e acabou como vice-presidente da Câmara de Notodden

Nuno Marques emigrou para a Noruega há 15 anos para treinar uma equipa de futebol e acabou eleito vice-presidente da Câmara de Notodden (Leste), funções que jamais aceitaria em Portugal, onde “o principal problema da …