/

Tigela custou €30 numa venda de jardim. Pode ser vendida por mais de €400 mil em leilão

Sotheby's

A tigela de porcelana da dinastia Ming.

Uma tigela de porcelana da dinastia Ming foi comprada numa venda de jardim por apenas 30 euros. Agora, pode ser vendida por mais de 400 mil euros em leilão.

Um homem de Connecticut, nos Estados Unidos, comprou uma pequena tigela de porcelana numa venda de jardim por apenas 30 euros. Mais tarde descobriu que se tratava de uma extremamente rara relíquia da dinastia Ming, que pode valer agora mais de 400 mil euros.

A tigela, que mede 15 centímetros de diâmetro, deve ser vendida a 17 de março em Nova Iorque pela casa de leilões Sotheby’s, escreve a Insider.

Só se conhecem outras cinco tigelas iguais a esta no mundo inteiro, razão pela qual a peça é tão valiosa. Duas delas estão museus em Taipiei, outras duas em museus londrinos e outra no Museu Nacional do Irão.

A tigela tem um design distinto que um botão de lótus ou um coração de galinha, um cunho essencial da cerâmica da dinastia Ming, escreve o jornal chinês ShanghaiDaily. Isto é sinal de que terá sido feita durante o reinado de Zhu Di, ou o imperador Yongle (1403-1424), o terceiro governante da dinastia.

Além disso, a peça tem um tema floral em azul cobalto de lótus, peónias, crisântemos e flores de romã.

A descoberta da tigela não foi aleatória. A Associated Press (AP) escreve que o comprador original é um entusiasta de antiguidades que percebeu o valor da cerâmica. O homem enviou depois as fotografias da tigela por email para a Sotheby’s, pedindo uma avaliação.

Angela McAteer, especialista em cerâmica e arte chinesa da Sotheby’s, disse à AP que é “surpreendente” que tal tesouro possa ter aparecido “aparentemente do nada”.

Ainda não se sabe como é que a tigela acabou na venda de garagem. McAteer sugere que pode ter sido passada entre gerações que não sabiam, nem suspeitavam, o seu verdadeiro valor.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.