/

Norte-americano cria secretária para manter crianças seguras durante os tiroteios nas escolas

Um norte-americano desenvolveu uma secretária à prova de bala para assegurar um lugar seguro às crianças dos Estados Unidos em situações de tiroteio.

Passaram três anos desde que, a 14 de fevereiro de 2018, Nikolas Cruz entrou na Stoneman Douglas High School, no estado norte-americano da Flórida, abriu fogo sobre os que lá se encontravam e matou 17 pessoas, ferindo outras 17.

Desde então, conta a estação televisiva WLOX, o norte-americano Todd Drummond e o seu filho têm trabalhado na “The Safe Space Desk”, uma secretária à prova de bala que foi projetada para funcionar como um lugar seguro neste tipo de situações.

“Se usarmos o tiroteio em Parkland como exemplo, as crianças não tinham uma defesa. Foi então que surgiu esta ideia na minha cabeça de lhes dar uma secretária estática que permita que se escondam nela”, explicou Drummond, que vive no Indiana.

A mesa é feita de um material à prova de bala e demorou cerca de três anos para ser desenvolvida. Em caso de tiroteio na escola, as crianças devem levantar-se da cadeira, esconder-se dentro da secretária e fechar a sua porta.

A secretária tem dois puxadores, um na porta e outro na parte superior, cada um deles com “uma dupla função”, explicou o norte-americano à estação televisiva. “Não só para fechar a mesa, mas também para impedir qualquer tentativa de alguém a abrir.”

Drummond disse ainda que a secretária pesa cerca de 60 quilos, o que, ao adicionar o peso de uma criança, faz com que seja muito difícil de a mover. “Seria preciso uma força tremenda”, considerou.

O norte-americano, que já está a trabalhar numa secretária semelhante para os professores, também criou uma instituição de caridade chamada Defend Our Children, que tem como principal missão acabar com os tiroteios nas escolas dos Estados Unidos.

É através desta associação e dos donativos que recebe que Drummond espera conseguir fornecer gratuitamente estas secretárias às escolas que não puderem pagar para as ter.

“Cada secretária custa 1800 dólares (cerca de 1480 euros) e não queremos colocar um preço na vida de cada criança. Já perdemos tantas vidas e nunca saberemos o que aquelas crianças teriam feito por nós todos”, lamentou.

  ZAP //

0 Comments

  1. Ir para a escola a pensar que se vão sentar numa secretária com estas características não deve ser nada tranquilizante para as crianças e professores norte americanos mas, este é o mundo em que vivemos e temos que nos adaptar a ele!!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE